skip to Main Content
27 de novembro de 2020 | 08:19 pm

GREVE FECHA 100% DAS AGÊNCIAS BANCÁRIAS EM ILHÉUS E ITABUNA

Tempo de leitura: 2 minutos
Barbosa (de vermelho) afirma que adesão à greve é surpreendente (Foto Pimenta/Arquivo).

Barbosa (de vermelho) diz que adesão à greve é surpreendente (Foto Pimenta/Arquivo).

A greve dos bancários começou nesta quinta-feira (19) e atinge todas as agências em Ilhéus e Itabuna. A paralisação é por tempo indeterminado. Os bancários cobram reajuste salarial de 11,93%. A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) oferece 6,1%, contraproposta rejeitada pela categoria.

Além dos 11,93% de reajuste, os bancários cobram aumento na Participação nos Lucros e Resultados (PLR) e pauta com cláusulas de saúde e segurança. Neste último item, a preocupação é grande na Bahia, um dos estados campeões em ataques de bandidos a postos de atendimento e caixas de instituições financeiras.

ITABUNA

Segundo o presidente do Sindicato dos Bancários em Itabuna e Região, Jorge Barbosa, o percentual de reajuste oferecido pela Fenaban não cobre a inflação do período. “Os 6,1% estão abaixo dos 6,6% apurados nos últimos 12 meses”, disse. A rodada de negociação ocorreu em 5 de setembro. “De lá para cá, não houve mais nenhuma negociação e não há indicativo [de quando os dois lados sentam-se à mesa novamente]”.

Jorge Barbosa disse que, além de todas as agências fechadas, a adesão da categoria neste ano é considerada surpreendente. “A adesão está muito boa. Nestes últimos anos não tivemos adesão tão boa como agora”, afirmou ao PIMENTA.

A paralisação é total em municípios como Itajuípe, Itapitanga e Coaraci, de acordo com Barbosa. Até o início da tarde, o sindicato terá balanço da paralisação em todos os 11 municípios cobertos pela entidade que tem sede em Itabuna.

ILHÉUS

“Todas as agências estão fechadas em Ilhéus e a adesão [dos bancários] chega a 90% nas agências privadas, 75% no Banco do Brasil e 80% na Caixa”, afirmou ao PIMENTA o presidente do Sindicato dos Bancários de Ilhéus, Rodrigo Cardoso.

As agências bancárias em municípios da base do sindicato ilheense também fecharam, a exemplo de Una, Canavieiras, Ubaitaba, Itacaré e Camamu. Na avaliação de Cardoso, as negociações devem ser retomadas a partir do momento que a Fenaban sentir o nível de adesão dos bancários à greve. A entidade dos banqueiros, segundo ele, tem se comportado desta forma todos os anos.

ALTERNATIVAS PARA O CORRENTISTA

Enquanto perdurar a greve, os correntistas somente poderão realizar operações via caixas eletrônicos, internet e telefone ou recorrer a casas lotéricas.

 

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top