skip to Main Content
1 de abril de 2020 | 08:45 pm

DE OLHO NA PREFEITURA, GERALDO CONVERSA COM DR. EDSON E AZEVEDO

Tempo de leitura: 2 minutos
Ruy Machado, José Adervan, Azevedo, Geraldo e Alah (Foto Reprodução).

Ruy Machado, José Adervan, Azevedo, Geraldo e Alah (Foto Reprodução).

O ex-deputado Geraldo Simões sonha em retornar ao comando da Prefeitura de Itabuna. Após a reflexão que disse ter feito desde quando deixou o mandato, em janeiro, o petista iniciou as negociações em busca de apoio para 2016. Hoje, ele conversou longamente com o ex-vereador e ex-presidente da Câmara de Itabuna Edson Dantas (PSB).

– Foi uma conversa muito boa com Dr. Edson – afirmou, enfatizando ter boas relações com o PSB baiano. Geraldo, no entanto, terá que esperar pela conclusão das negociações do PSB com o PPS. Os dois partidos ensaiam uma fusão que deverá ser oficializada em junho.

O petista, após conversas com o ministro da Defesa, Jaques Wagner, disse ter consolidado ainda mais a sua posição em disputar a prefeitura local. Do ministro e ex-governador baiano, Geraldo ouviu conselhos e, talvez mesmo por isso, tenha decidido negociar, como o próprio diz, “para além do centro”.

Numa entrevista ao PIMENTA há dez dias, ele afirmou que buscaria a união de setores da política e da sociedade itabunense. Não demorou há, no final de semana, reunir-se com o ex-prefeito Capitão Azevedo, de quem espera apoio para a peleja municipal de 2016. “Foi um encontro casual”, despista Geraldo, mas afirmando que haverá novo papo.

O encontro com o ex-prefeito teve, ainda, a participação do vereador Ruy Machado (PTB), do empresário José Adervan e do advogado Alah Góes. Ainda não se sabe qual será a reação do eleitorado a uma possível junção de Geraldo com Azevedo, que, por enquanto, está no DEM.

Esta publicação possui 7 comentários
  1. Política, quando feita por pessoas sem princípios consegue ser a atividade humana mais nojenta que existe.

    Adervan talvez seja o jornalista que mais combateu e atacou o Sr. Geraldo Simões. Eles tiveram sempre brigas homéricas e o nível de agressões entre eles foi sempre vergonhoso.

    Agora posam juntos.

    Depois desta o que tenho a dizer é que Geraldo precisa ser erradicado das terras grapiunas. Se não conseguimos fazer a erradicação da vassoura, devemos pelo menos erradicar Geraldo, mal tão grande como a vassoura de bruxa.

    Isto é o que se chama ABRAÇO DE AFOGADOS.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top