skip to Main Content
16 de maio de 2021 | 04:07 am

GREVE DOS PROFESSORES COMPLETA 8 DIAS

Tempo de leitura: < 1 minuto
Professores fazem manifestações no centro e bairros (Foto Jeremias Barreto).

Professores fazem manifestações no centro e bairros (Foto Jeremias Barreto).

Os professores da rede municipal em Itabuna completaram uma semana em greve. A paralisação por tempo indeterminado foi deflagrada na segunda, 27, após os educadores rejeitarem, em assembleia, a proposta de reajuste de 7,97% parcelado em duas vezes.
Os professores pedem 15% de aumento, parcelado em três vezes. Enquanto os dois lados não se entendem, os professores fazem manifestações na região central de Itabuna e nos bairros.
Segundo a presidente do Sindicato Municipal dos Professores Públicos de Itabuna (Simpi), Normagnolândia Guimarães, o objetivo é chamar a atenção para os motivos da greve. A dirigente do Simpi contabiliza adesão de 95% da categoria.

Esta publicação possui 13 comentários
  1. Quando será que os Professores irão aprender, de uma vez por todas, que greve na educação não adianta coisa alguma, …?!?!?!
    Tem que criar outras alternativas, novas formas de pressionar, …!!!
    Os nossos governantes não estão nem aí para a educação, e a sociedade, idem, infelizmente, …!!!
    Os únicos prejudicados REALMENTE são os estudantes, e os mais humildes, coitados, cujos pais não podem pagar escola privada, …!!!
    Enquanto isso, os filhos dos que podem mais, continuam tendo aulas normais, nas escolas particulares, …, depois não há como competir, futuramente, no mercado de trabalho, ou mesmo nas Universidades. Nem com cotas, …!!!
    Isto chega a ser uma perversidade, …!!!
    Estão atirando no alvo errado, …!!!
    Até mesmo os filhos dos governantes, assim como os filhos de muitos dos Professores, estudam em escolas privadas, …!!!
    Só quem sobra mesmo são os filhos dos pobres, …, por pura falta de opção, …!!!
    Difícil é ter consciência numa hora dessas, …, depois passam um monte de trabalhos, e ainda dizem que houve “reposição” de aulas, …!!!
    Que país é esse, …?!?!?!

  2. Interessante, durante a campanha em Itabuna os palanques de opositores a Cap Azevedo falavam que ia e acontecer na Educação, agora, nada, inclusive parte dos Professores apoiavam, entretanto ta faltando o Toque Gustavo Lisboa de ser no trato com a Educação principalmente no tratamento com a classe, com certeza, ele ta sendo lembrado por todos

  3. Sérgio OliveiraENTENDO VOCÊ SERGIO e realmente sei que os alunos são os mas prejudicados,porém se toda vez que tivermos que lutar pelos nossos direitos formos olhar quem ganha e quem perde , nos não lutamos, eu enquanto professora reconheço isso porém também observo o descaso do gestor de nossa cidade com a educação, sabendo que já são 8 dias de greve e até o momento não se pronunciou com os professores.Você também tem o direito enquanto pai de lutar para que seu filho esteja dentro de uma sala de aula, recebendo uma educação de qualidade, se mobilize também, junte outros pais vá em busca desses direitos ou você também acha isso uma perversidade que país é esse!!!!!!!!!!!!

  4. Meu amigo, o único instrumento que ainda contamos é com este( a greve), sabemos que isso é horrível, mas não estamos fazendo por brincadeira, nem pq queremos prejudicar os alunos, a reposição haverá, e teremos que cumprir os dias letivos determinados por lei, sou professora e tenho filhos em escola pública, sei que muitos colegas não têm, mas sei que a escola pública é um direito, por isso mantenho meus filhos lá, e cobro das colegas, elogio, quero saber, mas também cuido, cobro dos meus filhos, ajudo nas tarefas, pego no pé, pq não adianta deixar só por conta do professor, a família tem que se responsabilizar também, pois qdo põe em escola particular “se vira nos trinta”, afinal” tou pagando”, ensina em casa, pesquisa em internet, compra livros, e etc. Só não se dá conta que tá pagando 2 vezes, afinal a escola publica é paga através dos altos impostos cobrados, dos descontos nos salários dos trabalhadores,só que muitos recursos destinados à educação é surrupiado por quem deveria gerir, mas disso aí ninguém lembra.

  5. É preciso acordo para por fim nessa greve, que na minha opinião é insensata, tudo isso poderia ser resolvido com negociação, inclusive uma distinta professora chamada Carminha não permitiu na última reunião antes da greve ser deflagada que ninguém opinasse, teve uma postura anti- ética partidária e arbitrária quem estava lá presenciou a truculência desta senhora, há jogo político nessa greve os professores e alunos estão sendo vítimas de um grupo político que ainda não se conformou com a derrota na eleição de 2012.Desperta professores aceitem o acordo e voltem para as suas salas de aula a comunidade carente desta cidade anseia por isso.

  6. No Brasil todo os professores estão conseguindo aumento em torno de 7%, que é superior aos de muitas categorias organizadas. Mas, em Itabuna, o sindicato induz a lutar por um aumento privilegiado, como se apenas os professores fossem os únicos servidores públicos. Recuperação de defasagem acumulada por outras administrações deve ser buscada dentro de uma negociação e através de parcelamentos, não imputando ao prefeito atual o que os anteriores não fizeram e quastionando as lideranças dindicais porque não lutaram tão “intensamente” nas gestões passadas. Desse jeito, o que parece é o seguinte: 03 meses de férias, 03 meses de greve, 03 meses trabalhando na sala de aula e 03 meses planejando as tividades anteriores. No ano que vem começa tudo de novo.

  7. Também o povo neste ano resolveu eleger a maioria dos sindicalistas. Então eles conseguiram seus objetivos pessoais, e agora dão uma banana para o povão que os elegeram, para os professores e as demais classes de trabalhadores. O então Vereador recentemente eleito, o tal de Jairo, não aguentava ver uma manifestação popular, por menos expressiva que fosse, que ele logo entrava no meio com sua bandeira, e se tivesse um microfone de radio, o mesmo se arvorava de um surto de defensor dos fracos e oprimidos e soltava sua voz em brados retumbantes. E mais, andava frequentemente nas emissoras de radio, falando de programa em programa, dando enfase que era a favor da classe trabalhadora. Agora, adeus, o povão acreditou nele, o elegeu e tchau mamãe. E digo mais, ainda esbravejou, falou mal dos radialistas na Câmara de Vereadores, em seu discurso naquela casa. O Wenceslau, também é outro. Agora Vice prefeito. Aliás é o único vice que manda em alguma coisa no Brasil, porque em nosso país geralmente o Vice não manda em nada. E o pior de tudo, é que ainda faltam tres anos e meio para suportarmos essa laia.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  8. Cara Joana:
    Se a GREVE é o único instrumento que existe, ou é porque ninguém quer pensar em outras alternativas, …, ou os nossos cérebros pararam de rqaciocinar e o mundo não mais evoluirá, …!!!
    Me perdoe, mas não há como interpretar seu pensamento de outra forma, …!!!
    Fazendo uma analogia, se seu pensamento estivesse certo, até hoje ainda estaríamos colocando cartas no correio, telefonando de cabines, localizadas em pontos remotos das cidades, como antigamente, e pagando logo após, ainda estaríamos nas máquinas de escrever, ainda não teríamos celular, internet, redes sociais, e-mail, e por aí vai, …!!!
    Lembre-se que: “A única coisa permenante no universo é a mudança”, …!!!
    Pelo amor de Deus, …!!!

  9. E o que vc sugere que os professores e outras entidades façam para reivindicar os nossos direitos Sérgio Oliveira?. Pois greve é constitucional e por esse motivo é legal.

  10. o mais interessante e que esse pessoal que esta fazendo greve. esta em casa não buscando lutar pelos seus direitos esse sindicato individualista que induz a categoria ao rediculo. não vendo que esta sendo massa de manobra. dessa simdicalista que tinha a mesma pretenção desse virgilio dessa val que so queria cargo politico no governo. dessa forma que esta greve e politica. e descaso desse governo e desse sindicato quem sofre e o filho do pobre que não pode pagar escola particular mais os filhos de professor que ganha tão mal esta la nas escolas particulares. so para refletirmos a greve entende

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top