skip to Main Content
23 de fevereiro de 2020 | 10:50 pm

CONCURSO DA CODEBA OFERECE 18 VAGAS E ATÉ R$ 4,8 MIL DE SALÁRIO

Tempo de leitura: 2 minutos
Codeba administra portos públicos da Bahia, a exemplo do terminal ilheense (Divulgação).

Codeba administra portos públicos da Bahia, a exemplo do terminal ilheense (Divulgação).

A Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba) abre no dia 7 de dezembro inscrições para concurso público com 18 vagas e formação de cadastro de reserva para cargos de níveis médio e superior. Os salários variam de R$ 2.494,51 a R$ 4.845,94.

As inscrições devem ser feitas pelo site www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/codeba até 7 de janeiro. A taxa varia de R$ 50,00 (nível médio) a R$ 70,00 (nível superior). Haverá isenção da taxa de inscrição para os candidatos que se declararem de baixa renda.

As vagas são para cargos de técnico portuário, analista portuário e engenheiro de segurança do Trabalho. Do total de vagas disponíveis, 5% serão reservadas para candidatos com deficiências e 20% para candidatos negros.

PROVAS
A seleção dos candidatos ocorre por meio de prova escrita objetiva e prova escrita discursiva, ambas de caráter eliminatório e classificatório. As provas para todos os cargos serão realizadas em Salvador.

Para a carreira de analista portuário e o emprego específico engenheiro de segurança do trabalho, as provas escritas objetiva e discursiva serão realizadas no dia 28 de fevereiro de 2016, das 8h às 12h30min, segundo o horário oficial do estado da Bahia.

Para a carreira de técnico portuário, a prova escrita objetiva será realizada também no dia 28 de fevereiro de 2016, das 15h às 19h, segundo o horário oficial do estado da Bahia.

Conforme o edital, a contratação será realizada no primeiro nível salarial da carreira para a qual o candidato foi aprovado mediante concurso público, podendo a lotação ser para qualquer uma da unidades da Codeba. Informações do G1.

Esta publicação possui 3 comentários
  1. Mais uma vez a famigerada “cota”. Não precisa capacidade ou competência.Basta dizer ser negro.
    A propósito, não seria o certo “afro-descendente”?

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top