skip to Main Content
3 de agosto de 2020 | 11:58 am

O FIM DO LÚCIA OLIVEIRA E O DESPREZO PELA HISTÓRIA DE ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Lúcia Oliveira é fechado ao completar 80 anos (Foto Divulgação).

Lúcia Oliveira é fechado ao completar 80 anos (Foto Divulgação).

A estratégia de reordenamento da rede escolar levou a Prefeitura de Itabuna a fechar dez escolas, dentre elas uma das mais tradicionais e históricas do município, o Lúcia Oliveira, que completou 80 anos de história em 2014. O seu fechamento revela o desprezo pela história do município.

O grupo escolar pertence ao Sindicato dos Comerciários, mas há mais de três décadas é alugado às redes públicas. Como não foram feitas intervenções físicas no prédio de mais de oito décadas, parte da laje do colégio desabou no ano passado. No início de janeiro, a secretária de Educação, Dinalva Melo, informou o fechamento da unidade escolar.

O Lúcia Oliveira sempre foi sinônimo de história e qualidade. Em 2012, foi a escola com a melhor média no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de Itabuna, na faixa equivalente até a 4ª série do Ensino Fundamental (no município, o ensino é por ciclos). Por lá, passaram milhares de alunos que hoje são profissionais de destaque em suas áreas.

Itabuna dá fim à sua história – e, exatamente, na área educacional.

Esta publicação possui 2 comentários
  1. Estudei nesta escola nos anos 1968 nesta epoca era professora celeste se eu nao estou enganada era diretora .E minha professora se chamava Elza nao tenho muitas lembrancas.mais o pouco que lembro dessa escola me da muita saudade.

  2. É lamentável o desprezo pela educação,a Escola Lúcia Oliveira foi sinônimo de glamour por muito tempo,fechar Escolas como Lúcia Oliveira e etc e tal é matar a educação pela raiz,acorda Prefeito.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top