skip to Main Content
15 de maio de 2021 | 11:03 pm

MINISTRA DO MEIO AMBIENTE AUTORIZA INÍCIO DE OBRAS DO PORTO SUL

Tempo de leitura: 2 minutos
Porto Sul será construído na zona norte de Ilhéus.

Porto Sul será construído na zona norte de Ilhéus.

Rosemberg: Porto Sul está mais que vivo.

Rosemberg: Porto Sul vivo.

Exclusivo

As obras do Complexo Porto Sul, na zona norte de Ilhéus, devem começar ainda neste semestre. No próximo dia 24, a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, em Salvador, a autorização para suprimir vegetação na área da poligonal do empreendimento. A cerimônia de assinatura ocorrerá na Governadoria, às 16 horas.

De acordo com a agenda, a ministra terá uma reunião com a Frente Parlamentar Ambientalista, contando com as presenças do secretário estadual de Relações Institucionais, Josias Gomes, e do deputado estadual Rosemberg Pinto, ambos do PT.

Para o deputado estadual Rosemberg Pinto, a autorização ambiental, no próximo dia 24, reforça a importância do Porto Sul e da Ferrovia Oeste-Leste para o governo. “Com esta autorização da ministra Izabella Teixeira, começam, de fato, as obras”, assinala o parlamentar. “Superamos as questões ambientais. Agora é iniciar a obra”, diz, enfatizando a importância das obras para a infraestrutura logística baiana.

O PORTO SUL

O Porto Sul deverá ser construído em uma área de cerca de 1,8 mil hectares, em Aritaguá, zona norte ilheense. O investimento conta com parceria da União, Estado e empresas. A maior interessada no projeto é a Bahia Mineração (Bamin), mas a sua acionista enfrenta dificuldades financeiras e o mercado de minério de ferro está em baixa.

O projeto original constava de construção de dois terminais, sendo um deles de uso privativo da Bamin. As dificuldades da empresa cazaque podem levar a uma redução do projeto, com investimento do governo baiano e de consórcio que envolve empresas brasileiras e chinesas.

As obras, se iniciadas de fato neste ano, estariam concluídas em um prazo de até quatro anos. O prazo não leva em consideração variantes de mercado, a exemplo da crise das grandes e médias construtoras do país e as oscilações do mercado de minério de ferro.

Esta publicação possui 11 comentários
  1. Uma excelente estrutura para bahia, Pois aquela região sul da bahia precisa de desenvolvimentos que fortacelerá o municipio de Ilhéus e Itacaré, Itabuna e região!

  2. Começou a palhaçada! A eleição é o ano que vem e esse covarde PT acha que o povo vai continuar acreditando na mentirada.

    O Wagareza, já começou, esses dias, com as desculpas esfarrapadas de que não sabia porque o Porto Sul não foi incluído no novo plano do governo para as ferrovias que receberão investimentos nos próximos anos. Ora! É simples: Essa obra sempre foi um embuste para iludir os eleitores do Sul da Bahia.

    Logo, logo; começam a aparecer placas nas rodovias, cidades principais da região, como uma amostra de que, de fato, a obra vai sair.

    Mas, o povo já está sentindo nojo de tudo isso!

  3. Na realidade, o projeto Pedra de Ferro que envolve o Porto Sul e Ferrovia esta formatado errado. A compensaçao ecologica exigida que eh o PARQUE ECOLOGICO DO ALMADA envolvendo os municipios em sua totalidade (Coaraci, Ibicarai, Floresta Azul e Almadina) com extensao de quase 20.000 hectares sao de base petistas. Nos nao fomos culsultados e somos contra 100 por cento. Nao admitimos que a BAMIN (fraudulenta na bolsa de Londres) e o governo petista de jaques Wagner tenham credibilidade maiores que as nossas. Lutaremos contra SEMPRE. Rolemberg Pinto e Josias Gomes tambem querem comer do BOLO. Sao da mesma quadrilha.

  4. Felizmente a comunidade politica baiana esta entrando em sintonia com a necessidade do povo baiano, agora é só não deixar estes que se dizem ambientalistas, mas estão preocupados com o próprio bolso atrapalhar o andamento do projeto.
    É por essas e outras similares que o estado da Bahia tem uma das piores infraestruturas do Brasil, onde a ganância e privilégios de poucas enganam a maioria das pessoas humildes do estado.
    Esses ativistas e ambientalistas só estão olhando pro próprio umbigo, não estão nem um pouco preocupados, com as cidades do centro oeste baiano onde o beneficio de uma estrada de ferro, juntamente com um porto vão alavancar a economia da região.
    Pergunto se algum destes que se dizem protetores do meio ambiente conhecem a região da seca onde o sertanejo tem apenas 3 ou 4 meses do ano com chuvas e que nestas regiões existem milhares de pessoas que passam o restante do ano sem ter de onde tirar o sustento da sua família devido a falta d’agua.
    E quando vem um mega projeto que em detrimento de alguns milhares de hectares iram beneficiar milhares de pessoas que poderão ter outra forma de renda, além dos benefícios dos impostos que serão pagos a estes municípios que poderão ser revertido a esta população sofrida.
    Ao invés de se preocuparem com possível degradação ambiental deviriam estar preocupados com seus coirmãos desta região que muitas vezes passam até fome, por falta de uma forma alternativa de sustentar sua prole….que quando completam a maior idade migram pros grandes centros a procura de uma perspectiva de vida melhor…e devido ao baixo estudo e pouca experiência profissional ficam a margem da sociedade nestes grande centros, inclusive em alguns casos, e não são poucos tomando o rumo da marginalidade.
    Estes ativistas e ambientalistas deveriam estar preocupados sim, mas em criar uma forma eficaz e anti corruptiva de acompanhar os investimentos provenientes dos impostos nestes municípios, afim de tornar a vida daquele coitado que esta lá no recôncavo baiano a espera de uma chuva para tirar o sustento da sua família e evitar o êxodo para os grandes centros.

  5. O problema não é tanto dos ativistas; afinal todos eles são ligados ao PT. O problema é esse próprio partido que faliu o país por falta de infraestrutura durante seu governo, só anunciando projetos para locupletarem-se e nada de sair do papel.

    Por essa razão, esse projeto é uma farsa. Espero que desta vez, os incautos, que sempre foram ludibriados, durante os anos de eleição, acordem!

    Repito, o que todos tem visto durante esse governo de engano: Logo, logo, começarão a colocar placas e alguns movimentos de poucas máquinas fazendo alguma coisa, para os incautos votarem neles, ano que vem.

    Olhem: a ZPE, Ponte Ilhéus Pontal, Barragem do Rio Colônia, Duplicação da 415, Novo Aeroporto, Cetro de Convenções de Itabuna, Novo Hospital Regional…, só se ver poucos movimentos durante ano de eleição. Como agora, o PT está praticamente falido, eles vem com uma falácia mais cedo para os idiotas acreditarem!

  6. Dia 24 a ministra em Salvador? Dia 24 esteve em Manaus e voltou pra Brasília… Cadê a Ministra em Salvador?? Estamos de olho na agenda da ministra! Rsrsrs

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top