skip to Main Content
9 de julho de 2020 | 09:04 am

LULA DEFENDE REELEIÇÃO DE DILMA E DIZ QUE VOLTA "DISPOSTO" E COM "FORÇA" EM 2018

Tempo de leitura: 2 minutos
Lula, que anuncia retorno em 2018, puxa voto para Rui Costa (Foto Vaner Casas/BApress).

Lula, que anunciou retorno em 2018, puxa voto para Rui Costa (Foto Vaner Casaes/BApress).

Marival Guedes, para o PIMENTA
Lula afirmou hoje à noite, em Salvador, que será candidato a presidente da República em 2018. É a primeira vez que o ex-presidente fala em disputar o comando do país, após governá-lo por dois mandatos, de 2003 a 2010.
– Aí eles vão falar “Dilma mais 4 anos e depois esse tal de Lula quer ficar mais 4”. Em 2018 eu vou estar com 72 anos e disposto [a disputar a presidência novamente] – frisou, reforçando que “enquanto estiver vivo e tiver força”, não vai permitir o retorno daqueles que, na sua concepção, atrasaram o país.
Diante de um público de mais de dez mil pessoas, o ex-presidente disse enxergar que o ódio contra o seu partido, o PT, é ideológico.
[Quando estava na presidência] Eu pensava que era porque era torneiro mecânico e gente do povo. Mas não. Dilma é formada e o ódio continua. O ódio [contra o PT] é ideológico. Eles não querem o pobre viajando de avião e comendo melhor.
VOTO PARA RUI E OTTO
Ainda no comício em Salvador, Lula saiu em defesa de Rui Costa e Otto Alencar. “O povo não pode permitir que a Bahia volte a ser governada pelo atraso”. O ex-presidente fez um paralelo ao dizer que, antigamente, o coronel tinha fazenda e chicote.
– Hoje ele tem um canal de televisão e um jornal. Com isso, eles vão tentando fazer a cabeça das pessoas e nós não podemos permitir. A gente não quer mais senhor de engenho não. A gente quer fazer parte do bolo”.
O ex-presidente voltou a sair em defesa de Dilma ao falar do enfrentamento da crise econômica. “Dilma enfrentou a crise sem demitir”, observou, sem esquecer que a receita defendida pelos opositores pregava “demissões”.
Ele ainda citou números como a geração de 11 milhões de emprego em pouco mais de uma década e que hoje a inflação anual fica em torno de 6%, enquanto em 1986, citou, chegava a 86% ao mês.

RACISMO LEVA STJD A EXCLUIR GRÊMIO DA COPA DO BRASIL

Tempo de leitura: < 1 minuto

Da Agência Brasil
O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), por meio da 3ª Comissão Disciplinar, decidiu hoje (3) excluir o Grêmio da Copa do Brasil por causa do crime de racismo, ocorrido no dia 28 de agosto, em partida contra o Santos, quando o goleiro santista Aranha foi xingado por torcedores e chamado de macaco. O time gaúcho também foi multado em R$ 50 mil. A decisão foi unânime, por quatro votos.
Embora a defesa do Grêmio tenha pedido a absolvição do clube, alegando que os envolvidos no caso de racismo eram cinco pessoas, dentro de uma torcida de 30 mil pagantes, os integrantes do STJD entenderam que a pena tem caráter pedagógico contra atitudes de racismo. Para o presidente da 3ª Comissão Disciplinar, Fabrício Dazi, a decisão mostra para os clubes que precisam ser responsáveis por suas torcidas e também demonstra ao mundo que o Brasil não é complacente com o racismo em campo.
O juiz da partida, Wilton Pereira Sampaio, foi suspenso por 90 dias e multado em R$ 1.600 por não ter incluído na primeira versão da súmula do jogo a reclamação de Aranha, tendo colocado apenas em um adendo, posterior ao final da partida, quando tomou conhecimento do fato por imagens da televisão.
Os dois auxiliares e o quarto árbitro foram suspensos por 60 dias e multados em R$ 1.000.
Os torcedores identificados foram condenados e não poderão comparecer ao Estádio do Grêmio por 720 dias.
O presidente do Grêmio, Fábio Koff, informou que vai recorrer da decisão.

COMÍCIO DE RUI E OTTO COM LULA ATRAI MAIS DE 10 MIL PESSOAS EM SALVADOR

Tempo de leitura: 2 minutos
Rui, Lula, Wagner e Otto Alencar em comício há pouco em Salvador.

Rui, Lula, Wagner e Otto Alencar em comício há pouco em Salvador.

O ex-presidente Lula foi a principal estrela do comício do candidato ao governo baiano pelo PT, Rui Costa, e ao Senado, Otto Alencar (PSD), hoje à noite em Salvador. O evento atraiu cerca de dez mil pessoas à Praça da Revolução, em Periperi, no Subúrbio Ferroviário.
Lula defendeu a eleição de Rui Costa e Otto Alencar, além da reeleição da presidente da República, Dilma Rousseff, em evento em que foi ovacionado. Além dos candidatos Rui Costa e Otto Alencar e do vice na chapa petista, João Leão (PP), também participaram o governador Jaques Wagner e candidatos a deputado, além de lideranças estaduais.
Ao lado do ex-presidente, Rui Costa disse que o estado avançou com Wagner e o novo projeto é para avançar ainda mais: – Um projeto que, com Lula e Dilma, já fez a maior transformação social e econômica nesse país. E que, na Bahia, com Wagner, tirou milhões da miséria, deu acesso à água e à luz a mais de 6 milhões de baianos – disse, lembrando que visitou mais de 120 municípios desde o início da campanha e o que viu lhe dá a certeza da vitória.
Ainda no palanque, Rui informou que a transformação no país também chega ao subúrbio da capital baiana. A região do Subúrbio Ferroviário, segundo ele,  receberá R$ 600 milhões em obras, que incluem a revitalização da orla marítima. A autorização de liberação da verba já foi assinada pela presidente Dilma Rousseff, segundo ele.
OTTO: HOMENAGEM A WALDIR
O candidato ao Senado pelo PSD, Otto Alencar, criticou “pesquisas encomendas” (alfinetada no Ibope) em que tanto ele como Rui Costa aparecem em segundo lugar, mas opositores ligados à Família Magalhães (dona da Rede Bahia) lideram com boa margem ao Senado e ao governo baiano.
Otto prometeu, se eleito, dedicar a sua vitória a Waldir Pires, no que foi interpretado também como outra cutucada nos carlistas, acusados de fraude eleitoral que custou o mandato de Waldir.

IBOPE: DILMA VAI A 37% E MARINA, 33%. AÉCIO CAI A 15%

Tempo de leitura: < 1 minuto
Dilma recupera 3 pontos, Marina sobe 4 e Aécio cai.

Dilma recupera 3 pontos, Marina sobe 4 e Aécio cai.

Pesquisa Ibope divulgada há pouco pelo jornal O Estado de S. Paulo mostra que a presidente Dilma Rousseff (PT) recuperou três pontos e Marina Silva (PSB-Rede) subiu quatro.
Dilma aparece com 37% e Marina com 33%.
Marina, porém, venceria no segundo turno, com sete pontos percentuais de vantagem, por 46% a 39%. Na pesquisa divulgada na semana passada, a vantagem era maior: 45% a 36%. Em cenário Dilma contra Aécio, a presidente vai a 47%, enquanto Aécio cai para 34%.
A pesquisa Ibope de hoje ainda revela que Aécio Neves (PSDB) caiu quatro pontos e agora está com 15%. Pastor Everaldo (PSC) tem 1%. Os demais presidenciáveis não chegam a 1%, segundo o Ibope.
O percentual de brancos e nulos atinge 7% e de indecisos, 5%. A pesquisa foi feita de 31 de agosto a 2 de setembro. Foram consultados 2.506 eleitores em 175 municípios. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-00514/2014.

O CONSERVADORISMO E A ELEIÇÃO DE 2014

Tempo de leitura: 3 minutos

professor júlio c gomesJulio Cezar de Oliveira Gomes | advjuliogomes@ig.com.br

Pressionada, entre outros, pelo poderoso pastor Silas Malafaia, Marina recuou na proposta de reconhecer o casamento entre pessoas do mesmo sexo, restringindo-se a apoiar o que, simplesmente, já existe: a legalidade da união civil homoafetiva com base em decisões do STF.

Definitivamente, a agenda e as propostas conservadoras tomaram conta das eleições de 2014, sobretudo no que toca à disputa pela Presidência da República.
Após a morte de Eduardo Campos e a ascensão de Marina Silva à cabeça da chapa de sua coligação e ao topo da disputa, o que se passou a ver, de forma cada vez mais explícita, foi a disputa pelo voto mais conservador, por meio das negociações com os líderes desses setores, traduzindo-se em compromissos políticos e programáticos cada vez mais próximos daquilo que desejam os chamados setores da direita.
Foi assim que, pressionada, entre outros, pelo poderoso pastor Silas Malafaia, Marina recuou na proposta de reconhecer o casamento entre pessoas do mesmo sexo, restringindo-se a apoiar o que, simplesmente, já existe: a legalidade da união civil homoafetiva com base em decisões do STF.
Estes mesmos setores exigem de Marina uma posição formal quanto à não legalização do aborto e das drogas, solidamente calcados nos milhões de votos que possuem.
Para não ficar para trás, e tentando recolocar-se no centro da disputa presidencial Aécio Neves incluiu formalmente em suas propostas a revisão da legislação que trata de pessoas com 16 e 17 anos que cometem crimes graves, tais como homicídio.
Esta corrida ao conservadorismo deixa a presidente e candidata Dilma em uma situação muito difícil. Ceder a este tipo de programa político seria, em princípio, romper com as expectativas daqueles que historicamente votam nela; e não fazê-lo significa deixar a bola da vez e as demandas sociais nas mãos de seus adversários, sobretudo de Marina Silva, que muda suas propostas de governo com rapidez e facilidade de causar inveja até às mais velhas e ferinas raposas da política brasileira.
Em parte, é preciso dizer, os brasileiros se sentem contemplados por esta agenda conservadora, sobretudo no que toca à segurança pública. Não podemos mais dar tanta atenção aos direitos das chamadas minorias sociais em um país onde ocorreram, em 2012, 56 mil homicídios, segundo números do próprio Governo Federal; onde não se tem mais tranquilidade para trabalhar ou sair às ruas, e onde o Estado parece curvar-se cada vez mais diante do crime.
Quanto à sexualidade, me coloco entre aqueles que entendem que a vida privada e afetiva é problema de cada um, desde que guardem o devido respeito às demais pessoas. Mas não sei se a maior parte da população brasileira pensa deste mesmo jeito, ou se só diz isto para parecer “moderninho”, uma atitude muito ao gosto do brasileiro.

Leia Mais

MODELO AINDA AGUARDA SELETIVA DO BBB15

Tempo de leitura: < 1 minuto
Suelen ainda fará seleção.

Suelen ainda fará seleção.

Do Ibahia

Suelen Valiense, modelo fotográfica que vai estampar o ensaio da revista Conectado do mês de setembro, conversou com o iBahia na tarde da última terça-feira (02) e revelou que teria passado em duas etapas para concorrer a uma vaga no BBB 15 uma, inclusive, na capital baiana.  “Participei da seletiva em Salvador e passei em duas etapas, mas a produção ainda não manteve contato comigo. Estou ansiosa”, revelou na ocasião.

No entanto, a informação passada pela modelo vai de encontro com o site do BBB, que anuncia a seletiva em Salvador nos dias 4 e 5 de setembro.
Após a repercussão, Suelen procurou o iBahia no início da tarde desta quarta-feira (3), para fazer uma retratação. Segundo a jovem, ela não participou de nenhuma seletiva para o reality. “Me inscrevi e meu fã-clube está fazendo torcida para que eu seja uma das selecionadas”.

POLO DA UNISA EM DIFICULDADES

Tempo de leitura: < 1 minuto

unisa2Apesar do grande avanço do ensino superior a distância, algumas instituições desta modalidade têm enfrentado sérias dificuldades na Bahia. Um destes exemplos é o polo itabunense da Universidade Santo Amaro (Unisa), instituição ligada à Igreja Adventista.
As dificuldades são atribuídas à matriz da Unisa, em Santo Amaro (SP). O polo sul-baiano se queixa dos constantes atrasos no repasse de recursos, o que tem atingido até mesmo funcionários. Credores também reclamam.

OBRAS DO CANAL ESTÃO PARADAS HÁ 2 ANOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

As obras de cobertura e urbanização do canal da Avenida Amélia Amado (Canal Lava-pés) estão paradas há quase 2 anos. O trecho que ainda não foi concluído tem cerca de 300 metros e vai do cruzamento com a Cinquentenário até o Rio Cachoeira.
A obra foi paralisada em dezembro de 2012. Auditoria constatou várias irregularidades na cobertura do canal e no sistema de drenagem, segundo o jornal A Região. O Ministério da Integração liberou mais de R$ 10 milhões para a obra, que tem custo estimado em mais de R$ 12 milhões.
O ministério informou que somente liberará mais dinheiro após uma auditoria nos gastos e execução. A visita de técnicos do governo federal é aguardada desde setembro do ano passado. O atraso encareceu a obra. O município precisará de mais R$ 4 milhões, pelo menos, para concluí-la.

TJ-BA JULGARÁ RECURSO QUE PODE ASSEGURAR MAIS 8 JUÍZES PARA ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Andirlei Nascimento, da OAB, pressiona por mais juízes em Itabuna.

Andirlei Nascimento, da OAB, pressiona por mais juízes em Itabuna.

A Comarca de Itabuna terá mais oito juízes e, para isso, basta a presidência do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) homologar as transferências dos magistrados.  Parte dos novos juízes pediu apoio à subseção local da OAB para acelerar o processo de transferência, segundo o presidente da entidade, Andirlei Nascimento.
A OAB encaminhou ofício ao tribunal e entrou em contato com desembargadores, segundo o presidente da entidade. Andirlei afirmou que os desembargadores compreenderam a urgência do pedido e se comprometeram a levar a pauta ao presidente do TJ-BA, Eserval Rocha. A previsão é de que essa homologação saia nesta quinta (4).
“Dentro em breve, teremos oito juízes que irão suprir a vacância em algumas varas, principalmente as criminais”, observou Andirlei. A celeridade na homologação das transferências, pontua o advogado, imprimirá celeridade maior à justiça itabunense. “Não beneficia apenas o advogado, mas, sim, toda a comunidade, que terá prestação jurisdicional mais rápida e eficiente”.
 

EMPRESÁRIOS QUEREM HORÁRIO DE VERÃO NA BAHIA

Tempo de leitura: < 1 minuto

relógio1Pouco mais de um mês antes do início do horário de verão em vários estados brasileiros, o setor empresarial baiano vai voltar a pressionar o governo do estado para que os relógios da Bahia sejam adiantados em uma hora.
O horário de verão 2014-2015 está previsto para começar no dia 19 outubro de 2014 e terminar no dia 22 fevereiro 2015, ambos caindo num domingo.
Em 2002, 2003, 2010, 2012 e 2013 a Bahia ficou fora da alteração. Mas no horário de verão de 2011-2012, a Bahia foi o único estado da região Nordeste que adotou a medida, e, segundo o governo do estado, a maior parte da população reagiu mal.
O presidente da Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação (FeBHA), Sílvio Pessoa, enviou ofício com a solicitação ao ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, e ao governador da Bahia, Jaques Wagner. Leia mais n´A Tarde

Back To Top