skip to Main Content
23 de novembro de 2020 | 04:00 pm

HOMEM É PRESO SAQUEANDO CAMINHÃO DOS CORREIOS

Tempo de leitura: < 1 minuto
Rodrigo foi preso no momento em que saqueava caminhão (Foto PC-BA).

Rodrigo foi preso quando saqueava caminhão (Foto PC-BA).

Integrante de uma quadrilha de roubo de cargas, Rodrigo Diego dos Santos, de 19 anos, foi preso, nesta sexta-feira (11), por investigadores da Delegacia Territorial de Rio Real. Rodrigo e um comparsa, ainda não identificado, saqueavam um caminhão quando foram flagrados pelos policiais. Na ação, houve troca de tiros e o comparsa acabou fugindo.

O delegado Jobson Lucas Marques, titular da DT/Rio Real, disse que os policiais trafegavam pela rodovia quando perceberam um caminhão dos Correios/Sedex parado em uma estrada, próximo à BR-101. Segundo ele, a situação levantou suspeita e a equipe, quando se aproximou, viu Rodrigo rendendo o motorista com um revólver, enquanto o comparsa roubava a carga.

O caminhão Scania 440, placa BAP-3394, e tudo o que estava no seu interior foram recuperados e as mercadorias entregues nos destinos previamente agendados. Rodrigo está preso na carceragem da DT/Rio Real, aguardando ser transferido para presídio. A arma apreendida será encaminhada ao Departamento de Polícia Técnica (DPT), para perícia. O homem que fugiu está sendo procurado.

Este post tem um comentário
  1. Sr.Rodrigos Diego dos santos,o pobre rapaz,”saqueando um caminhão” saquear é crime contra Deus e contra as leis dos homens.

    Portanto meu pobre rapaz, você deverás sentir os rigores da lei, é extremamente normal dentro de uma sociedade que se respeita.

    Mas; Nós temos dois saqueadores dos cofres públicos do Brasil e regimentou uma legião de saqueadores formando uma seita e covil de bandidos da pior espécie o que se comparando com este pobre rapaz,o mesmo pode um Santo.

    Pasmem! Os dois saqueadores estão soltinhos da silva e arrotando como dois paladinos da moralidade pública do Brasil.

    São eles; Lula Lalau e a Dilma Petrobras,”mas as leis zombam das próprias leis.”
    Poeta desconhecido. Meu Pobre, Rodrigo.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top