skip to Main Content
28 de fevereiro de 2020 | 03:12 am

TRECHO INTRANSITÁVEL NO SANTO ANTÔNIO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Falta de manutenção em valeta impede acesso a rua

Falta de manutenção em valeta impede acesso a rua

Uma valeta entre as ruas Marquês de Pombal e 1º de Dezembro, no bairro Santo Antônio, em Itabuna, virou motivo de transtorno para os moradores desta última via. Eles dizem que o buraco foi aberto há alguns anos para facilitar a drenagem de águas pluviais e evitar alagamentos, mas não há manutenção por parte da Prefeitura.

Após muito tempo de descaso, o trecho se tornou intransitável, dificultando a vida dos moradores. A estudante Jéssica Silveira, graduanda de História na Uesc, diz que várias pessoas já se machucaram depois de enfiar o pé na valeta. Ela salienta que a falta de acesso ao local chega a colocar em risco a vida de quem precisa de socorro médico.

“Uma vizinha passou mal e o Samu não pode passar por ali, teve que vir pela rua de cima”, conta a estudante, que reclama de descaso do poder público e cobra uma solução. “Exigimos que a manutenção seja feita o mais urgente possível, pois está se tornando impossível conviver com isso”, protesta.

GARIS TRABALHAM SEM PROTEÇÃO EM ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Garis se queixam da falta de EPIs

Garis se queixam da falta de EPIs

Os trabalhadores que atuam na coleta de lixo em Itabuna ainda não receberam os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) da empresa contratada pela Prefeitura para executar o serviço. Há relatos de funcionários que se cortaram em cacos de vidro e outros apresentaram reação alérgica pelo contato com materiais contaminados.

Garis afirmam que a empresa já marcou várias datas para entregar os EPIs, mas ainda não o fez. Enquanto isso, os trabalhadores são obrigados a utilizar suas roupas pessoais, sem identificação, além de não contar com qualquer tipo de proteção contra os riscos do serviço.

É improviso total.

SOB ESCOLTA DE ALCIDES

Tempo de leitura: < 1 minuto

Do Ilhéus 24h

A chuva dispersou o grupo que acuava o prefeito Jabes Ribeiro no Ilhéus Praia Hotel, na manhã deste sábado (20). JR estava sumido desde que o Palácio Paranaguá foi ocupado por jovens.

Com a saída dos manifestantes, o prefeito deixou o hotel acompanhado por secretários e assessores.

Para garantir a segurança de Jabes, escalaram o secretário de Turismo e lutador nas horas vagas, Alcides Kruschewsky. Há três semanas, “Pai Cidão” desceu a ripa num ex-funcionário da Câmara, em frente à prefeitura (relembre aqui).

Leia mais

FOGO AMIGO

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Dia da Amizade em Itabuna está sendo marcado pelo intenso fogo amigo de uma ala do Governo Vane contra o vice-prefeito Wenceslau Júnior.

Observação atenta de analista isento no processo:

– Nem o Davidson Magalhães (nas eleições de 1996) foi tão atacado quanto Wenceslau agora vice-prefeito.

NOTA PÚBLICA

Tempo de leitura: 2 minutos

Os vereadores Lukas Paiva e Alisson Mendonça vem a público informar de que não são verdadeiras as notícias divulgadas pela Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Ilhéus afirmando que “os vereadores ilheenses entenderam os números apresentados pela Comissão Permanente de Negociação da Prefeitura sobre o índice de despesas com pessoal”. A atitude da Secretaria de Comunicação da Prefeitura é mais um reflexo do governo da mentira e das enganações, que se utiliza dos veículos de comunicação para tentar colocar a Câmara e o povo contra os servidores públicos municipais.

Os vereadores esclarecem que a reunião com segmentos da Prefeitura de Ilhéus e da Câmara Municipal realmente aconteceu, com o objetivo de se buscar uma solução, na tentativa de sensibilizar o governo para a necessidade de conceder a reposição salarial dos servidores. Ocorre que os números apresentados mais uma vez pelo governo municipal são contraditórios, confusos e irreais, numa tentativa clara de mascarar e manipular a verdade para não conceder assim a justa reposição salarial dos trabalhadores.

Esclarecem os vereadores que o próprio governo já reconheceu os erros nas suas planilhas de receitas e despesas, mas insiste em apresentar dados mentirosos e irreais, daí a iniciativa da Câmara de Vereadores de solicitar as folhas de pagamentos dos cinco primeiros meses desse ano, para que os verdadeiros dados sobre as contas da Prefeitura sejam de conhecimento público, sem mais mentiras e enganações. Os vereadores Lukas Paiva e Alisson Mendonça explicam que diante das mentiras e das tentativas de manipulações das informações do governo municipal, fica claro que a atual administração de Ilhéus já não merece mais a credibilidade e o respeito do povo ilheense.

Por fim, os vereadores Lukas Paiva e Alisson Mendonça reafirmam que continuam acreditando nos números apresentados pelos sindicatos de todos os segmentos de trabalhadores, que em audiência pública com a sociedade civil organizada, contestaram cada um dos pontos apresentados pelo governo municipal. Foi um gesto de coragem, de responsabilidade e de competência demonstrado pelos sindicatos. Gesto de quem defende que a transparência deve ser um caminho a ser trilhado por todo gestor público e de quem luta para que a verdade possa sempre prevalecer.

Alisson Mendonça

Lukas Paiva

ELEIÇÃO SUSPENSA NO CMSI

Tempo de leitura: < 1 minuto

A comissão eleitoral do Conselho Municipal de Saúde de Itabuna (CSMI) atendeu à recomendação do Ministério Público da Bahia e suspendeu o pleito previsto para este sábado (20). Os promotores públicos Inocêncio Carvalho e Dioneles Leone apontaram irregularidades tanto no processo eleitoral como na formulação da lei de readequação do conselho.

A comissão refutou a denúncia de irregularidade no processo, mas seguiu a recomendação.

NOVA ITABUNA SEM ÁGUA NA TORNEIRA

Tempo de leitura: < 1 minuto

torneiraMoradores da parte alta da Nova Itabuna estão há dez dias sem água e reclamam da falta de informação da Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa). O abastecimento no bairro é irregular, mas piorou nos últimos tempos.

Hoje, morador entrou em contato com a empresa e a informação não foi um balde de água fria, pois o produto está em falta. Mas foi quase isso. A atendente disse que não há previsão de reabastecimento da parte alta do bairro.

Quando a água chega, segundo moradores, não há pressão suficiente e o pinga-pinga nas torneiras dura apenas 6 horas. Não dá para fazer o mínimo de limpeza e encher reservatórios – mesmo os tanques sendo, na maioria, subterrâneos, conforme as vítimas.

APROVAÇÃO AO MAIS MÉDICOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Da coluna Painel (Folha de S. Paulo)

Ansiolítico 1 Pesquisa encomendada pelo governo, com 2.000 entrevistas, mostrou aprovação ao programa Mais Médicos, lançado na semana passada e bombardeado por entidades do setor.

Ansiolítico 2 Segundo a pesquisa, 78% aprovam a criação do segundo ciclo, pelo qual estudantes de medicina têm de atuar dois anos no SUS antes de se formar. Já a contratação de médicos estrangeiros é mais polêmica: 51% são a favor e 45% contra.

COPA: INGRESSO MAIS BARATO, MAS NÃO PARA TODO MUNDO

Tempo de leitura: < 1 minuto

copaA Fifa anunciou nesta sexta-feira, 19, que a Copa de 2014 terá o ingresso mais barato de toda a história da competição, referindo-se ao valor de R$ 30,00, que será cobrado para o acesso à categoria 4 (geralmente atrás dos gols) na primeira fase do torneio.

Mas esse preço será apenas para pessoas que comprovarem ter mais de 60 anos de idade, além de estudantes e beneficiários do Bolsa Família. Os demais pagarão R$ 60,00 pelo mesmo ingresso, mas os valores podem ser maiores, a depender do setor da arena e da fase da Copa. Na final, que será disputada no dia 13 de julho no Maracanã, o preço do ingresso chegará a R$ 1980,00.

A venda no dia 20 de agosto, pelo site da Fifa. Segundo a entidade, 500 mil ingressos estão reservados para brasileiros. Cinquenta mil serão doados aos operários que trabalharam na construção das arenas e a mesma quantidade vai para o governo federal, que distribuirá os ingressos entre beneficiários de programas sociais.

LONGE DOS PUXA-SACOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Numa rápida coletiva, ontem, em Itororó, Jaques Wagner explicava o estilo “pé na estrada” e, indiretamente, dava um conselho aos prefeitos.

– Para governar, tem que pisar o pé onde o povo pisa. A gente não pode ficar sentado, no ar-condicionado lá de Salvador, cheio de puxa-saco em volta e não ver nada.

Back To Top