skip to Main Content
6 de abril de 2020 | 03:32 pm

BAHIA: ELEITOS DISCUTEM ESTRATÉGIA PARA CAMPANHA DE DILMA NO 2º TURNO

Tempo de leitura: 2 minutos
Everaldo Anunciação discursa ao lado do governador eleito, Rui Costa, e de dirigentes de partidos aliados.

Everaldo discursa ao lado do governador eleito, Rui Costa, e de dirigentes de partidos aliados.

A estratégia da campanha de Dilma Rousseff na Bahia para este segundo turno foi discutida nesta segunda (13), no Hotel São Salvador, na capital baiana. Participaram da reunião o governador eleito, Rui Costa, além do vice, João Leão, do senador eleito, Otto Alencar, além de prefeitos e deputados, além do presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo.
A reunião foi convocada pelo presidente do partido e coordenador da campanha de Dilma no estado, Everaldo Anunciação, que agradeceu o empenho da militância e de dirigentes do PT e de legendas coligadas. Para Everaldo, “todos estão motivados para ampliar a quantidade de votos para Dilma, contribuindo para sua reeleição”.
Rui defende reeleição de Dilma para fortalecer gestão na Bahia.

Rui defende reeleição de Dilma para fortalecer gestão na Bahia.

O governador eleito, Rui Costa, confirmou que, até o final do segundo turno, visitará vários municípios para agradecer e, também, pedir votos para Dilma. E vai pedir voto, inclusive, “até mesmo daqueles que não votaram em Dilma no primeiro turno”.
Rui disse entender que, com a vitória do PT no estado, é necessário falar sobre a importância de um governo federal alinhado, “que pode muito ajudar a Bahia”. “As comparações entre os governos Dilma e Lula e os anteriores são os nossos carros-chefes”. Ele diz que “os números mostram que fizemos muito mais e a maioria da população entendeu isto”.
João Leão também destacou os avanços do governo Dilma em todas as áreas e falou “que nenhum fez tanto pela Bahia.”.  Nesta mesma linha, Otto Alencar. “É só mostrar o que foi feito, e comparar, que venceremos a eleição”.

VOX POPULI: DILMA TEM 45% E AÉCIO SURGE COM 44%

Tempo de leitura: < 1 minuto
Aécio e Dilma aparecem empatados em pesquisa Datafolha.

Aécio e Dilma aparecem empatados em pesquisa Vox Populi.

Pesquisa Vox Populi, encomendada pela TV Record, Record News e R7, indica que a presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, e o candidato Aécio Neves (PSDB) estão tecnicamente empatados na corrida ao Palácio do Planalto. A petista, porém, aparece um ponto percentual à frente do tucano, segundo o levantamento divulgado nesta segunda-feira (13).
Em relação às intenções de voto, Dilma Rousseff tem 45% e Aécio Neves aparece com 44%. Os brancos e nulos são 5% do total, enquanto que os eleitores indecisos também somam 5%. Como a margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, os dois candidatos estão empatados tecnicamente.
Considerando apenas os votos válidos, ou seja, sem as intenções votos em branco e nulo e os eleitores que não sabem em quem vão votar, outro empate técnico: Dilma aparece com 51% e Aécio totaliza 49%.
A pesquisa ouviu 2.000 eleitores em 147 cidades de todas as regiões do País entre o sábado (11) e domingo (12). A margem de erro do levantamento é de 2,2 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número BR-01079/2014.

XICO SÁ DEIXA A FOLHA APÓS TER COLUNA VETADA POR APOIAR DILMA. "SÓ PODEM OS REINALDÕES", RETRUCOU

Tempo de leitura: 2 minutos
Xico Sá teve coluna vetada na Folha por apoiar Dilma. "Reinaldões podem", retrucou.

Xico Sá teve coluna vetada na Folha por apoiar Dilma. “Só podem os reinaldões”, retrucou.

Do Brasil 247
O jornalista e escritor Xico Sá pediu demissão da Folha de S. Paulo depois de ter tido um artigo vetado pelo jornal. Na coluna, que seria publicada no sábado 11, no caderno Esporte, ele declarava seu voto na presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição. A informação foi confirmada ao 247 nesta tarde pelo editor-executivo do jornal, Sérgio Dávila. Leia abaixo seu email:
Sim, Xico Sá pediu demissão da Folha. Em sua última coluna semanal, que seria publicada no sábado 11/10 no caderno Esporte, ele declarava voto num dos candidatos à corrida presidencial, o que fere a política do jornal, segundo a qual os colunistas devem evitar fazer proselitismo eleitoral em seus textos. Se quiserem, podem escrever artigo em que revelam seu voto e defendem candidatura na pág. A3 da Folha. Esta opção foi dada a Xico Sá, que recusou a oferta.
No sábado, Xico Sá disparou ataques contra o que chamou de “imprensa burguesa” e contra o candidato Aécio Neves (PSDB) em sua página no Twitter. Ele também declarou seu voto em Dilma na rede social.
“Phoda-se o PT, a merda é q ñ há a mínima manchete contra os outros. ai tá a putaria jornalística e eu,lá de dentro, sei cuma funciona”, escreveu Xico Sá no Twitter. “Amo encher a boca e dizer IMPRENSA BURGUESA. é q só há um lado a fuder, nisso é desonesta, escrota, fdp. P q ñ investigar todos?”, questionou em seguida.
“Nego acha q por trabalhar na imprensa burguesa desde os 18 anos ñ posso ser contra a orientação política dos chefes. oxi,ai q devo ser mesmo. um dia ainda vou contar tudo q a imprensa ñ deixa sair se for contra a orientação política dos grandes jornais. só podem os reinaldões etc”, ameaçou, citando o colunista Reinaldo Azevedo, de Veja.
Sobre as eleições, publicou: “façam bonito, vcs são do jogo, mas o governo brasileiro foi muito importante para o meu povo e eu estou com meu povo. Dilma é foda!!!”. E ainda: “se fosse votar por vcs burguês era Aécio até o talo; mas cuma prefiro votar pelo meu povo da porra e q necessita, é Dilma, carajo”. Xico Sá criticou Aécio e perguntou: “na boa, do fundo del corazón, cuma alguém pode em Aécio? juro q não vou julga-lo por nenhuma das 50 escrotidões q poderia julgá-lo”.

UFSB E CEPLAC

Tempo de leitura: < 1 minuto
Jackson Moreira, Naomar Almeida e Josias em negociação por terreno da Ceplac.

Jackson Moreira, Naomar Almeida e Josias em negociação por terreno da Ceplac.

O deputado federal Josias Gomes comemora a portaria que libera uma área de 37 hectares da Ceplac para a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). A portaria foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) no início do mês.
O terreno – e suas benfeitorias – será agregado aos 110 hectares que os municípios de Itabuna e Ilhéus desapropriaram para a construção do campus e da reitoria da universidade. O campus funcionará numa área que vai do semianel rodoviário até a região da Ceplac.
A área do órgão federal abrigará o parque tecnológico e um núcleo de ciências agrárias. As conversas envolveram a Secretaria do Patrimônio da União (SPU), reitoria da UFSB e a superintendência regional da Ceplac, representada por Juvenal Maynart e Jackson Moreira.

PERIGO EM ITAJUÍPE

Tempo de leitura: < 1 minuto
Combustível é transportado ilegalmente em Itajuípe (Foto Leitor).

Combustível é transportado ilegalmente em Itajuípe (Foto Leitor).

Denúncia de moradores de Itajuípe revela que a prefeitura está transportando e estocando, ilegalmente, combustível usado pela frota municipal. A estocagem é feita no “Barracão da Prefeitura”, na Rua Basílio de Oliveira, região central da cidade.
Moradores de áreas próximas ao galpão usado pelas secretarias de Desenvolvimento Urbano e de Meio Ambiente reclamam que estão sendo expostos a risco pela prefeitura. Não apenas óleo diesel e querosene são estocados no galpão. Gasolina, também.
Os carros da frota são abastecidos no galpão, mesmo a prefeitura comprando combustível em uma empresa que possui posto na cidade. A gasolina é transportada em galões ou bombonas de Itabuna para Itajuípe. “Não poderiam abastecer no posto aqui em Itajuípe?”, questiona um morador que teme pela estocagem ilegal e inapropriada.
Resta saber o que têm a dizer a Polícia Federal e o Corpo de Bombeiros, que já teriam sido acionados pelos moradores.

DIFICULDADES DE DILMA EM ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Dilma: dificuldades em Itabuna.

Dilma: dificuldades em Itabuna.

A campanha de Dilma Rousseff enfrenta problemas em Itabuna. Faltam carros de som e material de campanha, o que abre ainda mais espaço para o adversário. Parecendo alheios a tudo isso, alas do PT e aliados se desgastam em enfrentamentos.
Dentro do PT, grupos ligados a Geraldo Simões mantêm embates com a ala de Miralva Moitinho e do deputado Josias Gomes. Um quer provar que tem mais força que o outro.
De um lado, o grupo ligado à ex-presidente Miralva Moitinho reclama que o deputado federal Geraldo Simões tem programado atividades para o mesmo horário da majoritária – mas em locais diferentes. A leitura é que, por mais que se faça críticas, o PT itabunense é “geraldodependente”.
Do outro lado da peleja, geraldistas afirmam que a missão do grupo de Miralva é detonar o deputado não reeleito. A briga ainda tem outro componente, a foice do PCdoB, que engrossa, estrategicamente, o grupo de Miralva (leia-se Josias Gomes) nas críticas a Geraldo. Mais que isso, há resistência dos comunistas em irem às ruas com o 13 do PT, que é o número que quem vota em Dilma deve cravar nas urnas. Os comunistas preferem ir com a bandeira 65, número de legenda do PCdoB.
O “fogo amigo” consome o partido e afeta a campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff. Aecistas agradecem.

CONCURSOS OFERECEM 44,7 MIL VAGAS; SALÁRIO PODE CHEGAR A R$ 23,9 MIL

Tempo de leitura: 8 minutos

petrobras

A semana começa com mais de 44 mil oportunidades em concursos públicos em todo o país. São mais de 100 certames e total de 44.773 vagas para todos os níveis.
A oferta salarial pode alcançar R$ 23.997,18, a exemplo do concurso para o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 1ª Região, no Rio de Janeiro.
Levantamento da Folha Dirigida aponta que 22.162 vagas exigem nível superior. Quem possui nível médio, pode disputar 11.701 vagas. As demais são destinadas a nível técnico (3.228), enquanto 7.682 exigem, pelo menos, o nível fundamental.
Na Bahia, a Prefeitura de Olindina oferece 188 vagas para todos os níveis. O salário pode alcançar R$ 3 mil, a depender da vaga em disputa. Ainda no estado, oferta de vaga em concurso da Petrobras. Confira no “leia mais” as vagas disponíveis e os editais.

Leia Mais

RUI EM ITABUNA E BUERAREMA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Rui Costa, ao centro, na última visita a Itabuna, em setembro (Foto Pimenta).

Rui Costa, ao centro, na última visita a Itabuna, em setembro (Foto Pimenta).

O governador eleito da Bahia, Rui Costa, visitará Itabuna nesta semana. Virá agradecer a votação obtida no sul da Bahia e, ao mesmo tempo, pedir “renovação” de votos em Dilma Rousseff.
Rui reafirmará compromisso com projetos estruturantes para o sul da Bahia – dentre eles a duplicação da Rodovia Ilhéus-Itabuna e Complexo Porto Sul, além da Barragem do Rio Colônia.
A data da visita ainda não foi divulgada. O petista também irá a Ilhéus. Ontem, Rui esteve em Iraquara, cidade onde obteve 89,97% dos votos válidos.
BUERAREMA
A visita se estenderá, ainda, a Buerarema. Junto com o deputado Marcelo Nilo e o deputado eleito Robério Oliveira, Rui acompanha Jaques Wagner na entrega de patrol e assinatura de ordem de serviço para modernização da feira do município, obra pedida pelo prefeito Guima Barreto e pelo vereador Elio Almeida, ambos do PDT.

FG NA ATIVA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Fernando aposta fichas em Aécio.

Fernando aposta fichas em Aécio.

O ex-prefeito Fernando Gomes anda animado com as possibilidades eleitorais do tucano Aécio Neves. Prometeu investir em 20 carros de som para fazer a campanha do candidato a presidente da República pelo PSDB em Itabuna. A ação ousada foi prometida para o início desta semana.
O grupo de Fernando é responsável pela ofensiva por Aécio em Itabuna. Pelo menos no visual, a campanha tucana ganha – disparadamente – dos petistas com Dilma Rousseff.
Não custa lembrar que, no primeiro turno, Aécio foi o segundo mais votado no maior município sul-baiano. Por aqui, Dilma obteve 45.863 votos (44,09%) contra 36.145 (34,75%). Marina (PSB) obteve 19.640 (18,88%).
 

DEPUTADOS CONTINUAM EM CAMPANHA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Assembleia Legislativa baiana.

Assembleia Legislativa baiana.

Da Tribuna da Bahia
Em meio às contas de quem sai e quem permanece na legislatura 2015/2018, diante da proclamação provisória dos resultados, os parlamentares eleitos adiaram o retorno das atividades, principalmente, a perspectiva de realizarem votações na Assembleia Legislativa.
O segundo turno presidencial que leva para o embate a presidente Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) é uma das motivações. Pelo menos no PT e na bancada da oposição, o clima de campanha prossegue pelos próximos 15 dias. Estão na pauta projetos que geraram discussões, durante todo o ano, a exemplo das Leis de Organização Básica da Polícia Militar e dos Bombeiros.
Está para ser apreciado o projeto que disciplina a atividade de despachante documentalista, as chamadas emplacadoras, da Bahia junto ao Detran; o projeto que cria a entrância especial do Judiciário para as cidades de Alagoinhas, Paulo Afonso e Porto Seguro; os projetos de estruturação do TCE e do TCM e a proposta que pede autorização do empréstimo de R$ 800 milhões do PAC mobilidade para a aplicação na construção da Linha 1 – Tramo 3 do metrô, que ligará Cajazeiras, Águas Claras e Pirajá. Confira

Back To Top