skip to Main Content
13 de julho de 2020 | 11:12 am

CRIME EM IBICARAÍ: POLÍCIA OUVE TESTEMUNHAS E AMIGOS DE DENTISTA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Cleidson teria sido morto por desavença por causa de som (Foto Arquivo Pessoal).

Cleidson teria sido morto por desavença por causa de som (Foto Arquivo Pessoal).

A polícia Civil de Ibicaraí iniciou nesta terça-feira (9), a fase de depoimentos no caso que investiga o assassinato do dentista Cleidson Dias Cardoso. O profissional de 35 anos foi friamente executado com dois tiros, quando chegava em casa na madrugada de ontem (8), no centro daquela cidade.

Segundo a polícia informou ao Diário Bahia, as declarações de amigos e testemunhas vão ajudar a reunir provas que incriminem o principal suspeito, cujo nome ainda está sendo mantido em sigilo, para não atrapalhar as investigações.

Até agora o que se sabe é que o acusado teria discutido com a vítima, quatro meses atrás, em um bar de Floresta Azul. A hipótese é de crime de vingança. O suspeito continua foragido.

Leia mais

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top