skip to Main Content
11 de abril de 2021 | 05:05 am

FUNCIONÁRIOS DA MATERNIDADE DA MÃE POBRE ENTRAM EM GREVE

Tempo de leitura: < 1 minuto
Greve na maternidade começará nesta terça, às 6h (Foto Divulgação).

Greve na maternidade começará nesta terça, às 6h (Foto Divulgação).

A partir das 6h desta terça (9), os funcionários da Maternidade da Mãe Pobre entram em greve pela segunda vez em menos de 30 dias. A reivindicação é a mesma. Os 80 funcionários cobram o salário de abril, porém somente devem retornar ao trabalho quando também quitado o salário de maio.

A direção do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde de Itabuna (Sintesi) emitiu comunicado informando da greve desta terça. A maternidade enfrenta problema de gestão desde o ano passado, após mudança na direção.

Os funcionários estão com salário atrasado, embora os repasses da Prefeitura de Itabuna tenham sido antecipados. A direção da maternidade alega que as despesas são maiores que as receitas.

Esta publicação possui 3 comentários
  1. Esta greve é justa,muito justa é justíssima,já vai três messes sem receber salário? Os funcionários da Maternidade da mamãe pobre são heróis,por uma grande causa,continuam trabalhando salvando vidas.

    “Nossas esquerdas não gostam de pobres,gostam mesmo é dos funcionários públicos.
    São estes que,gozando de estabilidade,fazem greves e votam no Lula, pagam contribuição para Cut. Os pobres não fazem nada disso. São os chatos…”

  2. É preciso transparência na administração pública. Cadê o dinheiro que a prefeitura antecipou? Essa caixa preta deve ser aberta ao público, para saber se é má gestão, ou realmente o dinheiro é pouco, mas é preciso um esclarecimento. As gestantes não podem pagar o pato pelos desmandos da administração desastrosa dessa maternidade.
    Se não tem competência ou sei lao que, deixe o lugar para outro(a). O que não pode é todo mes ter greve prejudicando o andamento do hospital.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top