skip to Main Content
5 de abril de 2020 | 12:59 am

OPERAÇÃO VESÚVIO: MILIONÁRIO SUL-BAIANO ESTÁ FORAGIDO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Um dos empresários mais ricos do sul da Bahia, Eugenildo Almeida Nunes, está foragido desde a manhã desta sexta-feira (30). Ele, a esposa, Jane Oliveira, e as filhas Rejane Oliveira Nunes e Aline Hussel Oliveira estão sendo procurados pela Polícia Civil, acusados de cometer fraude fiscal superior a R$ 90,5 milhões.
A fraude foi cometida usando empresas distribuidoras de alimento e postos de combustíveis no sul da Bahia, segundo a força-tarefa que envole Polícia Civil, Procuradoria-Geral do Estado, Ministério Público Estadual e Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz).
A força-tarefa envolveu 49 policiais civis, 3 promotores de justiça e 16 servidores da Sefaz na operação em Itabuna, Jequié, Ubatã, Caravelas, Ibirapitanga e Ipiaú.
Além de Eugenildo, a esposa e as filhas, também estão foragidos Marcus Paulo Pereira Nunes e uma irmã do do milionário, Rita Almeida Nunes.
A esposa, filhas, irmã e um “sócio” eram membros do esquema, segundo a polícia civil. Uma mulher foi presa em Jequié, onde a polícia cumpriu seis mandados de busca e apreensão.
Eugenildo responde a crime contra a ordem tributária. O processo corre na Vara Federal de Jequié. De acordo com as investigações, o esquema conta com 41 empresas e detém 48 imóveis, entre fazendas, terrenos e prédios residenciais e comerciais.
Denúncias recebidas pela Sefaz apresentam indícios de sonegação fiscal e interposição fictícia de pessoas na constituição dessas empresas.
Para as fraudes contra o fisco, eram cometidos crimes como blindagem patrimonial, por meio de doação de bens a familiares, simulações de alterações contratuais e constituição ou compra de empresas em nome de familiares e empregados de empresas do grupo.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top