skip to Main Content
21 de junho de 2021 | 02:17 pm

DILMA E WAGNER CRITICAM DISCRIMINAÇÃO DO PSDB CONTRA NORDESTINOS

Tempo de leitura: 2 minutos
Dilma durante trajeto até à Colina Sagrada nesta quinta (Foto Mateus Pereira).

Dilma durante trajeto até à Colina Sagrada nesta quinta (Foto Mateus Pereira).

Marival Guedes
A presidenta Dilma Rousseff, em visita hoje (9) a Salvador, criticou os ataques discriminatórios que o nordeste vem sofrendo por causa da expressiva quantidade de votos que ela obteve nesta região. A discriminação é alimentada por setores do PSDB, do candidato Aécio Neves, a  exemplo das declarações do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso em entrevista ao portal UOL, um dia após o primeiro turno das eleições.
O ex-presidente tucano disse que “o PT está fincado nos menos informados, que coincide de ser os mais pobres. Não é porque são pobres que apoiam o PT, é porque são menos informados”, atacou. Dilma disse que não se pode deixar de valorizar a diversidade e considerou muito grave atribuir a sua votação ao discurso de que as pessoas que votaram nela não são qualificadas, são desinformadas, não sabem o que estão fazendo.
Essa é uma conversa velha, disse, e afirmou: “vim aqui dizer que não só agradeço, mas eu respeito extremamente essas pessoas, esses cidadãos e cidadãs que votaram em mim e me orgulham muito esses votos”. A presidenta pontuou ainda que “sem o Nordeste, sem a Bahia, este país não seria a nação que nós amamos, não seria o país que defendemos e pelo qual lutamos todos os dias.”.
Acompanhando a presidente-candidata, Wagner criticou o que classificou de mentiras, proferidas pelos opositores durante a campanha e a discriminação após a derrota. “Mentiram muito, mas a mentira tem pernas curtas, disse Wagner em tom de desabafo.
Para o governador, “a palavra encanta, mas o que sustenta é o trabalho realizado”. Ele agradeceu o apoio e disse que ficou muito gratificado por ter elegido um jovem para governar a Bahia.
DISCRIMINAÇÃO
Quanto à discriminação contra o povo nordestino, o governador disse que, “no desespero, eles estão destilando o ódio. Isso é preocupante. Não vamos tirar o valor da paz interna do nosso povo, do nosso país. Somos todos brasileiros, cada região com suas características”.
Rui Costa, eleito governador com 54,53%, agradeceu e reafirmou compromissos. Disse que não vai descansar “até o dia da eleição para que Dilma tenha mais votos que teve no primeiro turno”. A presidente venceu em todos os municípios baianos, com exceção de Buerarema, que receberá as visitas do governador Jaques Wagner e Rui Costa na próxima semana.
No encontro, representando as prefeituras, discursou a prefeita de Nova Redenção, Ana Guadalupe. onde Dilma teve 87,69% dos votos e Rui 88,70%. Ela agradeceu a atenção que os governos Wagner e Dilma deram aos municípios e disse confiar que o projeto terá segmento.
O vice-governador eleito, João Leão destacou os programas sociais e os investimentos em infraestrutura a exemplo das obras da Ferrovia de Integração Leste Oeste.

Já Otto Alencar, que derrotou Geddel na disputa pela vaga do senado agradeceu às lideranças, população,Wagner e Dilma. Ele também mandou os agradecimentos para o ex-presidente Lula. Otto aproveitou e prestou homenagem ao vereador Waldir Pires, ex-governador da Bahia. Após a reunião no Museu do Ritmo, a comitiva visitou o memorial Irmã Dulce e foi a Igreja do senhor do Bonfim onde foi recebida por uma multidão.
Atualizada às 11h51min

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top