skip to Main Content
27 de fevereiro de 2020 | 11:21 am

TARDE VIOLENTA COM 2 HOMICÍDIOS EM ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Erick Cardoso

Corpo foi encontrado em porta-malas de veículo.

Dois homens foram mortos, nesta sexta (3), em Itabuna. As vítimas foram identificadas como Erick Cardoso Laytynher, que já foi condenado a 7 anos de prisão por tráfico de drogas, e Rafael Xavier dos Santos, de 24 anos.

O corpo de Erick foi encontrado nesta tarde, no Serrado, zona rural de Itabuna, dentro do porta-malas de um veículo da própria família.

Há dois anos, a polícia prendeu Erick com 200 gramas de cocaína, dinheiro e vários objetos. A morte do jovem guarda semelhanças com a de Carlos Ribeiro, o Big, que teve o corpo abandonado no porta-malas do próprio veículo, um Fiat Siena.

Já na Califórnia, Rafael Xavier acabou morto a tiros. Os disparos foram efetuados por homens que estavam em uma moto. Ninguém foi preso até o momento. Moradores do bairro afirmam que Rafael era usuário de drogas.

INQUÉRITO CONCLUI QUE POLICIAIS AGIRAM EM LEGÍTIMA DEFESA NO CABULA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O inquérito policial referente à ação da Polícia Militar realizada no Cabula, em Salvador, no dia 6 de fevereiro deste ano, concluiu que os PMs agiram em legítima defesa. Na operação, 12 suspeitos de envolvimento com organizações criminosas foram mortos, sendo dois deles atingidos pelos próprios comparsas. O resultado do inquérito foi apresentado hoje (3) pela Secretaria da Segurança Pública.

Os laudos cadavéricos não atestaram lesões típicas de tiro de encosto ou disparo à curta distância, De acordo com inquérito, produzido pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Os laudos, desta forma, não confirmam lesões típicas de execução.

Em nota, a SSP aponta “outro aspecto que reforça a conclusão de que não houve execução”: os policiais da operação prestaram socorro aos feridos, encaminhando-os para o Hospital Roberto Santos, a unidade de saúde mais próxima do local.

A perícia realizada pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT) constatou ainda que os policias utilizaram 16% da munição que dispunham, 143 disparos das 870 munições disponíveis. Também ficou constatado que foram efetuados 57 tiros das armas apreendidas em poder dos suspeitos.

Leia Mais

RIO 2016: ILHÉUS SERÁ CIDADE-BASE DA TOCHA OLÍMPICA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Grael, Dilma e Nuzmann apresentam tocha olímpica da Rio 16 (Foto Presidência da República).

Grael, Dilma e Nuzmann apresentam tocha olímpica da Rio 16 (Foto Presidência da República).

Ilhéus será uma das cidades-base para o percurso que a tocha olímpica do Rio de Janeiro 2016 fará pelo Brasil, a partir do primeiro trimestre do ano que vem. A informação foi confirmada pelo comitê organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016 e pela presidente Dilma Roussef, em cerimônia nesta sexta (3), no Rio de Janeiro.

Na cerimônia, o símbolo foi apresentado por Dilma, pelo bicampeão olímpico e coordenador da equipe de vela brasileira, Torben Grael, pela velejadora e medalhista olímpica Isabel Swan e pelo presidente do Comitê Organizador dos Jogos, Carlos Arthur Nuzman.

A previsão é de que a tocha seja acesa entre os meses de abril e maio do ano que vem, na tradicional cerimônia realizada em Olímpia, na Grécia.

Então, seguirá para a capital brasileira, onde será iniciado o revezamento, com duração entre 90 e 100 dias, passando por aproximadamente 300 cidades do país, abrangendo todos os estados e o Distrito Federal. Outras 200 cidades não terão trechos do revezamento, mas receberão a passagem do comboio com a exibição da chama olímpica.

Em Ilhéus, deve percorrer pontos como o mirante da Piedade, a praça da catedral de São Sebastião e fazendas de cacau.

EM ITABUNA, A MÃO (NADA BOBA) DAS EMPRESAS DE ÔNIBUS

Tempo de leitura: < 1 minuto

aetu2Empresas de ônibus de Itabuna deixaram cidadãos irritados com a informação de que os créditos no cartão de transporte obtidos antes do reajuste da passagem serão válidos somente até 10 de agosto. Se não for usado antes, o cidadão perderá dinheiro.

“Isso é roubo”, indignou-se uma leitora do PIMENTA, revoltada com a imposição das empresas Expresso Rio Cachoeira e São Miguel.

A leitora disse já estar acostumada com serviço de péssima qualidade, poucas linhas para alguns bairros, frota reduzida em alguns horários e sucatas, mas as empresas se superaram com esta novidade.

– Quando vamos fazer recarga dos cartões de passe, fazemos em dinheiro, pagamos em real, moeda corrente no país. Como vamos perder o dinheiro se não utilizar os créditos? O dinheiro que pagamos é convertido em vale transporte, ou seja, se recarregamos R$ 110,00, temos direito a 50 passagens que custa 2,20. Logo, se houve reajuste de tarifa para 2,50, esse valor deve ser convertido em 44 passagens. Isso, sim, é justo! Não existe validade para dinheiro. Qual a explicação para roubarem nosso dinheiro? – questiona a cidadã.

Usuária do transporte público em Itabuna, a cidadã lembra que as empresas têm lucros exorbitantes e conclama Prefeitura de Itabuna, Ministério Público e cidadãos a reagir contra esta mão nada boba das empresas de ônibus.

RECESSO NA CÂMARA

Tempo de leitura: < 1 minuto
 (Foto Pedro Augusto).

(Foto Pedro Augusto).

Os vereadores de Itabuna entraram em recesso na quarta (1º) e a presidência da Casa decidiu alterar o horário de funcionamento até dia 3 de agosto.

O expediente até lá será das 8h às 14h. Ainda de acordo com a decisão da Mesa Diretora do legislativo, o horário vale tanto para o atendimento ao público como para serviços internos.

ITACARÉ: RUI INAUGURA BA-564 NO DIA 10

Tempo de leitura: < 1 minuto

rui costa 2Após ser adiada devido a mudança de agenda em maio, o governador Rui Costa inaugura na sexta que vem (dia 10) a pavimentação asfáltica da BA-654, que liga o distrito de Taboquinhas, em Itacaré, à BR-101.

A obra facilitará ainda mais a chegada ao município do Litoral Sul a quem trafega pela rodovia federal a partir do sudoeste baiano.

A obra custou R$ 18,7 milhões, segundo o governo, e era uma das mais antigas reivindicações do trade turístico de Itacaré. O trecho tem 19 quilômetros de extensão.

DINHEIRO PARA UPA DO FONSECA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Davidson Magalhães1O Ministério da Saúde já assegurou os R$ 2,48 milhões para construção da segunda Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h) do Fonseca. A obra estava paralisada por falta de recursos. Quem anunciou o dinheiro para a continuidade e conclusão da obra foi o deputado federal Davidson Magalhães (PCdoB-BA).

Os recursos para a obra estavam previstos desde 2013, segundo Davidson, mas a burocracia governamental impedia a liberação do dinheiro. Ainda de acordo com o parlamentar, o Fundação Nacional de Saúde já tomou as medidas para a transferência dos R$ 2,48 milhões.

Além do Fonseca, haverá outra UPA em Itabuna, no Monte Cristo. Os recursos para a segunda unidade são oriundos do PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento).

VANDALISMO EM QUADRA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Lixeira lançada por vândalo no Rio Cachoeira em Itabuna (Foto Gabriel Oliveira).

Lixeira lançada no rio (Foto Gabriel Oliveira).

Não apenas as lixeiras são alvos de vândalos na Beira-Rio, região central de Itabuna. Ontem à noite, jovens eram vistos arrancando o aro e a cesta da tabela de basquete da recém-reformada quadra poliesportiva da cabeceira da ponte do São Caetano, sentido centro. Completavam um serviço iniciado há dias, quando a outra tabela era destruída. Os autores são jovens que usam a quadra.

Aliás, há uma relação  de ódio de itabunenses com a sua própria cidade. Primeiro, detonaram mais da metade das lixeiras (novas em folha) colocadas ao longo da Beira-Rio (Avenidas Mário Padre, Aziz Maron, Fernando Cordier e Firmino Alves). Agora, destróem os abrigos de ônibus. Há menos de dois meses, vândalos também arrancaram os pranchões da comporta da Barragem do Cachoeira, expondo um rio agonizando e agonizante.

Ou é ação orquestrada (nestes três últimos exemplos) ou estamos nos transformando em selvagens, no pior sentido que se pode extrair do termo.

MINISTRA PEDE AO MPF PUNIÇÃO A AUTORES DE ADESIVOS OFENSIVOS A DILMA

Tempo de leitura: 2 minutos
Adesivos ofensivos têm a presidente Dilma Rousseff como alvo (Foto Reprodução).

Adesivos ofensivos têm a presidente Dilma Rousseff como alvo (Foto Reprodução).

A ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República, Eleonora Menicucci, pediu ao Ministério Público Federal (MPF), à Advocacia-Geral da União (AGU) e ao Ministério da Justiça uma investigação para descobrir e responsabilizar quem produz, divulga e comercializa adesivos para carros ofensivos à imagem da presidenta Dilma Rousseff.

O pedido veio depois que a secretaria recebeu denúncias de que uma página de compras na internet começou a vender adesivos com montagens de conotação sexual, envolvendo a figura da presidenta Dilma. “[O adesivo] fere a Constituição, ao desrespeitar a dignidade de uma cidadã brasileira e da instituição que ela representa, para a qual foi eleita e reeleita democraticamente”, disse a ministra em nota.

Nas redes sociais, grupos criticaram o adesivo com mensagens do tipo: ”Não gosto da Dilma, mas isso é um exemplo clássico de machismo. Se fosse o Lula ninguém ia fazer adesivo”; “Esse adesivo da Dilma só mostra pra mim o quanto a sociedade brasileira é desrespeitosa e machista”; “Que deus não permita que eu me apaixone por um cara que colocou aquele adesivo da Dilma no carro, ou que pelo menos achou graça”; “É falta de respeito com o ser humano”.

Na nota, Menicucci ressaltou que recebeu as denúncias com indignação e disse que é intolerável esse tipo de violência. A ministra solicitou que os órgãos adotem providências para impedir a produção, veiculação, divulgação, comercialização e utilização do referido material, e que apurem  responsabilidades civis e penais dos autores.

PARA ENTIDADES, EMENDA QUE REDUZ MAIORIDADE PENAL É INCONSTITUCIONAL

Tempo de leitura: 2 minutos
Coêlho, presidente nacional da OAB, diz que emenda é inconstitucional (Foto Brasil247).

Coêlho, presidente nacional da OAB, diz que emenda é inconstitucional (Foto Brasil247).

A Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) criticaram hoje (2) a aprovação da emenda à Constituição que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos para crimes hediondos, homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte, informa a Agência Brasil. Segundo as entidades, a mudança é inconstitucional. A emenda foi aprovada na noite desta quarta-feira (2), em primeiro turno, pela Câmara dos Deputados.

O presidente da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, informou que pretende recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF), caso a emenda seja aprovada pelo Senado, para questionar a validade da norma. Além de discordar da alteração da maioridade, o presidente entende que a matéria não poderia ser votada, por ter sido rejeitada na sessão anterior.

“Constitucionalmente, a matéria rejeitada não pode ser votada no mesmo ano legislativo. A redução da maioridade, que já tinha a inconstitucionalidade material, porque fere uma garantia pétrea fundamental, passa a contar com uma inconstitucionalidade formal, diante deste ferimento ao devido processo legislativo”, avaliou Coêlho.

Em nota, a AMB afirma que a alteração é inconstitucional, por abolir diretos e garantias individuais. Segundo a entidade, o Artigo 228 da Constituição não pode ser alterado. O texto da norma diz: “São penalmente inimputáveis os menores de  18 anos, sujeitos às normas da legislação especial.”

“Esse é mais um retrocesso para a democracia brasileira. O sentimento de todos os operadores do sistema de infância e juventude hoje é de indignação. Buscar a redução da maioridade penal como solução para a diminuição da violência juvenil, sem o profundo e importante debate, trará intangíveis danos à sociedade”, declara a entidade.

A redução da maioridade penal foi aprovada em primeiro turno, por 323 votos a 155 e 2 abstenções, por meio de uma emenda aglutinativa, praticamente idêntica ao texto derrubado na terça-feira (30). Parlamentares contrários à aprovação da emenda afirmaram que vão recorrer ao STF para suspender a tramitação.

Back To Top