skip to Main Content
27 de novembro de 2020 | 03:19 pm

CONSELHO APROVA TARIFA DE ÔNIBUS A R$ 2,50

Tempo de leitura: < 1 minuto
Passagem de ônibus deve subir para R$ 2,50.

Passagem de ônibus deve subir para R$ 2,50.

A tarifa de ônibus deve saltar para R$ 2,50 em Itabuna. O aumento foi pedido pelas empresas e analisado pelo Conselho Municipal de Transportes nesta segunda-feira, 3.
As empresas Expresso Rio Cachoeira e São Miguel alegaram que a tarifa não sofria reajuste há dois anos. O conselho acabou por conceder o reajuste. A pedida das empresas era de R$ 2,70.
A nova tarifa deve entrar em vigor no prazo 30 dias, mas antes será submetida ao crivo do prefeito Claudevane Leite (PRB), a quem caberá assinar o decreto de reajuste.
E aí, leitor-usuário itabunense, você aprova o reajuste de 13,64%?

Esta publicação possui 45 comentários
  1. E os impostos que foram retirados dos custos, pelo governo federal, foi apenas para as capitais, …, foram retirados justamente para evitar a alta das tarifas, …?!?!?!
    Quem souber, por gentileza, responda, …!!!
    Valeu, …!!!

  2. E alguém tem dúvida de que ele não assinará?
    Há quantos anos essas empresas estão em Itabuna? por qual motivo a prefeitura não abre nova licitação para uma terceira empresa? Por qual motivo o serviço nunca melhora? Por qual motivo muitos ônibus que mais parecem carro de boi continuam rodando?
    Não vou nem perguntar sobre a câmara de vereadores, pois aqueles lá nunca estão do lado do povo, muito menos irão interceder a favor da população.

  3. Como se as distâncias que se percorre aqui em Itabuna justificassem um aumento na tarifa desse porte. Já era alto graças ao encosto do prefeito anterior, agora esses espertalhões querem lucrar nas costas do cidadão itabunense com uma frota horrível, que quando passa está cheio parecendo uma “lata de sardinhas”, e que demora enormemente para chegar. País verdadeiramente vergonhoso, e nós ainda corremos o risco de, por conta desta e outras vergonhas que passamos, algum lobo em pele de cordeiro querer, com o velho discurso de moralidade e de falência das instituições, retirar “temporariamente a nossa liberdade, como na ditadura, que Deus nos livre disto! Povo, vamos às ruas protestar, deixar claro ao prefeito que será um duro golpe em nossa cidade se ele aceitar isso!

  4. Que esculhambação isso viu!!! Isso é um desrespeito ao cidadão!!! PÉSSIMO SERVIÇO e ainda vamos ter que pagar esse absurdo ?????? ACORDEM POVO DE ITABUNA!!!! TÁ NA HORA DE UMA MOBILIZAÇÃO DO POVO E REAGIR A ESSE DESRESPEITO!!! Prefeito Vane, estamos de olho … quer dizer que a mudança que vc tanto pregou foi essa?? a de reajuste na tarifa do busão??

  5. Foi publicada nesta sexta-feira (31), em edição extra do Diário Oficial da União, a Medida Provisória 617, que zera o pagamento do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) de empresas de transporte coletivo urbano. Anunciada no final de maio pelo Ministério da Fazenda, a medida tem como objetivo evitar reajustes maiores nas tarifas de transporte. As alíquotas do PIS e do Cofins incidentes sobre o transporte coletivo urbano totalizam 3,65%. Com a isenção, o governo pretende diminuir os custos das classes média e baixa, usuárias de ônibus e metrôs, o que impediria um aumento maior da inflação.
    No lugar de Baixar o preço referente ao PIS e COFINS ter ZERADO, as empresas de ônibus de Itabuna aumenta o preço? ISSO É UM ABSURDO.
    O grande problema é que o povo Itabunense aceita tudo, esta na hora de mudar amigos, vamos fazer a diferença.

  6. Até quando nos calaremos perante a um absurdo como esse?
    Agora se fosse marcha da maconha, não sei o que das vadias, direitos humanos (nada contra) ou afins, aposto que um bando de “universitáriozinhos” pops iriam caminhar pela cinquentenário com cartolinas coloridas, narizes de palhaços e abitos.
    O que precisamos definitivamente é de uma juventude atuante, agressiva em todos os sentidos, chega desses discursos hipócritas de paz, calma, etc. O povo precisa se rebelar. O governo precisa temer o povo, se não pela democracia, pela conversa, nos resta o enfrentamento
    Exemplo de que o protesto funciona ocorreu em PORTO ALEGRE, iam aumentar a passagem os estudantes foram pra rua, manifestaram sua indignação, enfrentaram a polícia e conseguiram barrar o reajuste.

  7. Acho que ninguém virá aqui falando bem dessa medida, porém não adianta só falar parem de usar ônibus durante duas semanas, incentivem seus amigos e vizinhos a fazerem o mesmo, dentro desse curto período de tempo eu garanto que isso será reavaliado pois a população hoje não pode contar com absolutamente ninguém de nenhum governo, pois antes era assim e continua sendo assim, de minha parte, prefiro ir a pé do que pagar este valor absurdo a para a realidade de Itabuna. Só quem mora em Ferradas e não tem outro meio tem uma justificativa para se submeter a este tipo de abuso…

  8. Isto aqui, ô ô
    É um pouquinho de Brasil iá iá
    nao e novidade nao, meu itabunas, infelizmente o itabunense vai comer calado,….

  9. ate quando populaÇao tem que aguentar esse desaforo,eu sei que os profissionais precisam de bom salario,mais que aumente a passagem,mais que tambem melhore o atendimento nos coletivos,que andam sucateado~.

  10. Em várias cidades brasileiras inicio do ano é sinônimo de aumento da passagem de ônibus para a alegria dos grandes empresários do transporte. Mas em Porto Alegre nós tivemos um belíssimo exemplo da força da juventude e dos trabalhadores organizados que saíram ás ruas e conseguiram com muita luta a revogação da tarifa. Há notícias também de mobilizações em Aracajú, Natal. Aqui em Itabuna a passagem vai para 2,50. Não é possível que com um preço abusivo atual de 2,20 deixemos mais este abuso passar. OPSTU convida a todos a se somarem nesta luta. É no sufoco em ônibus velhos, sujos e lotados que a população vai para o trabalho todos os dias com uma das passagens mais caras do nordeste e as mulheres ainda sofrem com assédio sexual. A passagem é tão cara que cerca de um terço das pessoas preferem ir a pé o tempo de espera num ponto de ônibus chega a 30 minutos e quase todo mundo viaja a pé. Muitos motoristas fazem também a função de cobrador ,o que acaba aumentando o tempo dos ônibus nos pontos, enquanto isso as empresas de ônibus não param de lucrar. É preciso municipalizar as empresas de transporte e expulsar essas máfias que controlam o transporte em nossa cidade que compram os políticos e superexploram os rodoviários e a população com a tarifa cara. O transporte é um direito como saúde e educação e não uma mercadoria. Precisamos unir todos os trabalhadores rodoviários , professores em greve, operários, aposentados, estudantes, comerciários para barrar este aumento e lutar pelo passe livre para os estudantes e desempregados. Para o PSTU a luta dos rodoviários e da população é uma só por um transporte público, estatal e de qualidade. Vamos barrar este aumento e exigir que o Governo Vane não aprove mais este ataque a população de nossa cidade. O transporte público é um serviço tão importante como saúde e educação, por isso tem que ser prestado por uma empresa pública sem fins lucrativos. Isso vai permitir diminuir o preço da passagem melhorando o serviço e colocando mais ônibus em circulação.

  11. a medida foi de 3,65% somando pis e confins, ou seja (2,71 – 3,65%) = 2,60… o conselho foi um herói em apenas conceder 2,50 e as empresas aceitarem…lembrem que Ilhéus será 2,60 o reajuste!

  12. eh um absurdo!
    em salvador a tarifa a 2,80 e vc faz uma verdadeira viagem.. aqui, n se passa meia hr dentro de um ônibus c/ um valor desses..
    e eles alegam q o aumento eh necessário visto que o número de usuários está diminuindo… desse jeito.. a tendência eh essa mesmo! até onde vamos chegar!?

  13. Isso é um ultraje! Que conselho é esse? Só pode ser partidário das causas dessas empresas de ônibus. Na verdade, o serviço não é dos melhores, e acredito que não há justificativa para mais do que R$ 0,15 de aumento, estourando já! Itabuna não é Salvador e já possui um custo de vida elevado. Imagine agora com esse absurdo de aumento! Não há razões para se elevar tanto a passagem!!!

  14. E só prá assinar mesmo que esse prefeito serve. Mandar que é bom ele não manda em nada. Aliás, ele tá conseguindo ser pior do que seu antecessor, o qual em sua gestão, a prefeitura era uma casa de mãe Joana, onde todos mandavam, menos ele. Que situação. Aos patrões ricos tudo, prá classe trabalhadora nada.

  15. No governo passado, os proprietários das empresas de Transporte Coletivo de nossa cidade, deram um golpe no povo, apresentando alguns veículos(velhos,reformados) fazendo alardes na cidade que estariam renovando a frota para” melhor servir”a população.Tudo para justificar um possível aumento da tarifa já combinada com a q…..a instalada na Secretaria de Transporte e o ex-prefeito.O tiro saiu pela culatra.Não deu certo graças ao trabalho da imprensa que mobilizou o povo a lutar para que a tarifa não entrasse em vigor. Agora, está na hora de dar continuidade à luta para barrar este absurdo, e cobrar do poder concedente que é a Prefeitura, ao invés de conceder o aumento das tarifas, intensificar uma fiscalização rigorosa nas empresas, fazer com que elas licenciem seus veículos no município como é feito com os táxis,e as vans que são obrigados a recolherem as taxas de licenciamento para o município, já,que estas empresas, ganham o dinheiro dos munícipes e recolhem estes impostos para outros municípios e até para outros estados como Minas Gerais, Espírito Santo, etc. Outra providencias que se faz necessário e com a máxima urgência, é abrir licitação para regularizar o transporte já que isto nunca foi feito na cidade onde as concessões são vendidas de empresários para empresários com a conivência do poder público, e criar o transporte alternativo a exemplo do que já existe em outros municípios como Feira de Santana, Vitória da Conquista. quem quiser ver e sentir como é horrível o transporte coletivo de Itabuna, fique em um ponto de ônibus em qualquer lugar da cidade a espera de uma destas latas de lixo para se deslocar para o trabalho, para a escola ou qualquer outro itinerário.Em resumo, o itabunense já paga muito caro mesmo sendo R$2,00(dois reais)a tarifa do transporte. Com a palavra o Prefeito Vane.

  16. Muito complicado isso, Vane vai ter que dar esse aumento, afinal, as empresas investiram na campanha dele, não poderá dar um não. Mas, para não ficar só nessa… #chupapovodevane.

  17. É muita sacanagem:
    13,64% de aumento. 7,97 para professore… Tenso!

    Meu caro, e na EMASA que além de não termos aumento no ano passado, também não teremos neste ano!!
    E o que mais nos deixa indignados é que quase todos os dias tem Cargo de “Confiança” entrando na EMASA.

  18. Esse conselho criado para aumentar a passagem, não tá respeitando nem a inteligência dos itabunenses, uma vez que o governo federal zerou a contribuição do pis e cofins das empresas de transportes para conter a inflação…quero ver o comportamento das entidades sindicais…

  19. Mas a presidenta dilma acabou com os impostos Pis e Cofins dos conbustível, para evitar aumento das passagems de transportes coletivo de todas as cidades do Brasil, geralmente os gestores público, edis e funcionários graduados de secretárias de transportes dos municipios, andam no bolsos dos empresários e trocam os aumentos por milhares de reais, agora não justifica esse aumento seu Vane, a decepção dos Itabunenses.

  20. É… Itabuna. Cidades crescendo e crescendo e você que tem enorme potêncial mais uma vez esta dando um passo para trás. Já não basta a Saúde e a Segurança precárias,inventam um aumento abusivo da passagem do transporte coletivo que oferece um serviço horrível e ainda sim um dos mais caros do país e tudo isso pra que? Pra encher os bolsos dos corruptos que o povo insiste em deixa-los no poder. Torço muito para que Nossa cidade cresça e seja referencia em Saúde,Transporte e educação,mas nesse ritmo em que está não estarei vivo para prestigiar.

  21. Todos que me conhecem sabem que sou pregador da paz, mas penso às vezes, que se o espírito do povo de goiana bater aqui pelas bandas da terrinha não faria mal, mas como um cobrador me disse hoje, se a passagem for para R$ 3,00 reais o povo (cordeiro de Itabuna), vai reclamar, mas depois pagará. Eu estou junto com o povo dos comentários acima há muito tempo, não tenho preguiça de andar, só pego ônibus quando não tem jeito.
    Mais já vi o povo pegar o ônibus no antigo cacuá e descer no shopping, ou seja, vamos caminhar meu povo, vamos pedir novas empresas de transportes coletivos, ônibus e não sucatas… O preço da passagem mais cara do Brasil por metro corrido, e só é distante Ferradas para o Centro, brincadeira, Vane abaixaram, tiraram os confins a presidente, então, barre o aumento!

  22. este secretario vai falir o resto do SETTRAN O TAL shargento tomaz so faz merda e estar terminando de acabar com os taxistas com apoio do PRIMINHO CORONEL FAUSTINO (VANE E DEZ)

  23. POR QUE NAO ABRE LICITAÇOES PARA NOVAS EMPRESAS SENHOR VANE?????CANSAMOS DESSAS EMPRESAS AQUI,VANE O POVO ESTA DE OLHO ABERTO PRA VC E SUA TRUPE,ACHARIA MELHOR ABRIR LICITAÇOES PARA NOVAS EMPRESAS,,,4 ANOS PASSA RAPIDO VIU?????

  24. Hm!!!!agora entendi porque outro dia o Dr DELEGADO ficou uma arara com o diretor de industria Rosivaldo, quando ele falou em ter que quebrar o monopólio do transporte coletivo na cidade! Acho que sem querer o cara mexeu na ferida do homem da lei, rsrs…Tá explicado!!!!!

  25. É só ver esse vídeo http://www.youtube.com/watch?v=gOn7mCjiyRI pra ver que a situação esta horrivel, esse conselho so se reune para aprovar aumento, não temos para onde enviar nossas queixas e em contra partida recebemos onibus cada vez mais lotados e em pessimo estado. A empresa tem em sua garagem 5 onibus novos para rodar depois do aumento creio que para enganar a quem se deixa enganar. Atitudes devem ser tomadas e não esperem nenhum governo de mudança pra isso.

  26. É a velha tradição: Conselho de Transportes Lacaio, Executivo Omisso e Empresários Gulosos. Cabe ao povo de Itabuna quebrar essa tradição. A Caixa Preta continua lacradíssima e ninguém quer explicar detalhes do processo. Ficamos apenas com o veredito de R$ 2,50. Muita curiosidade para saber o porquê de algumas entidades de classe que compõem o Conselho de Transportes não terem comparecido à reunião no dia D.

  27. No Rio Grande do Norte n Capital Natal a passagem subiu para R$2,40 o povo foi pra rua protesto e a prefeitura vai abaixa o preço, infelizmente em Itabuna a população não tem iniciativa.

  28. E aqui em Aracaju dps de 04 anos a passagem subiu de R$2,25 p/ R$2,45,,,, Que coisa hein?
    Ah! Aqui vc pode pegar dois três ônibus com uma única tarifa,,,,
    Enquanto isso na RICA e PASSIVA Tabocas…

  29. O que eu acho interessante é que uma cidade como Itabuna ter uma passagem neste valor, isso é um roubo desarmado. Moro a 2 anos em São Paulo e pago R$ 3,00 para poder me transportar de casa para o trabalho sendo que eu tomo 1 ônibus e dois metrô, pagando somente uma tarifa no valor de R$ 3,00, sendo que este percurso é de mais de 25km, e a população aqui ainda acha caro, agora uma cidade igual a Itabuna que você toma o ônibus no Centro Comercial para ir até a Av. Cinquentenário ser R$ 2,50 sendo que este percurso não chega a ser de 2km. A população de Itabuna ultimamente só tem andado para trás. Amo muito esta cidade, mas infelizmente ou felizmente ela esta parada no tempo em tudo. Fazer greve não irá adiantar nada, pois o monopólio das empresas irão continuar, agora quando as empresas fazem greves quem sofre é a população. Chega povo Grapiuna, esta na hora de cobrar os seus direitos, pois todos vocês se f….. para pagar impostos e tarifas altíssimas em uma cidade que hoje esta de baixa qualidade, digo isso porque sempre estou ai e morei durante 26 anos nesta cidade. Acorda Itabuna.

  30. Depois tem gente que diz que a pessoa que deixa um comentário esta contra o governo Vane, é no minino vergonhoso da esse aumento de passagem para o transporte coletivo de Itabuna. As empresas de transporte de Itabuna que por sinal prestam um péssimo serviço não esta apita para receber um aumento de quase 14%.

  31. Medida Provisória de Dilma,
    KKKKKKKKKKK!!! Esse comentário ou é de quem não sabe fazer conta ou quer agir de má fé!!! Parece um comentário de uma pessoa que não tem raciocínio apurado ou é representante das empresas de transporte ou advoga para elas dentro ou fora do serviço público municipal…
    Elenco aqui 10 motivos que fazem ruir os fundamentos deste comentário no mínimo equivocado…
    1) Primeiro tem que ver se os custos das empresas + investimentos das empresas + Margem de Lucro está compatível com o que consta num hipotético contrato de licitação = Preço Justo!
    2) O valor do tributo Pis e Cofins não incide de forma direta e num cálculo simplório direto!!!
    3) Quem deveria pagar esses impostos eram os empresários… mas como não tem concorrência, quem paga são os consumidores!!!
    4)O Cálculo teve como base o valor proposto pelos empresários (2,70)… e não o valor atual!!!
    5)Tem que se asseverar quanto incorreu de inflação no período analisado até o atual para saber se o valo atual já não esteja superfaturado!!!
    6)Há de se fazer comparações com cidades do mesmo porte (200 mil habitantes) e extensão de Itabuna para ver se é tão custoso assim o transporte público municipal
    7)Há de se realizar a conferência dos custos indicados das empresas de ônibus de Itabuna para que alcance o valor hipotético de 2,70… pra saber se estes custos são condizentes com as notas fiscais apresentadas – e se essas notas representam a realidade!!!
    8)Há de se apurar se existe Contrato de Licitação válido que permita que essas empresas prestem o serviço… ou que seja possível intentar aumento de tarifa!!!
    9) Tem que se apurar o verdadeiro Lucro dessas empresas e quais os benefícios sociais que estas prestam para a sociedade para avaliar se é interessante o município conceder para as mesmas a atividade de transportes no município!!!
    10)Se é tão ruim e custosa a atividade de Transporte Urbano Municipal… qual a razão de estas empresas não desistirem dessa atividade???

  32. Caraba ! Indignado ! O trasporte Público em Itabuna-Ba, é uma porcaria ! Não tem condições da tarifa ir pra 2,50. Isso é um absurdo. Quero saber até quando a população itabunense vai deixar isso acontecer. por que uma cidade que não é tão grande como Itabuna, onde temos um trasporte que uma PORCARIA!os Ônibus demoram séculos pra passarem em nosso bairros,uma frota de veículos velhos sem falar na falta de respeitos de alguns (não atingindo a todos)funcionários é a tarifa custar esse valor rs ai já é zombar da cara da população!quero ver agora se nossos representantes vão deixar que isso aconteça nessa cidade, que já não está com uma boa fama, onde a Educação Municipal está de greve. Onde a violência se estampa em cada esquina. Cidade qual não existe espaço para o Lazer, Esporte pra uma sociedade tão sofrida quanto o povo de Itabuna! ITABUNA ACORDA !

  33. Acho de bom tom o pimenta informar como foi a votação, os nomes de quem votaram a favor e contra o aumento e o orgão ao qual ele esta vinculado.

  34. A lógica da contradição
    Na condição de titular no Conselho Municipal de Transportes de Itabuna (Representando o segmento discente – DCE/UESC) e, diante das recentes informações sobre a aprovação do imoral reajuste da tarifa de ônibus em Itabuna eis que chamo a atenção para algumas importantes observações:
    O Diário Oficial da União publicou na última sexta-feira (31/05) a Medida Provisória 617 que zera as alíquotas do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) pagas por empresas de transporte coletivo urbano. A desoneração desses impostos para as empresas de transporte coletivo visa, principalmente, a redução do valor das passagens. Sendo mais uma das iniciativas do governo para combater a inflação e baratear o uso de bens e serviços popular.
    Mesmo após a publicação destas medidas que teriam que ser uma formar de aliviar o bolso de quem precisa andar de transporte coletivo, presenciamos uma manobra que coloca Itabuna (como sempre) na contramão. De uma forma absurda, na última segunda-feira (03/05) o Conselho Municipal de Transportes aprovou o aumento da passagem. É importante registrar que de todas as entidades representativas presentes na reunião do Conselho este conselheiro que ora vos ecreve foi o único a manifestar indignação contra o reajuste, apresentar uma proposta contrapondo e, por conseguinte, ter sido o único voto contrário ao aumento da passagem.
    Nesta reunião, que tinha como pauta somente análise da planilha de custos e o início das discussões referentes ao valor da tarifa, foi apresentada pelos empresários do setor uma planilha de custos incompleta, numa primeira análise. Pois a planilha de custo da forma que foi disponibilizada ao Conselho não significa transparência. Porque sem os documentos, sem as informações do fluxos de caixa, sem as notas fiscais que discriminam os valores reais e as marcas dos insumos adquiridos pelas empresas não é possível afirmar que está tudo correto. O mais estranho é que sem nenhuma análise técnica, sem nenhuma discussão na Câmara e sem a discussão da sociedade civil organizada, inclusive das entidades ali representada pelos conselheiros,foi quase unanimidade a aprovação pelo reajuste da passagem.
    Meu clamor é que não fiquemos passivos diante desta situação, pois, por mais que nem todos sejam usuários de transporte coletivo e que o trabalhador assalariado é quem vá pagar a conta pela omissão do poder público que não oferece uma suficiente contrapartida como uma boa malha viária, fiscalização dos serviços e da infraestrutura das frotas, revisão do contrato de concessão e abertura de processos licitatórios e também de uma sociedade que protesta timidamente mas aceita tudo isso, pelo menos a nível local. Se faz míster informar que a desoneração dos impostos que zerou PIS e Cofins sobre a receita decorrente das passagens de ônibus acarretará em um custo estimado de R$ 1,2 bilhão aos cofres públicos este ano. Então, se estas medidas não incidirem na redução das tarifas e, se este aumento da passagem em Itabuna for efetivado, e se nas outras cidades também o for, não vai fazer nenhum sentido o governo federal abrir mão destes ou de qualquer outro tributo e as empresas atrelarem isso aos seus lucros. A lei deve ser cumprida de modo a refletir as isenções da alíquota no valor direto das passagens. Por isso nossa luta é pelo barateamento do preço cobrado hoje ou no mínimo o congelamento da tarifa.
    É preciso que o prefeito não aprove este aumento e mostre que está do lado do povo que o elegeu e não a serviço do capital , devendo solicitar não a planilha de custos, mas sim a planilha de lucros das empresas pois é essa planilha que vai mostrar quanto os empresários de transporte enriquecem todos os anos, oferecendo à população ônibus velhos, superlotados, sem horários definidos, sem qualquer controle social e com trabalhadores com elevado nível de stress por conta da pressão que sofrem cotidianamente. É necessário e urgente a quebra do monopólio. A recomendação dos especialistas em transportes é entregar o serviço a quem ofertar o menor preço por quilômetro rodado de ônibus. A tarifa então poderá ser facilmente calculada de forma a ratear esses custos entre os usuários e eventuais subsídios. A atual administração da prefeitura deve mostrar a quem serve não manter o atual sistema para as novas concessões de transporte público.
    Mas, sobretudo, é preciso que estudantes, trabalhadores, sociedade em geral, se mobilizem e DIGAM NÃO a este pedido de aumento. Temos que mudar esta cultura de que a tarifa é o único financiador do serviço de transportes e a conta fica dividida com os usuários. Percebemos que a corda quebra sempre do lado do mais fraco, mas se nos organizarmos e nos mobilizarmos, mostraremos que o lado fraco deixará de ser é o nosso.
    Robenilson Sena – Graduando do 9º semestre de Direito da UESC e e membro do Conselho Municipal de Transportes de Itabuna pelo Diretório Central dos Estudantes DCE- UESC)

  35. Estamos vendo novamente a mesma política do governo passado, simplismente não é ninguém do conseslho de transporte que depende desses transportes para ir ao trabaolho, escola, faculdades e universidades. Porém somos nós quem utiliza o transporte e portanto não devemos aceitar, temos força pessoal, vamos nós fazermos nossos protestos contra esse absurdo.

  36. NOTA DO DCE/UESC SOBRE O AUMENTO DA PASSAGEM EM ITABUNA
    A lógica da contradição
    Robenilson Sena
    Na condição de titular no Conselho Municipal de Transportes de Itabuna (Representando o segmento discente – DCE/UESC) e, diante das recentes informações sobre a aprovação do imoral reajuste da tarifa de ônibus em Itabuna eis que chamo a atenção para algumas importantes observações:
    O Diário Oficial da União publicou na última sexta-feira (31/05) a Medida Provisória 617 que zera as alíquotas do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) pagas por empresas de transporte coletivo urbano. A DESONERAÇÃO DESSES IMPOSTOS PARA AS EMPRESAS DE TRANSPORTE COLETIVO VISA, PRINCIPALMENTE, A REDUÇÃO DO VALOR DAS PASSAGENS. Sendo mais uma das iniciativas do governo para combater a inflação e baratear o uso de bens e serviços popular.
    Mesmo após a publicação destas medidas que teriam que ser uma forma de aliviar o bolso de quem precisa andar de transporte coletivo, presenciamos uma manobra que coloca Itabuna (como sempre) na contramão. De uma forma absurda, na última segunda-feira (03/05) o Conselho Municipal de Transportes aprovou o aumento da passagem. É importante registrar que de todas as entidades representativas presentes na reunião do Conselho este conselheiro que ora vos ecreve FOI O ÚNICO A MANIFESTAR INDIGNAÇÃO CONTRA O REAJUSTE, APRESENTAR UMA PROPOSTA CONTRAPONDO E, POR CONSEGUINTE, TER SIDO O ÚNICO VOTO CONTRÁRIO AO AUMENTO DA PASSAGEM.
    Nesta reunião, que tinha como pauta somente análise da planilha de custos e o início das discussões referentes ao valor da tarifa, foi apresentada pelos empresários do setor uma planilha de custos incompleta, numa primeira análise. Pois a planilha de custo da forma que foi disponibilizada ao Conselho não significa transparência. Porque sem os documentos, sem as informações do fluxos de caixa, sem as notas fiscais que discriminam os valores reais e as marcas dos insumos adquiridos pelas empresas não é possível afirmar que está tudo correto. O MAIS ESTRANHO É QUE SEM NENHUMA ANÁLISE TÉCNICA, SEM NENHUMA DISCUSSÃO NA CÂMARA E SEM A DISCUSSÃO DA SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA, INCLUSIVE DAS ENTIDADES ALI REPRESENTADAS PELOS CONSELHEIROS, FOI QUASE UNANIMIDADE A APROVAÇÃO PELO REAJUSTE DA PASSAGEM.
    Meu clamor é que não fiquemos passivos diante desta situação, pois, por mais que nem todos sejam usuários de transporte coletivo e que o trabalhador assalariado é quem vá pagar a conta pela omissão do poder público que não oferece uma suficiente contrapartida como uma boa malha viária, fiscalização dos serviços e da infraestrutura das frotas, revisão do contrato de concessão e abertura de processos licitatórios e também de uma sociedade que protesta timidamente mas aceita tudo isso, pelo menos a nível local. Se faz míster informar que a desoneração dos impostos que zerou PIS e Cofins sobre a receita decorrente das passagens de ônibus acarretará em um custo estimado de R$ 1,2 bilhão aos cofres públicos este ano. Então, SE ESTAS MEDIDAS NÃO INCIDIREM NA REDUÇÃO DAS TARIFAS E, SE ESTE AUMENTO DA PASSAGEM EM ITABUNA FOR EFETIVADO, E SE NAS OUTRAS CIDADES TAMBÉM O FOR, NÃO VAI FAZER NENHUM SENTIDO O GOVERNO FEDERAL ABRIR MÃO DESTES OU DE QUALQUER OUTRO TRIBUTO E AS EMPRESAS ATRELAREM ISSO AOS SEUS LUCROS. A lei deve ser cumprida de modo a refletir as isenções da alíquota no valor direto das passagens. POR ISSO NOSSA LUTA É PELO BARATEAMENTO DO PREÇO COBRADO HOJE.
    É preciso que o prefeito não aprove este aumento e mostre que está do lado do povo que o elegeu e não a serviço do capital, devendo solicitar não a planilha de custos, mas sim a planilha de lucros das empresas pois é essa planilha que vai mostrar quanto os empresários de transporte enriquecem todos os anos, oferecendo à população ônibus velhos, superlotados, sem horários definidos, sem qualquer controle social e com trabalhadores com elevado nível de stress por conta da pressão que sofrem cotidianamente. É NECESSÁRIO E URGENTE A QUEBRA DO MONOPÓLIO. A recomendação dos especialistas em transportes é entregar o serviço a quem ofertar o menor preço por quilômetro rodado de ônibus. A tarifa então poderá ser facilmente calculada de forma a ratear esses custos entre os usuários e eventuais subsídios. A atual administração da prefeitura deve mostrar a quem serve não manter o atual sistema para as novas concessões de transporte público.
    Mas, sobretudo, é preciso que estudantes, trabalhadores, sociedade em geral, se mobilizem e DIGAM NÃO a este pedido de aumento. Temos que mudar esta cultura de que a tarifa é o único financiador do serviço de transportes e a conta fica dividida com os usuários. Percebemos que a corda quebra sempre do lado do mais fraco, mas se nos organizarmos e nos mobilizarmos, mostraremos que o lado fraco deixará de ser fraco.
    Robenilson Sena – Graduando do 9º semestre de Direito da UESC e e membro do Conselho Municipal de Transportes de Itabuna pelo Diretório Central dos Estudantes DCE- UESC
    ————————————————————————————————–
    ENTIDADES , REPRESENTANTES E SEUS RESPECTIVOS VOTOS:
    A FAVOR DO AUMENTO:
    PODER EXECUTIVO: (T ) Tarso Oliveira, Luciana Soares, Jorge Teles, Mayari da Silva, Marcos Alexandre dos Santos.
    PODER LEGISLATIVO: (T) Antônio Cavalcante, (S) César Brandão
    ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTES URBANOS: Elvis Souza
    SINDICATO DOS TAXISTAS: Eduardo da Silva
    SINDICATO DOS COMERCIÁRIOS: Gilson Araújo da Costa
    SINDICATO DOS RODOVIÁRIOS: Arlensen de Sousa
    UNIÃO DAS ASSOCIAÇÕES DE BAIRROS – (S) UABI: Vincente José Santos
    CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES: Gilberto Santana
    CONTRA O AUMENTO:
    DIRETÓRIO CENTRAL DOS ESTUDANTES – DCE/UESC: Robenilson Sena Torres

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top