skip to Main Content
29 de março de 2020 | 06:16 pm

VANDALISMO EM QUADRA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Lixeira lançada por vândalo no Rio Cachoeira em Itabuna (Foto Gabriel Oliveira).

Lixeira lançada no rio (Foto Gabriel Oliveira).

Não apenas as lixeiras são alvos de vândalos na Beira-Rio, região central de Itabuna. Ontem à noite, jovens eram vistos arrancando o aro e a cesta da tabela de basquete da recém-reformada quadra poliesportiva da cabeceira da ponte do São Caetano, sentido centro. Completavam um serviço iniciado há dias, quando a outra tabela era destruída. Os autores são jovens que usam a quadra.

Aliás, há uma relação  de ódio de itabunenses com a sua própria cidade. Primeiro, detonaram mais da metade das lixeiras (novas em folha) colocadas ao longo da Beira-Rio (Avenidas Mário Padre, Aziz Maron, Fernando Cordier e Firmino Alves). Agora, destróem os abrigos de ônibus. Há menos de dois meses, vândalos também arrancaram os pranchões da comporta da Barragem do Cachoeira, expondo um rio agonizando e agonizante.

Ou é ação orquestrada (nestes três últimos exemplos) ou estamos nos transformando em selvagens, no pior sentido que se pode extrair do termo.

Esta publicação possui 10 comentários
  1. Esse é o vandalismo que corre por fora do “outro” vandalismo que flui por dentro, por baixo, num lençol artesiano político/histórico da região do cacau .
    Esqueçamos Focault, ou algo que o valha. É hora de abandonar as velhas perspectivas ou expectativas normativas do que é ser um “cidadão grapiúna”, ou talvez do que é ser “humano”.

  2. Esse tal Periscópio precisa comentar o fato, não ficar bancando a intelectual tupiniquim. O conselho de Boechat cairia bem para esse banana.

  3. Os vandalos são o roqueiros que bebem e consomem drogas a noite toda na beira rio.Basta a PM ou Civil dar “batidas “constantes na madrugada que vão achar muito material ilicito e facil de deixar os mesmos presos por alguns dias.

  4. Absurdo,isso me pareçe politicagem suja de Itabuna, os politicos daqui se engalfinham por uma boquinha na Prefeitura,e os puxa-sacos que estão fora querendo entrar,fazem assim ,destruindo o que se faz,destruindo a própria cidade,para prejudicarem o governo de outros!!” UMA VERGONHAAAA” como diz Bóris Casoy.

  5. Essas lixeiras e tudo que está sendo destruído chama-se Patrimônio Público, que instale um bom sistema de filmagem, identifique esses baderneiros e logo aplique-se a lei para depredação ao Patrimônio Público. Além de pagar o valor necessário de um objeto novo para o lugar. Só assim talvez aprendam a respeitar e a ser cidadão em sociedade.

  6. Os pobres ralés e a Lixeira, versos os poderosos que assaltam os cofres público do Brasil.

    Duas castas sociais que depredam o patrimônio público e como são tratados pela sociedade.

    Um representante da casta social,ocupa o topo de poder da república,Lula Lalau e a Dilma assaltante de banco e dos cofres públicos,discípula de Lula lalau.

    Ambos quebrou e destruíra o Brasil,o quanto um representante desta casta social a ralé,quebrou uma caixa de lixo e jogou sobre as águas podres do Rio Cachoeira,Itabuna-Ba,Brasil.

    Todo repúdio do mundo contra a pobre ralé,o quanto aqueles que tanto mau fizeste
    ao povo brasileiro,cujo tamanho da destruição são incomparável,porem,o ódio só de um lado.

    O gigantismo da roubalheira e destruição dos valores mais alimentares que permeia uma sociedade,a moral,dignidade,caráter e ética no seio das famílias e sociedade são destruído nestes 12 anos no Brasil.

    Em termos de comparação,uma vez que o raio da ação desta fotografia,é bilhões de vezes melhores do que o PT vem fazendo no Brasil.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top