skip to Main Content
7 de julho de 2020 | 08:52 am

ESTUDANTES MANTÊM OCUPAÇÃO DO PARANAGUÁ

Tempo de leitura: 2 minutos
Estudantes resistem e vão passar a noite no Palácio Paranaguá (Foto Jornal Bahia Online).

Estudantes resistem e vão passar a noite no Palácio Paranaguá (Foto Jornal Bahia Online).

Os estudantes que ocuparam no final da manhã o Palácio Paranaguá, sede do governo de Ilhéus, vão resistir. Eles asseguram que estão preparados para só deixar as dependências da Prefeitura quando tiverem em mãos as planilhas usadas pelas empresas e prefeitura para calcular o preço da tarifa do transporte coletivo. No início da noite um oficial da Polícia Militar tentou negociar com os manifestantes, todos ligados ao Movimento Reúne Ilhéus, mas eles não abriram mão de continuar com o protesto.

Por volta das 9 e meia da noite, a única viatura da PM que permanecia à porta do Palácio foi embora. Os estudantes ocupam o Palácio ao lado dos Guardas Municipais que estão garantindo a preservação do patrimônio público. Essa, por sinal, é a rotina dos guardas. Até porque o clima é de tranquilidade no local.

A pedido da reportagem do Jornal Bahia Online, líderes do movimento aceitaram fotografar a rotina dentro do Palácio, após quase 12 horas de ocupação. Cerca de 60 estudantes estão acampados nas salas e gabinetes, número muito acima da divulgação do governo que, de forma extra-oficial, falava em “gatos pingados”.

Confira mais no JBO

População tem ajudado grupo com donativos (Foto Jornal Bahia Online).

População tem ajudado grupo com donativos (Foto Jornal Bahia Online).

Esta publicação possui 11 comentários
  1. Atitude, galera. É isso aí. Chega da paz dos cemitérios. Vamos mostrar pra esses senhores nada respeitáveis quem é que manda e quer seus direitos respeitados.

    E não venham com qualificações desrespeitosas contra a gente, de que somos baderneiros etc… Baderneiros são os senhores, que se elegem, se locupletam, e ainda pensam que somos idiotas. As coisas mudaram. E se vocês não perceberam, pior pra vocês!

  2. Justa as reivindicações do movimento, mas também a população e os meios de comunicação, devem ter muito cuidado ao prestar solidariedade ao movimento, sem antes entender o porque e quais são as pessoas e interesses que estão por trás de todo a estrutura montada.

    As primeiras mobilizações realizadas em São Paulo tiveram como principal finalidade atingir o Governador Alckimin, não alcançando o objetivo devido a perda de controle por parte dos idealizadores.

    Aqui em Ilhéus o que notamos é que uma boa parte dos componentes do movimento, são figuras que na gestão passada mantiveram-se omissas, motivadas principalmente por estarem sendo beneficiadas pela administração do sr. Newton Lima.

    Um exemplo de absurdo e incoerência é a participação da turma do Instituto Nossa Ilhéus.

    Eles são os principais articuladores contra a construção do Porto Sul e ao mesmo tempo se dizem defensores do povo de Ilhéus.

    O mais grave é que setores da imprensa continuam abrindo espaço para esses inimigos da região.

    Temos que apoiar o que é justo mas também praticarmos a “separação do joio do trigo”.

  3. O problema de Ilhéus não é redução da passagem, por sinal muito cara, como é que o prefeito vai reduzir passagem, se ele foi apoiado eleitoralmente e financeiramente por um deputado estadual detentor do monopólio do transportes de passageiro estadual, interestadual e coletivo da Bahia, inclusive em Ilhéus com a Viametro e a laranja São miguel, Rota, Brasileiro e Cidade Sol e nossa vizinha itabuna com Cachoeira e São miguel, Ilhéus que deu um mandato de prefeito meteoro ao empresário de transportes de passageiro e inclusive sócio dessas empresas acima citada Valderico Reis, que sucateou o parque de operações na Av. Esperança, para alugar a garagem da antiga Aguia Branca ao municipio, sabe lá por quanto.

  4. Como assim o governo não vai reduzir a passagem pq tem acordos com as empresas de ônibus? Isso todo mundo já sabe. O barulho todo que se está fazendo é justamente pra isso. A sociedade tem que mostrar que não pode mais ser vítimas desse jogo de bastidores chamada de eleição, onde empresários ajudam a eleger alguém para fazerem o que querem depois. Esse é o momento de quebrar esse elo.

  5. Em primeiro lugar os “estudantes” alguns aparecendo sem camisa e com condutas totalmente inconvenientes, deviam respeitar o local onde eles se encontram, que é o Paço Municipal.
    Mas respeito é realmente algo que muitos deles não sabem o que é.

  6. Tem um ai que é de Itororó perdeu a eleição lá, e saiu corrido da Justiça Eleitoral. Foi prá Camamu, junto com o ex-prefeito Adroaldo ‘ajudar’ Luizinho, e perdeu também, ai ficou refugiado em Ilhéus e agora quer derrubar o Jabes. Dorme com um barulho desses! É Itororó, quem diria, exportando ‘rebeldes’.

  7. Me faça uma suco com tanta idiotice, viu Seu José Vidal?

    Quem é que respeita aquilo alí? Me diga.

    Certamente não são os políticos que frequentam o lugar e o usam para negócios nem um pouco respeitosos. Vai ser conservador assim longe, meu!

  8. Esses otários do PT que hoje pedem a diminuição da passagem são os mesmos que aumentaram a tarifa um ano atras. Durmam com um barulho desse.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top