skip to Main Content
5 de março de 2021 | 11:24 pm

GREVE DOS PROFESSORES DE ITABUNA PODE ACABAR HOJE

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT 5) decidirá hoje à tarde (29) o percentual de reajuste dos professores da rede municipal de Itabuna no julgamento de dissídio. Os professores pedem 13,01% de reajuste, enquanto o município oferece 8%.

Uma audiência de conciliação no último dia 8, no TRT, terminou sem acordo. O Ministério Público do Trabalho chegou a propor 9% de reajuste, mas a proposta não foi aceita.

A greve dos professores começou em 21 de maio. A paralisação é considerada a mais radical da história de Itabuna. Com menos de vinte dias de movimento paredista, sindicalistas ocuparam o gabinete do prefeito Claudevane Leite e, um dia depois, fecharam o Centro Administrativo Firmino Alves. O sindicato da categoria, o Simpi, foi obrigado, por decisão judicial, a desocupar o prédio.

Esta publicação possui 2 comentários
  1. Claro, já passou as festas de São João e São Pedro. Funcionalismo publico não entrega qualidade mas está sempre exigindo melhores salários.

  2. Eu também sou trabalhado regido pela clt.Mais algumas coisas mim entriga.
    Pois quando os também trabalhadores e trabalhadoras,motoristas de ônibus,coveros, policiais,garis,médicos,auxiliares de necropsia,pilotos de avião, quando pararamos para também,reivindicá melhores condições de trabalho,e garantias dos direitos que a lei nos dá, logo o ministério público
    do trabalho nos impõe, mutas diarias por dias parados .
    Sobre o argumento , que nós somos (profissionais essenciais).
    E é da ai,que mim vem ,uma pergunta ,os trabalhadores do segmento da educação,não essenciais?

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top