skip to Main Content
28 de setembro de 2020 | 02:04 am

PROUNI BATE RECORDE DE INSCRIÇÕES

Tempo de leitura: 2 minutos

Prouni 2014O sistema do Programa Universidade para Todos (ProUni) registrou mais de 1,3 milhão de inscritos até as 17h, segundo balanço parcial do Ministério da Educação (MEC). O número supera o total de 1.259.285 inscritos da primeira edição do ano passado. As inscrições terminam hoje (29), às 23h59. A orientação do MEC é que os estudantes interessados façam a inscrição o mais rápido possível.

O resultado da primeira chamada será divulgado no dia 2 de fevereiro. Os selecionados deverão comparecer às instituições de 2 a 9 de fevereiro para comprovar as informações prestadas na inscrição. No dia 19 será divulgado o resultado da segunda chamada. Aqueles que não forem selecionados poderão participar da lista de espera nos dias 2 e 3 de março.

O programa oferece bolsas no ensino superior privado com base nas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Este ano, serão ofertadas 213.113 bolsas – 135.616 integrais e 77.497 parciais. As bolsas serão para 30.549 cursos, em 1.117 instituições de ensino superior privadas.

Podem concorrer às bolsas estudantes que cursaram o ensino médio na rede pública ou na rede particular, na condição de bolsista integral. É preciso ainda comprovar renda bruta familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. Para as bolsas parciais, no valor de 50% da mensalidade, a renda bruta familiar deve ser de até três salários mínimos.

Para se inscrever, o candidato deve ter participado do Enem de 2014 e obtido, no mínimo, 450 pontos na média das notas. Além disso, não pode ter tirado zero na redação. Outra condição é que ainda não tenha diploma de curso superior.

Professores do quadro permanente da rede pública de ensino que concorrerem a cursos de licenciatura também podem participar do ProUni. Nesse caso, não é necessário comprovar a renda. Informações da Agência Brasil.

JUIZ COMENTA ÍNDICE DE HOMICÍDIOS E DIZ QUE AÇÕES DA SSP-BA EM ITABUNA “SÃO NEGATIVAS”

Tempo de leitura: 2 minutos
Bandeira aponta resistências para mudar realidade em Itabuna.

Bandeira aponta resistências para mudar realidade em Itabuna.

O juiz da Vara da Infância e Juventude, Marcos Bandeira, fez severas críticas às ações da Secretaria de Segurança Pública para reduzir número de homicídios de adolescentes em Itabuna. Para o magistrado, os dados do Índice de Homicídios na Adolescência (IHA) referentes a Itabuna, divulgados pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e pela Organização das Nações Unidas (ONU), “estão corretos”. Itabuna tornou-se tricampeã nacional em homicídios de jovens na faixa dos 12 aos 18 anos. Assim como em 2012, a cidade também foi primeira do ranking em 2009 e 2010.

O juiz diz que a SSP-BA “não tem dados científicos para desmerecer esta pesquisa e afirmar que a violência reduziu em Itabuna”. Ele ainda completa afirmando que “essas ações policiais são importantes na repressão ao crime e constitui dever do Estado fazê-las bem, mas daí concluir que elas contribuíram para reduzir a violência entre adolescentes em Itabuna há uma distância abismal”.

Bandeira ainda firmou ao PIMENTA que a SSP tem desempenho negativo nas ações de prevenção a homicídios de jovens em Itabuna. Para colaborar com a sua afirmação, o magistrado cita que a desativação da Seção de Investigação do menor Infrator (Semi) em Itabuna.

– Na verdade, uma Comarca do porte de Itabuna, que engloba os municípios de Lomanto Junior e Itapé, com uma população flutuante de mais de 300 mil habitantes, deveria ter uma delegacia especializada para o adolescente Infrator – disse ele ao PIMENTA.

O juiz ressalta ter interditado a seção de custódia de adolescentes infratores “por falta de condições mínimas para abrigar seres humanos”. Segundo ele, a Secretaria de Segurança Pública até hoje não tomou qualquer providência para reabrir a custódia. “Essa é a realidade de Itabuna, nua e crua. Os jornais e a mídia eletrônica noticiam todo o dia a morte de adolescentes de forma violenta. Não tem como tapar o sol com a peneira”.

O magistrado enfatiza que luta, “há muito tempo” para modificar o quadro em Itabuna, “mas a resistência é gigantesca”. E acrescenta que, em 2014, julgou procedente uma ação civil pública contra o Estado da Bahia para instalar uma unidade de internação para adolescentes em Itabuna. “O Estado recorreu e até agora nada”.

– Sabemos que muitos projetos sociais em Itabuna ao longo desse período para jovens são implementados deficientemente, ou até mesmo não são implementados, por falta de projetos. Logo, quando o setor primário falha, aparece o adolescente vítima ou autor de ato infracional – conclui.

TIGRE ASSINA CONTRATO DE PATROCÍNIO COM A BURITI

Tempo de leitura: 2 minutos
Dirigentes da Buriti e do Colo-Colo assinam contrato de patrocínio (Foto Divulgação).

Dirigentes da Buriti e do Colo-Colo assinam contrato de patrocínio (Foto Divulgação).

Representantes das Lojas Buriti e do Colo-Colo de Futebol e Regatas assinaram contrato de patrocínio na tarde desta quinta-feira (29), em Ilhéus. É a primeira vez que a rede de lojas de materiais de construção patrocina o time, que foi campeão da Série B em 2014 e papou o Baianão de 2006. Os termos do patrocínio não foram revelados.

Para o vice-presidente do Colo-Colo, Paulo Carvalho, a parceria fortalece as marcas e permite relação mais próxima com o torcedor. “Com esse patrocínio, vamos colher muitos frutos e teremos uma via de mão dupla, porque tanto a empresa como o time serão reconhecidos pela nossa torcida”, disse Paulo.

O diretor de marketing do Tigre Ilheense, Hermano Fahning acredita na conquista do Campeonato Baiano com a conquista de patrocínios. “A partir do momento que conseguimos a confiança de uma empresa como a Buriti, estaremos investindo na conquista de títulos importantes para o time, até mesmo na possibilidade de atrair mais patrocinadores”.

O compromisso firmado com o Colo-Colo, segundo o diretor Mauro Ribeiro, integra a missão das Lojas Buriti de incentivar a prática esportiva na região aliada a oportunidade de investimento na promoção social. “A ideia é somar esforços para que o Colo-Colo, que é uma paixão do povo de Ilhéus, possa conquistar mais um título do Campeonato Baiano, e que isso venha repercutir no desenvolvimento da sociedade”, explicou.

PONTALZINHO SEM ÁGUA

Tempo de leitura: < 1 minuto

.

Moradores do Pontalzinho, região central de Itabuna, reclamam que estão há vários dias sem água.

Uma das vítimas da Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa) ousou ligar para a concessionária. Ouviu da atendente a justificativa de que a empresa não sabia que o Pontalzinho estava sem água.

O consumidor implora à empresa para que libere o “líquido”, pois ele – e os vizinhos – já não tem mais água nem para tomar banho. E ponha, novamente, o Pontalzinho no mapa.

TRADE DISCUTE AÇÕES PARA FAZER DO TURISMO RURAL UM NEGÓCIO RENTÁVEL

Tempo de leitura: 2 minutos
Fazenda Yrerê (Foto Divulgação).

Fazenda Yrerê  é uma das apostas em turismo rural rentável (Foto Maurício Maron/Sebrae-BA).

O casal de empresários Gerson Marques e Dadá Galdino transformou a Fazenda Yrerê em um ponto de visitação na rodovia Jorge Amado, que liga Ilhéus a Itabuna, no sul da Bahia. Nos últimos quatro anos o local recebeu mais de três mil turistas para conhecer uma típica fazenda de cacau, saborear o chocolate gourmet da região e registrar, em fotos, o cenário rural sul-baiano.

Apesar do sucesso do negócio, com as paisagens preservadas da Mata Atlântica, a tradicional culinária e a saga da lavoura contada nos livros, ainda não é possível competir com as belas praias da região, cenário que é o principal atrativo para os turistas. “A principal marca da nossa economia é o cacau, mas menos de 2% dos turistas que ocupam a rede hoteleira de Ilhéus fazem turismo rural”, revela Gerson, com base em uma pesquisa de campo que realizou.

O assunto foi tema de um encontro realizado no dia 26 de janeiro com empresários do setor e técnicos do Sebrae, além de representantes dos governos municipais de Ilhéus, Canavieiras, Una e Ibirataia, no ponto de atendimento da entidade em Ilhéus. O objetivo é discutir as ações de uma estratégia que já está sendo montada pelo Sebrae para revitalizar o setor.

“Desenvolver equipamentos turísticos vinculados ao Turismo Rural pode ser o grande salto qualitativo que permitirá a ampliação da competitividade da Costa do Cacau”, assegura a gerente regional do Sebrae, Claudiana Figueiredo. Ela explica que a meta é transformar o que hoje é apenas um grande potencial em um negócio rentável de fato.

As ações estão previstas para acontecer durante três anos e incluem consultoria para elaboração de diagnóstico sobre o setor e a realização de um seminário motivacional, apresentando casos de sucesso do turismo rural em outras regiões do Brasil, ainda no primeiro semestre deste ano. “A ideia desses encontros é mostrar o que é possível fazer para ser ainda muito lucrativo, agregando novos valores às fazendas de cacau”, comemora Gerson Marques.

PM PROÍBE “PAU DE SELFIE” EM JOGOS DO BAIANÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto
"Pau" de selfie foi proibido nos jogos do Baianão 2015 (Foto Divulgação).

“Pau” de selfie foi proibido nos jogos do Baianão 2015 (Foto Divulgação).

A Polícia Militar proibiu o uso de “pau de selfie” nos estádios durante os jogos do Baianão 2015. A decisão foi tomada levado em conta que os bastões (selfie stick) são feitos com aço inoxidável. Por isso, se enquadram na “relação de objetos que podem ser utilizados para a prática de atos violentos dentro das praças esportivas”.

O Batalhão Especializado de Policiamento em Eventos (Bepe), da PM, baseou a sua decisão no artigo 13-A do Estatuto do Torcedor. O artigo proíbe a permanência de torcedores em estádios com “objetos, bebidas ou substâncias proibidas ou suscetíveis de gerar ou possibilitar a prática de atos de violência”.

O bastão ou pau de selfie será proibido já na rodada inaugural do Baianão 2015, segundo a Federação Bahiana de Futebol (FBF). “A Federação trabalha em conjunto com  as Polícias Militar e Civil e o Corpo de Bombeiros na segurança nos estádios. Apenas acatamos a decisão da PM de proibir o bastão de selfie e demos ciência aos clubes e administradores dos estádios”, explicou o presidente da FBF, Ednaldo Rodrigues.

VANE VAI FALAR…

Tempo de leitura: < 1 minuto
Prefeito Claudevane Leite rompe o silêncio (Foto Gabriel Oliveira).

Prefeito Claudevane Leite rompe o silêncio (Foto Gabriel Oliveira).

O prefeito Claudevane Leite concederá entrevista coletiva amanhã, na sede da Ficc, para falar dos últimos dados da violência em Itabuna (até agora ele está mudo quanto a este assunto e não respondeu ao pedido de entrevista do PIMENTA) e reforma administrativa.

Deverá comunicar a extinção de secretarias e o nome do novo secretário de Transporte e Trânsito. Clodovil Soares, titular da Pasta, deixa o cargo, oficialmente, amanhã (30). Antonio Cavalcante está descartado como substituto de Clodovil.

A coletiva de Vane está marcada para as 8h. A escolha da sede da Fiic para a entrevista não foi por acaso. Vane dirá que os dados da violência são de 2012, último ano do Governo de Capitão Azevedo (DEM), e que desenvolveu projetos de cultura e cidadania desde 2013 para melhorar os indicadores sociais. Pode ser, mas, no plano institucional, tem sido omisso nas cobranças aos governos federal e estadual quanto a ações na área de segurança e, também, social.

ESTATUTO DA METRÓPOLE E OS DESAFIOS DO DESENVOLVIMENTO URBANO-METROPOLITANO NA BAHIA

Tempo de leitura: 2 minutos

Davidson Magalhães artigoDavidson Magalhães | davimagalhaes@uol.com.br

Na Bahia, o Estatuto da Metrópole abrirá um importante debate sobre os rumos da Região Metropolitana de Salvador, a regulamentação da Região Metropolitana de Feira de Santana e a criação da Região Metropolitana do Sul da Bahia.

As regiões metropolitanas (RMs) foram criadas no Brasil pela Lei Complementar nº 14/1973. Sob a direção da União, estes espaços receberam tratamento prioritário com canalização de recursos e incentivos. Com uma concepção autoritária e tecnicista de governança, centralização e controle do território, e objetivos limitados de ordenamento territorial estas experiências lograram uma frágil herança de gestão.

A Constituição Federal (CF) de 1988 (Art. 25 § 3º) conferiu aos Estados a atribuição de instituir regiões metropolitanas, aglomerações urbanas e microrregiões. A União, mesmo perdendo a atribuição na criação das RMs, manteve um destacado protagonismo na gestão metropolitana devido às políticas setoriais e seus critérios de elegibilidade e o poder na transferência de recursos para os municípios metropolitanos.

De nove Regiões Metropolitanas constituídas pela União em 1973, hoje contamos com 55, estabelecidas pelos Estados a partir de critérios diversos. São muitas as razões para a proliferação de RMs: redução das tarifas telefônicas locais para ligações entre municípios inseridos na mesma RMs, a possibilidade de compartilhamento da gestão de algumas funções públicas, e principalmente, a busca dos estados e municípios de se qualificarem para receber recursos federais, estimulados por meio de algumas das políticas da União de investimentos em infraestrutura social e urbana.

A ineficiência das gestões das RMS foi potencializada pelo vazio jurídico deixado pela Constituição de 1988. Os Estados assumiram a gestão em um novo contexto onde os municípios fortaleceram o seu protagonismo na gestão dos seus territórios (Estatuto da Cidade) e a União continuou sendo a grande provedora de recursos e políticas de desenvolvimento urbano. A ausência de uma regulamentação para as RMs ampliou as dificuldades já existentes na relação entre atores e agentes dos processos de decisão, tornando a gestão pouco eficiente, e em algumas experiências meras formalizações institucionais.

Leia Mais

COLO-COLO FECHA PATROCÍNIO COM A BURITI

Tempo de leitura: < 1 minuto
Mauro: aposta em título.

Mauro: aposta em título.

O Colo-Colo estreia no Baianão 2015 no próximo sábado (31) contra a Catuense, no Estádio Roberto Santos, em Salvador, às 16h, e começará o campeonato reforçado com o patrocínio das Lojas Buriti.

A diretoria do Tigre Ilheense e das Lojas Buriti assinam contrato nesta tarde de quinta (29), às 15, na filial da rede de materiais de construção no Malhado, em Ilhéus.

Mauro Luiz Ribeiro, diretor comercial das Lojas Buriti, diz que a aposta é em mais um título do Baianão para Ilhéus, repetindo um feito de 2006, quando o Colo-Colo sagrou-se campeão estadual da primeira divisão. Ano passado, o Tigre faturou a Série B do Baiano.

UTILIDADE PÚBLICA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Jonatas Leonardo de Souza Calhau perdeu carteira com documentos pessoais em uma festa de formatura, no último sábado (24), no Batuba Beach, em Olivença. Quem encontrou os documentos, pode entrar em contato com Jonatas pelos telefones (73) 8142-9250 (TIM), 9113-6340 ou 3211-5700.

Back To Top