skip to Main Content
14 de julho de 2020 | 01:39 am

O IMBRÓGLIO FTC

Tempo de leitura: < 1 minuto

ftc-itabunaA Prefeitura de Itabuna descartou a proposta de acordo proposto pela direção da FTC Itabuna. Preferiu dar sequência à ação que exige a devolução do imóvel situado no centro e onde está abrigado o campus da faculdade. A FTC, nos cálculos apresentados pelo governo, deve mais de R$ 8,5 milhões em aluguéis e impostos ao município.

De acordo com fontes do Governo, a proposta da instituição de ensino foi considerada “inconsistente”, até mesmo na proposição de encontro de contas que envolveria terreno de 50 mil metros quadrados nas proximidades do Aeroporto Tertuliano Guedes de Pinho. Para a faculdade, a área cedida valeria R$ 10 milhões.

Entenda a questão lendo aqui e aqui.

Esta publicação possui 5 comentários
  1. Isto me parece apenas uma briga de nível pessoal… aí tem ego, interesses ocultos, demandas obscuras de grupos políticos e etc…
    Não acredito quando político faz coisas do tipo em nome da concorrência livre e do bem da população… Não acredito mesmo…ainda mais a nível municipal e pior ainda com o histórico político de Itabuna.
    Não estou defendendo a FTC… não tenho e nunca tive qualquer relacionamento com ela.. e sei que ela tem muitas dívidas trabalhistas e fiscais…
    Mas…sei uma coisa… lá por 1998-99, Itabuna estava num buraco econômico, e a chegada da faculdade foi muito importante para a economia local…

  2. A FTC abrange alunos com bolsas do Prouni e outras do governo federal, e essa ideia de livre concorrência não tem qualquer força para retirar essa instituição. Não faz sentido algum depois de muito tempo vir a prefeitura querer cobrar e pedir o despejo sem qualquer estudo prévio sobre o impacto em Itabuna.
    Isso é reflexo do que está acontecendo com a educação em Itabuna, paga mal os professores do município e ainda quer retirar uma instituição de ensino. Esse prefeito não está nem ai para os investimentos na cidade.
    Fora Vane!

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top