skip to Main Content
21 de fevereiro de 2020 | 09:14 pm

SOLLA NO MINISTÉRIO DA SAÚDE

Tempo de leitura: < 1 minuto
Solla é cotado para Ministério da Saúde (Foto Pimenta).

Solla é cotado para Ministério da Saúde (Foto Pimenta).

O nome de Jorge Solla, deputado federal eleito e ex-secretário da Saúde da Bahia, está sendo cogitado para assumir o Ministério da Saúde, a partir de 1º de janeiro, em substituição a Arthur Chioro.
Solla já foi Secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, após gestão premiada como secretário municipal de Saúde de Vitória da Conquista.

INTELIGÊNCIA NORDESTINA

Tempo de leitura: 2 minutos

Mariana FerreiraMariana Ferreira |mariana.sferreira90@gmail.com
 

O discurso de que o Bolsa Família é o que sustenta a maioria dos nordestinos é um mito comprovado em levantamento da Universidade Federal de Alagoas. Segundo os dados, existem mais pessoas que recebem da Previdência ou têm emprego formal do que beneficiários do programa de distribuição de renda.

 
Alegra-me poder discordar de quem acredita que nordestino é ignorante ou esfomeado. A visão, arcaica como é, desmonta-se na realidade. É fortunoso visualizar que o nordestino, bem como moradores de outras regiões do Brasil, não tem mais a miséria como motivo prevalente para estar em São Paulo, o que é a grande crítica do anti-nordestino, especialmente quando um petista ganha as eleições presidenciais.
Mudar-se para São Paulo não é demérito nenhum, ser nordestino e ir morar lá também não, simplificar essa relação, atrelando-a à pobreza e ignorância, é mera bobagem e completa desinformação. De toda forma, é interessante perceber como essa realidade foi modificada ao longo dos últimos anos, afinal, o Nordeste é a região com maior retorno de migrantes, segundo o IBGE.
E há motivos políticos para isso. Quer se queira ou não, após doze anos do PT conduzindo o governo federal, temos simplesmente um milhão de estudantes a mais no ensino superior no Nordeste, temos sete das dezoito universidades federais criadas nesse período em todo o Brasil, e todas fora das capitais e ainda com unidades em mais de um município. Temos ainda estudantes no programa Ciências Sem Fronteiras sendo premiados no exterior por inovação, além de um montante de obras estruturantes invejável para outras regiões. O nordestino tem o direito de ficar onde ele quiser, inclusive de voltar para casa, como milhares têm feito nesses novos tempos, já que têm estrutura melhor para isso.
O discurso de que o Bolsa Família é o que sustenta a maioria dos nordestinos é um mito comprovado em levantamento da Universidade Federal de Alagoas. Segundo os dados, existem mais pessoas que recebem da Previdência ou têm emprego formal do que beneficiários do programa de distribuição de renda, que concede ao favorecido o máximo de 175 reais mensais. Paralelamente, têm-se 8,9 milhões de nordestinos com emprego formal, ante 4,8 milhões em comparação a 2002.
Com essa realidade posta, para o nordestino, votar em Dilma é uma preferência racional. Foi o que 71,5% deles deixaram claro nas urnas no último domingo. Não é para menos, já que em oito anos um nordestino fez jus à sua terra e em mais quatro uma mineira fez jus à transformação daquela que se tornou a menina dos olhos do governo federal.
Mariana Ferreira é comunicóloga.

ELEIÇÕES 2014: OAB REPUDIA DISCRIMINAÇÃO AOS NORDESTINOS; VEJA COMO DENUNCIAR

Tempo de leitura: < 1 minuto
Marcus Vinicius Furtado...

Marcus Vinicius Furtado, presidente nacional da OAB (Foto Divulgação).

A OAB repudiou nesta segunda-feira (27) as manifestações de discriminação contra nordestinos após a eleição presidencial ocorrida no domingo (26).
– O Brasil é uma nação plural, tolerante e respeitosa. Essas manifestações preconceituosas contra nordestinos advêm de uma minoria e merece ser repudiada pela sociedade brasileira – afirmou o presidente nacional da Ordem, Marcus Vinicius Furtado Coêlho.
As redes sociais foram invadidas por comentários preconceituosos e racistas após a reeleição da presidente Dilma Rousseff. A OAB, como voz constitucional do cidadão, repudia de forma veemente essas manifestações, contrárias ao conceito exposto na Carta Maior da construção de uma sociedade justa, solidária e fraterna.
O cidadão que se sentir ofendido ou que testemunhe atos de preconceito pode entrar com uma representação no Ministério Público Federal. O procedimento pode ser feito pela internet, neste link.

A GUERRA DAS PESQUISAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

A guerra das pesquisas eleitorais à presidência da República teve apenas um instituto vencedor, o Datafolha. Foi quem mais se aproximou do resultado das urnas ontem.
O Datafolha cravou, na véspera do pleito, que a diferença para Dilma Rousseff seria de 4 pontos percentuais (52% a 48%).
O resultado ficou bem próximo, com diferença de 3,28 pontos percentuais  (51,64% a 48,36%).
Outros mais próximos foram os institutos MDA e Ibope. MDA dava pouco menos de um ponto de vantagem para Aécio Neves (a margem de erro era 2,2 pontos percentuais), enquanto Ibope dava 6 de vantagem para Dilma.
Vox Populi (com oito pontos de vantagem para Dilma) e Sensus (com 9,2 pontos de vantagem para Aécio) ficaram mais distantes do resultado.

PARA JABES, REELEIÇÃO DE DILMA CONSOLIDA OBRAS ESTRUTURANTES EM ILHÉUS

Tempo de leitura: < 1 minuto
Jabes diz que novos governos devem priorizar saúde, educação e segurança (Foto Pimenta).

Jabes aponta prioridades.

O prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro (PP), considerou a vitória da presidente Dilma Rousseff (PT) como essencial para “consolidar” obras como a Ferrovia Oeste-Leste (Fiol) e o Porto Sul.
– O povo brasileiro teve a oportunidade de decidir entre dois caminhos. Preferi o da Presidenta Dilma, que representa a continuidade das obras estruturantes para o desenvolvimento de Ilhéus, além de um compromisso muito mais forte com os mais pobres – disse o gestor ilheense.
Para o prefeito, a reeleição da presidente também aponta para a necessidade de mais investimentos em áreas como saúde, educação e segurança pública. Essas prioridades também valem, na análise do prefeito, para os governos estaduais.

WAGNER: DILMA TERÁ GOVERNO "AINDA MELHOR"

Tempo de leitura: < 1 minuto

Do Brasil 247
Linha de frente na campanha e futuro homem forte do próximo mandato da presidente Dilma Rousseff, o governador Jaques Wagner (PT) usou seu perfil no Twitter para comemorar a vitória após apuração das urnas na noite deste domingo (26). “O povo brasileiro escolheu, mais uma vez, continuar no caminho que está transformando a vida de milhões de pessoas”.
Wagner disse também que o próximo governo da petista será melhor do que o atual e aproveitou para destacar futuro promissor para o governador eleito da Bahia, seu correligionário Rui Costa.
“Dilma terá um segundo governo ainda melhor, com mais futuro, mais realizações e esperança para os brasileiros e, com Rui, vai trazer grandes projetos para a Bahia”.

Para Wagner, Dilma terá governo ainda melhor (Foto Roberto Stucket Filho).

Para Wagner, Dilma terá governo ainda melhor (Foto Roberto Stucket Filho).

GEDDEL DIZ QUE VAI SE DEDICAR AOS NEGÓCIOS DA FAMÍLIA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Geddel diz que  vai cuidar dos negócios da família (Foto ABr).

Geddel diz que vai cuidar dos negócios da família (Foto ABr).

O presidente do PMDB estadual e candidato derrotado ao Senado, Geddel Vieira Lima, disse em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta segunda-feira (27), que com a derrota do tucano Aécio Neves (PSDB) à Presidência da República, vai continuar fazendo oposição ao governo federal. “Agora é fazer o que tem que ser feito: observar, criticar, se posicionar. Do ponto de vista pessoal vou voltar para a planície, esta é a minha vida. No início do ano, vou tratar de viajar pelo interior do estado fazendo militância, fortalecendo o partido, tocar a minha vida na minha iniciativa privada, os negócios da minha família.”, contou.
“As dificuldades foram feitas para serem enfrentadas, se não há bem que sempre dure, não há mal que nunca acabe. Vou a Brasília, esta semana, conversar com lideranças políticas do partido. Estou tomado de absoluta tranquilidade, não vou parar de ousar, de sonhar, de lutar. Procuro ter uma participação ativa nas redes sociais, que ganhou uma dimensão muito grande”, ressaltou.
Geddel analisou ainda a situação atual vivida pelo país. “As pessoas esquecem que eu perdi uma eleição, não perdi meu amor a essa terra, nem ao país. Tenho absoluta convicção que o Brasil não passa por um bom momento. Eleição tem uma vantagem sobre Copa do Mundo: ela acontece de dois em dois anos”, afirmou. Informações do Metrô1.

AO COMANDO DO 15º BPM

Tempo de leitura: < 1 minuto
Praça Rio Cachoeira em foto de Rodrigo Leite de Almeida.

Praça Rio Cachoeira em foto de Rodrigo Leite de Almeida.

— Este é um apelo de uma mãe que estava ontem na Praça Rio Cachoeira, enviado à redação do Pimenta.

Favor expor no seu blog a situação da praça Beira-Rio (Rio Cachoeira), onde disputamos o espaço de crianças brincarem com vários jovens que se unem para fumar maconha. Hoje, dia 26 de outubro, em pleno domingo, tivemos que deixar a praça com as crianças pela fumaça de maconha. Havia cerca de 30 jovens no local. Precisamos de policiamento lá.

PORQUE MARIANA PODE CAIR

Tempo de leitura: < 1 minuto

Mariana Alcântara, secretária de Administração de Itabuna, pode deixar a Pasta, mas não será, necessariamente, porque decidiu viajar aos Estados Unidos em pleno período eleitoral.
O prefeito Claudevane Leite autorizou as férias da secretária, mesmo estando num dos momentos mais difíceis para o município no seu relacionamento com o servidor municipal.
Mariana pode cair porque a mãe dela, Leninha Alcântara, se cacifou, eleitoralmente, com o grupo de ACM Neto e pode ingressar no DEM – ou o que restar dele. Leninha surpreendeu ao dar 3.392 votos a Joceval Rodrigues na campanha a deputado federal e caiu nas graças do candidato e do prefeito de Salvador.
Ou seja, se Leninha for para o DEM, Mariana cai.

ONDE DEU AÉCIO NA BAHIA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Aécio venceu em 5 municípios baianos (Foto Pimenta/Arquivo).

Aécio venceu em 5 municípios baianos (Foto Pimenta/Arquivo).

A Bahia deu mais de 70% dos votos à presidente Dilma Rousseff. O mapa eleitoral revela que a petista perdeu em apenas 5 dos 417 municípios baianos. Dois deles são administrados pelo PT: Vitória da Conquista e Itapetinga. Ela ainda sofreu derrota para Aécio Neves (PSDB) em Luís Eduardo Magalhães, Eunápolis e Buerarema.
A derrota em Itapetinga é explicada pela fuga de empregos com a crise na Azaleia. Já em Luís Eduardo Magalhães, pesou a opção feita pelo agronegócio. Em Buerarema, agricultores lideraram campanha contra Dilma por causa da questão indígena. Ainda faltam explicações razoáveis para as derrotas em Eunápolis e Vitória da Conquista, administrada há quase duas décadas pelo PT.

Back To Top