skip to Main Content
6 de julho de 2020 | 04:17 pm

EDUARDO CAMPOS MORRE EM ACIDENTE AÉREO

Tempo de leitura: < 1 minuto

eduardo-camposO deputado federal Julio Delgado (PSB-MG) acabou de confirmar a morte do candidato à Presidência Eduardo Campos, do PSB.
Delgado deixou o Conselho de Ética emocionado e disse que falou com o presidente do PSB de São Paulo, Marcio França, que confirmou que não houve sobreviventes na queda do avião, em Santos.
A aeronave caiu por volta das 10h. De acordo com o Comando da Aeronáutica, o Cessna 560XL, prefixo PR-AFA,  decolou do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino ao Aeroporto de Guarujá (SP).
Quando se preparava para pouso, o avião arremeteu devido ao mau tempo. Em seguida, o controle de tráfego aéreo perdeu contato com a aeronave.
Marina Silva, vice na chapa de Eduardo Campos, não estava no avião. Informações da Agência Brasil.
Atualização às 14h30min
Além do presidenciável socialista, também morreram na queda da aeronave outros seis ocupantes: os pilotos Geraldo Cunha e Marcos Martins, o assessor de imprensa Carlos Augusto Leal Filho, Pedro Valadares Neto, Marcelo Lira e o fotógrafo Alexandre Gomes e Silva. Campos morre em um mesmo dia (13 de agosto) em que faleceu o avô e criador político, Miguel Arraes.
LUTO OFICIAL
A presidente Dilma Rousseff suspendeu as atividades de sua campanha por três dias e decretou luto oficial por igual tempo. Dilma lamentou a morte de Eduardo Campos. “Perdemos hoje um grande brasileiro, Eduardo Campos. Perdemos um grande companheiro”, disse ela.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top