skip to Main Content
7 de março de 2021 | 08:27 am

USO DE COLÍRIOS COM CORTICOIDE PODE ANTECIPAR OU AGRAVAR O GLAUCOMA

Tempo de leitura: 2 minutos
Rogério Vidal alerta para fatores de risco para o glaucoma.

Rogério Vidal alerta para fatores de risco para o glaucoma.

Comprar um colírio sem indicação médica é um hábito muito mais prejudicial do que se pensa, principalmente se este medicamento for à base de corticoide. Os colírios anti-inflamatórios hormonais, ou seja, à base de cortisona, podem aumentar a pressão intraocular, principal causa para o aparecimento do glaucoma. Nesta mesma linha os chamados colírios vasoconstritores, ou seja, aqueles colírios que contraem os vasos sanguíneos, só devem ser utilizados sob indicação e acompanhamento médico.

O alerta é feito pelo médico oftalmologista e especialista em glaucoma, Rogério Vidal, do DayHorc. Segundo ele, é mais comum do que se imagina a presença no consultório de pacientes com agravamento do glaucoma devido a um histórico de uso indiscriminado de colírios sem indicação médica. “Temos ainda casos de pessoas com predisposição genética para o glaucoma que tiveram antecipado o aparecimento da doença devido, principalmente, ao uso destes medicamentos“.

Segundo ele, existem marcas de colírio muito populares e de baixo custo, vendidos em farmácias sem receita médica e vistos como solução para sintomas geralmente simples, como olhos secos, prurido, irritação e sensação de ardência.

– No entanto, o prejuízo do uso destes medicamentos é considerável, pois estes colírios em específico elevam a Pressão Intraocular e contribuem para a degeneração do nervo óptico, ocasionando uma relação direta com o aparecimento ou agravamento do Glaucoma – disse Rogério.

De igual forma, o Conselho Brasileiro de Oftalmologia alerta para o uso indiscriminado de corticoide de uma forma geral, não somente via colírios. “Principalmente pacientes com quadros alérgicos, de artrites, asmas, que precisam fazer uso de medicamentos à base de cortisona por períodos prolongados, o prejuízo é muito grande para quem tem glaucoma ou predisposição para a doença”.

A cortisona em qualquer forma – spray, comprimidos ou injeção – pode se tornar fator de risco para o glaucoma ao entrar na corrente sanguínea. E pode ser via couro cabeludo, ingerido ou inalado, de acordo com o médico.

GLAUCOMADAY

Estas e outras orientações poderão ser acessadas durante o GlaucomaDay – Mutirão de Prevenção e Detecção Precoce do Glaucoma, que será realizado no sábado (13), das 7h às 14h, na Unidade do DayHorc, em Itabuna.

São público alvo e preferencial para atendimento pessoas acima de 40 anos, com histórico de cegueira na família, diabéticos, negros, com miopia acima de 6 graus e com traumas ou infecções oculares recentes.

Para ser atendido, basta apresentar documento oficial, cartão do SUS e comprovante de residência. Esta é a terceira edição do GlaucomaDay em Itabuna, projeto que este ano foi estendido também à Salvador, onde foi realizado no final de maio.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top