skip to Main Content
22 de setembro de 2020 | 12:53 pm

SALDO DEVEDOR

Tempo de leitura: < 1 minuto

ruy-machadoVereadores que exigiram, pelo menos, 30 mil motivos para aprovar as contas do exercício de 2011 do ex-prefeito de Itabuna Capitão Azevedo (DEM) estão pês da vida com o colega Ruy Machado (PTB).

Pelo menos quatro deles devem ficar sem os argumentos azevedianos, pois Ruy tem afirmado que o quarteto apresenta saldo devedor porque, na opinião do articulador, Azevedo garantiu a eleição dos, digamos, “pedintes”.

Azevedo, afinal, não deverá ter muitas dificuldades para aprovar as suas contas. É que o Governo Vane, pensando apenas em 2014, julga que reprovar as contas do ex-prefeito beneficiaria o líder nas pesquisas em Itabuna na corrida por vagas na Câmara Federal, o também ex-prefeito Geraldo Simões.

O petista ficaria sozinho na oposição ao governo e hoje supera os 30% das intenções de voto, enquanto o governista Davidson Magalhães (PCdoB) não ultrapassa os 7%, segundo consultas informais.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top