skip to Main Content
28 de fevereiro de 2021 | 01:12 am

BEBETO CRITICA LEVY E COBRA SOLUÇÃO PARA A FERROVIA OESTE-LESTE

Tempo de leitura: < 1 minuto

Após apontar problemas como lentidão na execução das obras e demissões em canteiros da Ferrovia Oeste-Leste (Fiol), o deputado federal Bebeto Galvão (PSB) cobrou soluções “mais agéis e claras” do ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues.

O atraso nas obras, para Bebeto, é culpa do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, apelidado por ele de “Mãos de Ferro e de Tesoura”. O ministro, disse ele, “tem imposto limites e cortado investimentos que garantiriam o desenvolvimento da infraestrutura e logística”.

As demissões nos canteiros da Fiol atingiram mais de 2 mil trabalhadores. “Estamos enfrentando demissões em todos os lotes entre Ilhéus e Caetité”, disse durante audiência da Comissão Geral. Para completar o quadro, o Tribunal de Contas apontou superfaturamento na aquisição de trilhos para a ferrovia. Confira vídeo.

Esta publicação possui 2 comentários
  1. Bebeto esqueça isso isso, você que é um historiador,lembre-se da Transamazônica,
    Br- 33O,obra faraônica do governo Médici.1969-1974,foram bilhões de dólares jogado fora.

    É a repetição dos fatos,uma linha que não sai do nada e vai pra nada,só embuste pior do que a obra faraônica do governo que ficou na história do ciclo militar.

    E o atual governo ficou na história como sindicato de ladrões.Portanto,professor
    de história,aproveita o momento e valorize seu ofício buscando a recuperação de uma escola em Aritaguá, que teve o desabamento do teto,escola essa que fica no seu Bairro ai na cidade mais linda do Brasil que é Ilhéus e tire aquelas crianças de estudar no Bar e suportando chuva e vento.

    Assim,professor,Bebeto,seria uma ação nobre,você pedir ao ministro da Fazenda em recuperar esta escola,hoje mesmo,o Ba Tv,nos mostrou a real situação de calamidade e caos que as crianças passam.

    É feio você entrar nesta de embuste de ferrovia de tal para qual,pra nenhum lugar.

    Uma recuperação de uma escola,em Aritaguá ,pode ser um pequeno passo,mas é um salto de gigante.

    Abraço Bebeto.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top