skip to Main Content
27 de setembro de 2020 | 04:43 pm

A UNÇÃO DE RUI

Tempo de leitura: < 1 minuto
Wagner não faz mais mistério: seu candidato, salvo mudança brusca de rota, será Rui Costa

Wagner não faz mais mistério: seu candidato, salvo mudança brusca de rota, será Rui Costa

Levi Vasconcelos | Tempo Presente (A Tarde)

O PT fará festa para anunciar o que Deus e o mundo já sabem: o ungido para tentar suceder Jaques Wagner é Rui Costa.

Ontem, na Base Aérea de Salvador, enquanto esperava o desembarque da presidente Dilma, Wagner conversava comigo e Mário Kertész (faríamos uma entrevista com Dilma para a Tudo FM/Rede Litoral e Metrópole) quando ele falou das suas conclusões sobre cada um dos quatro postulantes petistas, após ressalvar que a questão se afunilou entre o senador Walter Pinheiro e Rui Costa. Veja.

Luiz Caetano: ‘Traçou uma estratégia pensando em ser deputado federal’.

José Sérgio Gabrielli: ‘É um bom quadro, tem boas qualidades, mas passou muito tempo fora, não amassou  barro na Bahia’.

Walter Pinheiro: ‘Também é um bom quadro, mas, se deixar o Senado, o PT perderia um dos seus melhores senadores’.

Rui Costa: ‘Tem merecimentos, entre eles o de ter desembrulhado o metrô de Salvador’.

A pergunta lógica e natural:

– Mas não é um risco colocar um candidato pouco conhecido e de pouco apelo popular?

– Qualquer eleição, seja quem for o candidato, tem risco. Se formos para as pesquisas, alguns têm um pouco mais e outros um pouco menos. Se Pinheiro se elegeu senador, Rui teve mais de 200 mil votos para deputado. Vamos botar o pé na estrada e seguir.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top