skip to Main Content
24 de maio de 2020 | 05:26 pm

PARA CTB, REAJUSTE DE PASSAGEM É ABUSIVO

Tempo de leitura: 2 minutos
Aumento de passagem deve entrar em vigor em maio (Foto Pedro Augusto).

Aumento de passagem deve entrar em vigor em maio (Foto Pedro Augusto).

O anúncio do aumento da tarifa de ônibus em Itabuna, de R$ 2,20 para R$ 2,50, levou a  Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) a emitir nota contestando o aumento. A entidade considera o valor “abusivo” e afetará os mais pobres.

A central sindical enfatiza, em nota, que ainda em 2013 apresentou pauta de movimentos sociais para melhorar o transporte coletivo. Nenhuma das propostas levadas ao prefeito Claudevane Leite, segundo a direção regional da CTB, foi atendida.

Dentre as reivindicações, renovação e aumento de frota, publicação dos itinerários, estação de transbordo, adequação dos veículos para atender usuários com deficiências especiais e licitação transparente. Ao divulgar a aprovação do reajuste, a prefeitura informou que fará audiências públicas em maio para discutir a licitação do transporte público. Confira a íntegra da nota em “leia mais”, abaixo.

TRANSPORTE COLETIVO

SEM QUALIDADE NÃO PODE HAVER AUMENTO DE PASSAGEM!

Nós, da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), expressamos nosso repúdio ao iminente reajuste da tarifa de ônibus em Itabuna, aprovado pelo Conselho Municipal de Transporte em reunião realizada no dia 01/04. Segundo orientação do Conselho, a tarifa custará R$ 2,50, valor abusivo e que desconsidera os impactos desta ação na vida da população, especialmente dos mais pobres, que usam invariavelmente o transporte público para trabalhar.

Lembramos que em 2013 a CTB apresentou uma pauta de reivindicações ao prefeito, contendo propostas como renovação e aumento da frota, publicação dos itinerários, estação de transbordo, adequação dos veículos para atender usuários com deficiências especiais, licitação transparente, dentre outras. Lamentavelmente nenhuma das propostas sugeridas pelos trabalhadores foram absorvidas pela Secretaria de Transportes.

Levando em consideração as precárias condições dos veículos que circulam na cidade, as curtas distâncias por eles percorridas e os péssimos serviços prestados (ônibus superlotados, longo tempo de espera, frota sucateada, etc.) pelas duas únicas empresas que exploram o transporte coletivo em nossa cidade, tal aumento se apresenta ainda mais cruel para a classe trabalhadora e demais usuários. Diante destes fatos, a CTB e os sindicatos classistas exigem o congelamento da tarifa até que a prometida licitação seja realizada, criando as condições para que novas empresas possam oferecer serviços de qualidade que atendam de fato as necessidades dos usuários de transporte coletivo. Sem uma licitação séria e com controle social, o aumento só favorece aos donos das empresas de ônibus.

Conclamamos a população indignada com o aumento das passagens a engrossarem nossas fileiras e manifestarem o desejo de um sistema de transporte que seja público, gratuito (especialmente para trabalhadores e estudantes) e de qualidade!

CTB Regional Sul da Bahia

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top