skip to Main Content
25 de novembro de 2020 | 08:15 am

JUSTIÇA CONDENA MCDONALD´S POR VENDER REFRIGERANTE COM BARATA EM ITABUNA

Tempo de leitura: 2 minutos
Restos de barata encontrados na bebida servida pelo McDonald´s.

Restos de barata encontrados na bebida servida pelo McDonald´s.

Lorena venceu McDonald´s na Justiça.

Lorena venceu McDonald´s na Justiça.

A justiça baiana condenou o McDonald´s a pagar R$ 5 mil de indenização por danos morais a uma cliente que consumiu refrigerante com restos de barata. O episódio ocorreu na loja do McDonald´s de Itabuna, no Shopping Jequitibá, em 30 de março de 2013.

Lorena Silva Marques pediu um sanduíche e um refrigerante no fast food. Após a refeição, ela retirou a tampa do copo para consumir pedras de gelo. Estavam lá vestígios de barata.

A administradora de empresas acionou o McDonald´s no Juizado Especial. Lorena ganhou a ação na primeira instância, mas a empresa recorreu.

O recurso do McDonald´s (Arcos Dourados) foi analisado pela quinta turma recursal dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais da Bahia. A turma julgou procedente o pedido da consumidora. A empresa ainda pode recorrer.

Após a decisão judicial, Lorena conversou com o PIMENTA. A cliente lembra ter recebido um “tratamento horrível” da empresa. “Ao invés de resolver a situação e fazer um pedido de desculpa ao consumidor, a empresa apenas ofereceu outro lanche”, disse ela ao blog.

Lorena lembra que o produto com “corpo estranho” colocou em risco tanto a saúde dela como a da filha, de apenas sete anos à época. “Espero que a empresa tome mais cuidado em relação à higiene, para que tal fato não volte a ocorrer com mais ninguém”.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top