skip to Main Content
21 de fevereiro de 2020 | 08:55 am

ORAÇÃO PARA A BELA E TRISTE SENHORA DO ATLÂNTICO

Tempo de leitura: 2 minutos

Gerson MarquesGerson Marques | gerson.marques.1004@facebook.com
Já dizia a poeta Jane Badaró que Ilhéus é feminina, é mulher em forma de urbe, uma urbe com curvas de menina, assim sendo, o eu apaixonado, me perco no velho jogo do decifra-me e me conquiste, difícil, quase impossível. Ilhéus não é fácil, não é para amadores, não se dá por completo, não se oferece em retribuições amorosas aos que se perdem em suas entranhas sinuosas, a Ilhéus de todos nós é, no fundo, uma Ilhéus de poucos de nós, uma mulher profunda de alma atormentada e sonhos dilacerados, em dor.
Mesmo assim, nos retribui os maus tratos em forma de beleza infinita, de paisagens magníficas e encantos secretos. Como é linda ser Ilhéus, ser ilha, ser céus, ser mar e florestas, uma perfeita estética feminina, meio Terra, meio Janaína.
Não existe uma só Ilhéus, existe uma Ilhéus dentro de cada um que a ama, que a conhece, que em suas fontes bebem, que em suas curvas se perdem. Assim sendo, não se ama essa terra de uma única forma, ama-se por vezes chorando, clamando e gritando, ama-se na contradição, na expressão do verbo, no suor do trabalho, na tristeza do filho perdido, na dor dos sonhos fruídos, na ausência de carinho, mas também na paixão infinita.
Aqui, parece se odiar para amar, vê-se em seus filhos eleitos a ausência completa de amor por ti, vê-se no lixo jogado a rua, na insanidade dos mangues invadidos, nas obras tortas de mau gosto que triunfam sobre suas ruínas de passado glorioso, no desprezo das autoridades a decência de seu povo, na usura pútrida de quem imagina enganar as massas com sorrisos vazios e promessas furtivas, vê-se em verdade uma completa falta de respeito por sua feminilidade atlântica, sua essência de deusa, seu esplendor de musa, suas curvas de rainha.
Ah Ilhéus, Ilhéus… Como dói te ver triste em suas quase quinhentistas primaveras, que Deus nos perdoe, mas filhos destes vós não merecestes. Se ousar dizer que te entendo, falso seria, mas ouso compreender que na essência cumpres tua sina de mãe com desmesurada valentia.
Desejo-te com carinho que dias melhores tenhas, para historias de alegria poder contar um dia, como outros dos seus filhos já assim fizeram com enorme galhardia… Amem.
Gerson Marques é produtor.

VANE É ACUSADO DE TENTAR DAR GOLPE NO CONSELHO DE SAÚDE

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Conselho Municipal de Saúde realiza reunião extraordinária no antigo Sesp neste momento. Conselheiros tratam da tentativa do prefeito Claudevane Leite de destituir os membros que o próprio gestor deu posse há um mês.
Membro da Comissão Executiva do colegiado, Maria das Graças Santos define a ação do prefeito como tentativa de golpe. Vane tenta acionar o rolo compressor para assumir o controle do conselho, que é vital para que o município reassuma a Gestão Plena da Saúde (Comando Único do SUS).
O colegiado fiscaliza a aplicação de recursos. Com a plena, o município terá, pelo menos, R$ 110 milhões para média e alta complexidade. A reunião extraordinária conta com oito conselheiros neste momento. O dinheiro começa a chegar no dia 5, conforme anúncio do governo estadual.

SALVADOR: ATO DENUNCIA IMPUNIDADE DE ACUSADOS DAS MORTES DE SINDICALISTA E ESPOSA

Tempo de leitura: 2 minutos
Sindicalistas e familiares das vítimas fazem protesto em frente ao fórum Rui Barbosa (Foto Fernando Udo).

Sindicalistas e familiares das vítimas fazem protesto no fórum (Foto Fernando Udo).

Marival Guedes
Salvador – Sindicalistas e familiares de Paulo Colombiano e sua mulher, Catarina Galindo, assassinados em 29 de junho de 2010 em Salvador, promoveram hoje ato em frente ao Fórum Rui Barbosa, no Campo da Pólvora, na capital baiana, reivindicando o retorno à prisão e o julgamento imediato dos envolvidos.
Claudomiro César Ferreira Santana, dono da Mastermed, e o comparsa seu irmão Cássio Ferreira Santana são acusados de serem os mandantes. Os outros, Edilson Duarte de Araújo, Wagner Luiz Lopes de Souza e Adailton Araújo de Jesus são os executores. Os dois primeiros, depois de prolongada investigação, foram presos, mas liberados em poucos dias (relembre aqui). Os demais também não ficaram na prisão. Todos aguardam julgamento em liberdade.
Segundo a polícia a motivação do crime foi a descoberta por Colombiano, que havia assumido a tesouraria do Sindicato dos Rodoviários da Bahia, de irregularidades em um contrato milionário firmado com Mastermed, fornecedora do plano de saúde ao sindicato.
O presidente do Diretório Municipal do PCdoB de Salvador, Geraldo Galindo, irmão de Catarina, pediu audiência ao presidente do Tribunal de Justiça da Bahia e ao juiz que acompanha o caso. Ele afirma que ao contrário do que foi argumentado, os acusados livres representam perigo, pois eles são ricos e podem ameaçar e tentar corromper pessoas. “Se fossem pobres, já estariam presos” criticou.
INVESTIGAÇÃO NO SINDICATO
O presidente da CTB- Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil Adilson Araújo, fez um contundente discurso afirmando que o processo está inconcluso e que é preciso que se dê continuidade às investigações para se apurar qual a participação do sindicato nesse caso. Segundo o sindicalista, o próprio secretário de Segurança Pública da Bahia, Maurício Barbosa, concorda com posição.

METRÔ EM ILHÉUS

Tempo de leitura: < 1 minuto

metro

Como se diz por aí, “ponte é para os fracos”. Ilhéus se prepara para ser a primeira cidade da Bahia a contar com um metrô, superando até mesmo a capital do estado.
Naturalmente, trata-se de uma brincadeira nesta terra onde o descaso do poder público muitas vezes é tratado com humor pelo povo maltratado, conforme se vê pelos cartazes colocados em um buraco que cresce assustadoramente na Rua Dom Pedro II, no Pontal.
Segundo moradores, a rua tem sofrido o impacto de mudanças ocorridas no trânsito naquele bairro. Antes era tranquila, mas hoje virou corredor de ônibus e passou a ser utilizada por muitos motoristas que se deslocam para a Sapetinga. Resultado: como a Prefeitura não cuida da manutenção, o desgaste é cada vez mais visível.
O buraco exibido na imagem surgiu há cerca de duas semanas. Com as chuvas dos últimos dias, está ficando maior e estimula a imaginação de quem sonha com um trânsito mais organizado em Ilhéus. Quem sabe, até com um metrô…

EM NOME DA TRANSPARÊNCIA

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Prefeitura de Itabuna lança, na próxima segunda (1º), um novo modelo de emissão de nota fiscal eletrônica. O serviço será terceirizado, executado pela empresa capixaba E&L Produções de Software.
O coirmão Políticos do Sul da Bahia lembra que até hoje, a prefeitura dispõe de um serviço de emissão de notas criado pelo próprio Departamento de Tecnologia de Itabuna. No mercado, o zum-zum-zum é de que a mudança vai custar algo em torno de R$ 140 mil por mês à prefeitura.
Ao município, cabe esclarecer, em nome da transparência, o porquê da terceirização. Quanto a prefeitura pagará à E&L pelo aluguel do software de emissão da nota fiscal? O sistema em uso há mais de dois anos será substituído por um terceirizado por quais motivos?

JÚNIOR BRANDÃO PEDE O FIM DO VOTO SECRETO NA CÂMARA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Júnior Brandão fim do voto secreto foto Pimenta www.pimenta.blog.br

Brandão antecipou, na posse, que reapresentaria proposta (Foto Pimenta/Arquivo).

O vereador Júnior Brandão (PT) reapresentou a proposta do fim do voto secreto na Câmara de Itabuna. Para isso, propôs emenda à Lei Orgânica do Município (LOM). “O vereador tem que trabalhar de forma transparente”, justifica Brandão, lembrando que o parlamentar é eleito pelo povo para atuar com transparente e ser fiscal do povo.
Brandão sustenta que o eleito merece saber o voto de cada vereador em todos os temas. O projeto de Brandão será analisado pelas comissões técnica da Câmara e deve ir a plenário em até 30 dias. A proposta já havia sido apresentada no ano passado, quando o vereador retirou-a para promover adequações.
Os vereadores Antônio Cavalcante, Glaby Carvalho (Glebão), Jairo Araújo, Joilson Rosa e Soldada Valéria subscrevem o projeto do líder do PT na Câmara.

FIM DE SEMANA SEM NOTA ELETRÔNICA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Alegando necessidade de manutenção e inserção do novo serviço de gerenciamento da Nota Fiscal Eletrônica, a Secretaria da Fazenda de Itabuna anunciou que a emissão do documento ficará indisponível durante este fim de semana.
A interrupção se dará a partir das 14 horas deste sábado, 29, com promessa de normalização a partir das 6 horas de segunda-feira, dia 1º.

PREFEITA DE UBATÃ PERMANECE NO CARGO

Tempo de leitura: < 1 minuto

A prefeita de Ubatã, Simeia Queiroz (PSB), foi mantida no cargo por decisão do juiz eleitoral Antônio Maldonado Bertacco, de Ubatã, que julgou improcedente ação de investigação movida pela candidata adversária em outubro passado, Rosana Magalhães (PTB). A sentença foi publicada na edição eletrônica do Diário da Justiça de ontem.
A ex-candidata também foi acusada de litigância de má-fé e multada em R$ 5 mil. Segundo o site Ubatã Notícias, Rosana Magalhães já acumula quatro derrotas e R$ 20 mil em multas nas denúncias de suposto abuso de poder econômico, todas julgadas improcedentes.

PLANO VIABILIZA DIAGNÓSTICO E PROJETOS DE CULTURA E TURISMO EM ITABUNA

Tempo de leitura: 2 minutos
Itabuna terá diagnóstico socioeconômico viabilizado pelo Sebrae (Foto José Nazal).

Itabuna terá diagnóstico socioeconômico viabilizado pelo Sebrae (Foto José Nazal).

Renata Smith | Agência Sebrae
Um amplo programa de ações de fomento ao Desenvolvimento Econômico de Itabuna, a ser executado nos próximos dois anos, dirigido aos segmentos comerciais, industriais e de serviços, foi entregue pela coordenadora do Sebrae na região, Claudiana Figueiredo, ao prefeito do município, Claudevane Leite. Participaram também da reunião, técnicos do Sebrae e representantes da Secretaria de Indústria Comércio e Turismo da prefeitura.
De acordo com o planejamento apresentado, a primeira medida prática a ser tomada é a realização de um Censo Empresarial visando conhecer o perfil e mapear as empresas instaladas no município, para identificar suas características gerenciais e processos produtivos com base no estímulo a novos negócios e na ampliação da arrecadação municipal.
Paralelamente ao censo, o programa também contempla o fortalecimento do turismo e da cultura locais, com foco na gastronomia, com a revitalização de áreas tradicionais da cidade, como o Beco do Fuxico, e a formatação da “Feira Goumert Itabuna, uma cozinha de emoções cores e sabores”, a ser implantada na praça Camacan.
Arquitetos, engenheiros e historiadores serão integrados ao projeto com o objetivo de garantir a preservação da memória sociocultural da cidade. Ainda estão previstos, a revitalização da Rua Paulino Vieira, uma importante área comercial no centro da cidade, e a criação do “Grapiúna Empreendedor”, um projeto de capacitação para jovens.
O principal objetivo das ações, explica Claudiana Figueiredo, é promover o aumento do nível de maturidade empreendedora e empresarial do município e criar um ambiente mais favorável ao sucesso dos negócios, tornando-os mais competitivos e sustentáveis. “Os pequenos negócios mantidos pelos empreendedores locais são a forma mais eficiente de se iniciar o processo de fixação da riqueza local em todos os segmentos da economia”, assegura Claudiana.

Leia Mais

"QUITE" COM O BMG

Tempo de leitura: < 1 minuto

Por meio da Assessoria de Comunicação, Marcos Cerqueira, secretário da Fazenda de Itabuna, disse que o município não possui mais pendências com o BMG em relação aos créditos consignados. O que existia, segundo ele, era remanescente de dívidas deixadas pelo ex-prefeito Capitão Azevedo (DEM), que serão quitadas nesta sexta (28). O esclarecimento veio a propósito de nota aqui publicada dando conta que servidores receberam comunicados da instituição cobrando pagamento de dívidas dos meses de março a maio.
Segundo Cerqueira, o repasse dos consignados aos bancos é feito, na média, no quinto dia após o pagamento aos funcionários. “Temos 15 dias de prazo para fazer o repasse”, acrescentou. Apesar disso, recebemos queixas de servidores que foram comunicados pelo banco da negativação dos respectivos nomes. Mas Cerqueira assegura que a dívida não existe.

Back To Top