skip to Main Content
1 de março de 2021 | 12:29 am

ACUSADO DE MATAR EX-JOGADOR É BALEADO E MORRE NO HOSPITAL DE BASE

Tempo de leitura: < 1 minuto
Epifânio foi acusado de matar ex-jogador de futebol em 2013.

Epifânio foi acusado de matar ex-jogador de futebol em 2013.

O comerciante Epifânio José dos Santos morreu ontem (4), à noite, no Hospital de Base de Itabuna, após levar três tiros. O crime ocorreu no centro de Jussari. Epifânio é acusado de mandar matar o ex-jogador de futebol Renildo Costa Ribeiro, conhecido como Vanzinho, em uma disputa comercial.
No dia 28 de setembro, Vanzinho recebeu um telefonema com pedido de entrega de material de construção, sendo morto a tiros ao chegar ao local da suposta entrega. O crime revoltou a comunidade de Jussari.
Momentos depois do crime, a polícia prendeu um mototaxista de Itabuna, que confessou ter matado Vanzinho por dinheiro. O assassinato foi encomendado, segundo Arilson Ferreira dos Santos, por Epifânio e por um mascate conhecido como Ceará, que continua foragido.
Epifânio disputava um ponto comercial com a vítima. O caso estava na Justiça. Além do homicídio, Epifânio respondia a crime por estupro de vulnerável.
Epifânio aguardava o julgamento da morte de Vanzinho em liberdade. Ele chegou a ser preso, mas pagou fiança de R$ 6.780,00, em novembro do ano passado, e ficou livre. À época, a defesa argumentou que o comerciante possuía bons antecedentes e residência fixa e que a prisão preventiva foi decretada sem cópia do depoimento do autor da execução e sem a ação penal.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top