skip to Main Content
29 de março de 2020 | 04:54 am

ELEIÇÃO NA CÂMARA NA ERA DO "ZAPZAP"

Tempo de leitura: < 1 minuto
Rui Machado quando passava o trono para Aldenes, em 2013 (Foto Pimenta).

Rui Machado quando passava o trono para Aldenes em 2013 (Foto Pimenta).

Dia 30 os vereadores de Itabuna escolherão o novo presidente do legislativo. A  peleja não se restringe aos meios convencionais. No WhatsApp, circula texto com críticas ao ex-presidente e agora candidato Rui Machado (PTB).
Dentre outras, diz que Rui aumentou de 42 para 84 o número de assessores parlamentares – com salários até na casa dos R$ 8 mil, além contratar empresas sem licitação, objeto de notificação do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), no período em que o legislativo esteve sob o seu comando.
Sobra até para o prefeito Claudevane Leite, por ter abandonado o aliado Aldenes Meira (PCdoB) e ter dadod apoio a Rui. “Deixa de lado um representante da sua base aliada, o PCdoB. Rui, aliás, apoiou o adversário de Vane na eleição para prefeito”, reforça o texto, que também cita os 11 vereadores que apoiam Rui na batalha definida como “moral”.
Registre-se que, ontem, Vane recebeu os dois candidatos. Até agora, o prefeito, oficialmente, não disse se apoia Rui ou Aldenes. Nos bastidores, a estrutura se move em apoio ao ex-presidente.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top