skip to Main Content
14 de julho de 2020 | 03:31 am

PARA SOUTO, INFLUÊNCIA DE DILMA NA ELEIÇÃO BAIANA SERÁ MENOR

Tempo de leitura: < 1 minuto

paulosoutoPaula Pitta | A Tarde
O democrata Paulo Souto, candidato à sucessão estadual, minimizou a influência da presidente Dilma Rousseff na eleição baiana. O ex-governador disse que o cenário atual é diferente do de 2006 quando a aliança com o governo federal foi decisivo na vitória do governador Jaques Wagner.
“Eu vinha com uma vantagem excepcional, mas veio um movimento nacional que interferiu na eleição na Bahia. Hoje a situação é completamente diferente e a influência é menor”, falou nesta quarta-feira, 6, em entrevistas as rádios Cruzeiro AM, Cultura AM e Romântica FM.
Paulo Souto argumentou que apesar das pesquisas de intenção de voto indicarem sua vitória, a aliança de Wagner com o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva influenciou na reta final. O democrata disse que não acredita que isso se repita esse ano, já que a aprovação da presidente Dilma não é semelhante a de Lula.
Leia mais n´A Tarde

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top