skip to Main Content
27 de janeiro de 2021 | 04:18 pm

BAHIA REGISTRA MAIS DE 3 MIL CASOS DE ABUSOS CONTRA CRIANÇAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Da Tribuna da Bahia
O Ministério Público do Estado da Bahia começou essa semana a mapear o estado de todos os Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), órgão estatal que oferece serviços especializados a famílias e indivíduos em situação de ameaça, do estado.
A ação tem o objetivo de fortalecer as unidades da instituição possibilitando maior atenção e amparo a estas crianças e adolescentes que sofrem ou já sofreram violência. “Estamos mapeando a estrutura e funcionamento dos Creas, bem como a capacidade de atendimento em todo o estado, para possibilitar a atuação do MP e uma cobrança efetiva deste órgão. Vamos analisar se tem condições necessárias para dar a devida atenção às vítimas de violência sexual, como prevê a legislação brasileira”, explica a promotora do MP-BA e coordenadora do Centro de Apoio Operacional da Criança e do Adolescente. A previsão é entregar o levantamento até final do ano.
De acordo com os dados do Centro de Defesa da Criança e do Adolescente (Cedeca), na Bahia, 3 mil crianças são vítimas de abuso sexual por ano e Salvador é a terceira cidade que mais registra casos.
O Ministério Público do Estado lança anualmente a Campanha contra a violência sexual. Recentemente o Tribunal de Justiça inaugurou a sala do depoimento especial, com profissionais habilitados para tratar do assunto.
Em 2011 foram 4.428 casos de violência sexual contra crianças e adolescentes. No ano seguinte o número praticamente se repetiu.  Isso se deu, conforme a Promotora Guedes, devido ao lançamento da campanha que teve como madrinha a cantora Ivete Sangalo. “O forte apelo midiático e o apoio de Ivete Sangalo, que foi madrinha da campanha, gerou a conscientização de grande parte das pessoas, que começaram a denunciar através do Disk 100”, disse.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top