skip to Main Content
1 de outubro de 2020 | 05:16 am

AGÊNCIAS BANCÁRIAS SÃO DEPREDADAS EM CONFRONTO

Tempo de leitura: 2 minutos
Agência do BB teve a fachada destruída em reação à estratégia da polícia.

Agência do BB teve a fachada destruída em reação à estratégia da polícia.

O confronto de manifestantes com a tropa de choque da Polícia Militar em Buerarema começou na BR-101 e terminou no centro da cidade e registrou cenas de destruição. As agências do Banco do Brasil e Bradesco foram depredadas em reação às bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha disparadas pela PM contra os manifestantes.
O confronto começou por volta das 17h20min, na BR-101, e terminou cinco horas depois. Manifestantes ficaram revoltados com a ação da tropa de choque.
O vereador Elinho Almeida (PDT), de Buerarema, conversou com manifestantes e policiais e disse que ouviu de produtores e populares críticas à falta de negociação. Para o vereador, as cenas de violência registradas nas últimas horas em Buerarema ocorreram por falta de diálogo. “A polícia [Rodoviária Federal] não procurou negociar, o que gerou a violência”.
O protesto começou por volta das 10h da manhã, quando, revoltados com o assassinato do agricultor Juraci Santana, manifestantes interditaram a BR-101. A pista começou a ser desobstruída há pouco.
Um engenheiro do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) vistoriou a ponte, mas liberou o tráfego na ponte parcialmente, devido ao risco de desabamento. A estrutura ficou comprometida, pois populares usaram picaretas para destruí-la. Confira imagens de Gilvan Martins de momentos do confronto em Buerarema.
Atualização à 0h16min – Um bando saqueou, há pouco, um posto de combustível na entrada da cidade. Logo em seguida, o grupo tentou atear fogo no estabelecimento.

Este post tem um comentário
  1. A política do meio e o fim!
    Aqui na nossa região pela qual abrange esta inquietação,desagregação e clamou social,tudo por culpa do PT,partido salteadores de estradas.
    Esta sociedade rural e suas famílias viviam há trinta anos em paz com dignidade e trabalhando para o sustento de uma economia regional que produzia emprego e renda.
    A sociedade remanescente dos nossos ancestrais que são os verdadeiros donos da terra,viviam em paz e com fartura e preservando sua história.
    O governo do PT,espalhou seus genes no Supremo Tribunal Federal,para colocar o meio e o fim de sua nociva política aos homens de bem deste país.
    O que os antigos militantes e advogados da Cut e sindicalistas foram nomeados Ministros da Maior Corte do Brasil,transformando num sindicato a serviço destes meliantes dos sem terras transvestidos de índios.
    O meio e o fim,acabar com os produtores deixando as famílias na miséria para viver como mendigos com o “bolsa família” e as terras serem usada como plantio de maconha.
    O plantio de maconha já ocorre na região norte do Brasil,segundo o general Augusto Heleno,então comandante da Amazônia,disse que a política
    indigenista é arcaica,caótica e nociva a soberania nacional.
    Hoje o exercito brasileiro é impedido de adentrar nos território dos Índios e os traficantes de cocaína e armamentos estão infiltrado nesta sociedade.
    O general citou que um posto do exercito na fronteira foi atacado pelas Farcs da Colômbia e feriu alguns soldados e um foi assassinado,o general solicitou ampliar e reforçar as fronteiras do Brasil
    O governo do PT,o que fez,remanejou o general e deixou as fronteiras livres para os invasores que são os traficantes de drogas e armamentos
    livres para comercializar no nosso país.
    Agora o governo do PT ao invés de de enviar as Forças Armadas do Brasil,para preservar a soberania nacional,manda coagir e humilhar matar
    os homens,mulheres e crianças de bem do nosso Brasil.
    A política do meio e o fim!

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top