skip to Main Content
6 de junho de 2020 | 03:11 am

ILHÉUS FARÁ CONCURSO PARA 849 VAGAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

concursosAinda neste mês, a Prefeitura de Ilhéus deve lançar edital de concurso público para 849 vagas permanentes no quadro funcional. A promessa foi feita pelo secretário de Administração, Ricardo Machado, em entrevista.

Os aprovados vão entrar no lugar de funcionários contratados temporariamente e daqueles que não possuem estabilidade (admitidos entre os anos de 1983 e 1988). Os cargos já foram criados na estrutura administrativa, a partir de projeto de lei aprovado pela Câmara de Vereadores, na última terça-feira (8).

São postos em diversas áreas, como para engenheiro, médico, professor, assistente administrativo, procurador, entre outros. A princípio, serão cerca de 400 vagas para posse imediata e o restante para cadastro reserva.

Segundo o secretário Machado, até junho do próximo ano, quando a legislação eleitoral permite a posse de aprovados em concurso, deverão ser convocados os 849 aprovados. Atualizado às 15h de 13/12 .

PF PRENDE EXECUTIVOS SUSPEITOS DE DESVIOS NA TRANSPOSIÇÃO DO SÃO FRANCISCO

Tempo de leitura: 2 minutos
PF suspeita de desvios em obra de transposição do São Francisco.

PF suspeita de desvios em obra de transposição do São Francisco.

Da Agência Brasil

A Polícia Federal prendeu hoje (11), na Operação Vidas Secas – Sinhá Vitória, quatro executivos das empresas Galvão Engenharia, OAS, Coesa e Barbosa Mello suspeitos de envolvimento no superfaturamento e desvio de R$ 200 milhões em dois lotes da obra de transposição do Rio São Francisco. Os nomes dos presos não foram revelados.

“São diretores, conselheiros e representantes legais das empresas. Nós queremos saber agora a eventual participação de servidores públicos e políticos envolvidos na trama”, disse o superintendente da Polícia Federal em Pernambuco, o delegado Marcelo Diniz.

Foram presos um executivo que representa a OAS e a Coesa, um da Barbosa Mello e dois da Galvão Engenharia. As prisões são temporárias e valem por cinco dias, prorrogáveis por mais cinco, ou podem ser convertidas em preventivas – quando não há prazo definido.

As empresas envolvidas compõem o consórcio responsável pela construção de dois lotes da obra, no trecho de 82 quilômetros entre Custódia, em Pernambuco, e Monteiro, na Paraíba. Ao todo, a transposição do Rio São Francisco tem 14 lotes.

A primeira fase da operação começou ainda em 2014, a partir de relatórios técnicos do Tribunal de Contas da União e da Controladoria-Geral da União. Os laudos apontavam indícios de superfaturamento nas obras de terraplanagem nos lotes 11 e 12 da transposição.

A suspeita da PF é que as empreiteiras repassavam recursos recebidos do Ministério da Integração Nacional, responsável pela obra, para empresas de fachada dos doleiros Alberto Youssef e Adir Assad. Os dois estão presos e condenados no âmbito da Operação Lava Jato.

Nesta fase da operação, os policiais investigam o núcleo econômico, que são as empreiteiras, e o financeiro, formado pelos doleiros. A Polícia Federal investiga ainda os núcleos administrativo (participação de servidores públicos) e político no esquema. “Todo o cenário converge para que exista um núcleo político”, afirmou o delegado Felipe Leal, responsável pela operação.

O consórcio investigado recebeu R$ 680 milhões pela obra. Segundo a Polícia Federal, a operação deflagrada hoje é independente da Lava Jato, mas houve compartilhamento de informações com a força-tarefa responsável pela investigação de corrupção na Petrobras.

Além das prisões, cerca de 150 policiais federais cumpriram 32 mandados judicias, sendo 24 de busca e apreensão, quatro de condução coercitiva (quando a pessoa é levada para prestar depoimento) em Pernambuco, Goiás, Mato Grosso, São Paulo, no Distrito Federal, Ceará, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e na Bahia.

VÍDEO REVELA CENÁRIO DESOLADOR NO RIO CACHOEIRA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Um cidadão fez vídeo para denunciar as condições do Rio Cachoeira neste período de seca em Itabuna. A imagem é feita em um ponto onde a Itabuna Têxtil (Trifil) mantém captação de água, mesmo com o cenário desolador do Cachoeira. A captação é autorizada. Confira.

EDNEI TEM CONTAS REPROVADAS PELO TCE

Tempo de leitura: < 1 minuto
Ednei teve contas reprovadas pelo TCE-BA.

Ednei teve contas reprovadas pelo TCE-BA.

O Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA) reprovou as contas da Diretoria Regional de Educação de Ilhéus (Direc 6), por unanimidade, referentes ao exercício de 2011. Os conselheiros também decidiram por aplicar multa no valor de R$ 2 mil ao gestor Ednei Mendonça Oliveira, devido a irregularidades encontradas na prestação de contas. A extinta Direc 6 era vinculada à Secretaria de Educação do Estado (SEC).

O conselheiro relator, Gildásio Penedo Filho, considerou que o relatório emitido pelos auditores da 5ª Coordenadoria de Controle Externo (CCE) continha elementos suficientes para a desaprovação, especialmente em razão da constatação de pagamentos que foram efetuados sem processo licitatório e a recorrente prática da fragmentação de despesas como forma de evitar a licitação.

A mesma posição foi adotada pelo Ministério Público de Contas (MPC) e pela representação da Procuradoria-Geral do Estado, o que levou o conselheiro revisor, Antonio Honorato, e os demais conselheiros a seguir o voto do relator.

SÓ RESTA O JUDICIÁRIO

Tempo de leitura: 2 minutos

marco wense1Marco Wense

 

E mais: o danadinho do Nestor Cerveró era gerente de Delcídio e homem de confiança do presidente da República de plantão. É bom lembrar que foi o “Príncipe da Sociologia” que editou a lei que permitiu à Petrobras contratar sem licitação.

 

Não vejo outra saída para o Brasil que não seja pelo Poder Judiciário, através de sua instância máxima, o Supremo Tribunal Federal (STF). Diria até que é a única tábua de salvação.

O Legislativo, com suas duas Casas – o Senado da República e a Câmara Federal –, é comandado, respectivamente, por Renan Calheiros e Eduardo Cunha, ambos envolvidos no esquema de corrupção da Petrobras.

É incrível. Um Eduardo Cunha da vida, malandro que só ele, de um cinismo inigualável, debochando de tudo e de todos, na frente de importantes decisões, como se fosse um exemplo de homem público.

O desfecho do processo de cassação do mandato de Cunha, no Conselho de Ética da Câmara, foi empurrado para 2016. Pelo andar da carruagem, com o toma-lá-dá-cá, vai terminar em uma gigantesca pizza.

Dos 61 deputados que integram a comissão especial que vai analisar o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), um terço responde a acusações criminais no STF.

O Tribunal de Contas da União (TCU) vai investigar os atos do vice Michel Temer. Quando no exercício da presidência, o peemedebista-mor liberou R$ 67 bilhões em créditos suplementares. Assinou decretos totalizando R$ 10,8 bilhões em liberação de gastos.

A enfraquecida e cada vez mais isolada Dilma Vana Rousseff, autoridade maior do Poder Executivo, vive sob a constante ameaça de ser afastada pela deflagração do pedido de impeachment.

Os partidos políticos e os políticos, com algumas raríssimas exceções, cada vez mais desacreditados. A imprensa, que para muitos é o quarto Poder, defende os seus próprios interesses.

Uma oposição com rabo de palha. O senador Delcídio Amaral, antes de ser petista, recebeu propina de US$ 10 milhões no governo FHC, entre 1999 e 2001. Delcídio ocupava uma diretoria no setor de Óleo e Gás da Petrobras.

E mais: o danadinho do Nestor Cerveró era gerente de Delcídio e homem de confiança do presidente da República de plantão. É bom lembrar que foi o “Príncipe da Sociologia” que editou a lei que permitiu à Petrobras contratar sem licitação.

Pois é. Qualquer semelhança entre o ex-FHC e Dilma é apenas uma mera coincidência. Eles nunca sabem de nada. Só descobrem a roubalheira depois que o cofre é arrombado.

Enfim, resta só o Poder Judiciário. E a única saída é acabar de vez com a impunidade, fortalecendo o princípio constitucional de que “todos são iguais perante a Lei”.

Ou se muda através de uma profunda e corajosa revolução na Justiça, dando um basta na já enraizada opinião de que cadeia é só para pobre, ou, então, o caos.

“Restaure-se a moralidade ou locupletemo-nos todos”, diria Sérgio Marcus Rangel Porto, mais conhecido por seu pseudônimo Stanislaw Ponte Preta.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

ACIDENTE NA AVENIDA AMÉLIA AMADO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Fiat Uno e ônibus escolar colidiram na Amélia Amado.

Fiat Uno e ônibus escolar colidiram na Amélia Amado.

Um ônibus escolar e um Fiat Uno colidiram, nesta manhã de sexta (11), em um dos cruzamentos da Avenida Amélia Amado, no centro de Itabuna.

O ônibus (OZD-3704) seguia pela Amélia Amado, enquanto o Fiat Uno (JNB-6249) fazia conversão no sentido Avenida Itajuípe-Inácio Tosta Filho.

A suspeita é de que o acidente tenha sido provocado por invasão de sinal. Uma pessoa, que estava no carro de passeio, ficou levemente ferida.

Colisão ocorreu num dos cruzamentos com a Amélia Amado.

Colisão ocorreu num dos cruzamentos com a Amélia Amado.

SÉRGIO MURILO É NOVO DIRETOR-GERAL DA CEPLAC

Tempo de leitura: < 1 minuto
Sérgio Murilo assume direção-geral da Cepla (Foto Águido Ferreira).

Sérgio Murilo assume direção-geral da Ceplac (Foto Águido Ferreira).

O pesquisador Sérgio Murilo Menezes é o novo diretor-geral da Ceplac. A nomeação foi publicada na edição desta sexta (11) do Diário Oficial da União.

Em menos de três meses, Sérgio Murilo teve grande ascensão dentro da estrutura do órgão federal ligado à lavoura cacaueira. Ele era diretor do Centro de Extensão da Ceplac (Cenex), quando assumiu a superintendência baiana do órgão federal, após saída de Juvenal Maynart.

SUSPEITA DE BOMBA ESVAZIA ESTAÇÃO DE TREM EM SÃO PAULO

Tempo de leitura: < 1 minuto

A suspeita da existência de bombas em duas estações da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) prejudica a circulação de trens da zona leste na manhã de hoje (11).

De acordo com a Polícia Militar, um objeto suspeito foi abandonado na Estação Guaianases da Linha 11-Coral. O suposto artefato explosivo está acoplado a um celular e amarrado dentro de uma sacola, informou a PM. Uma equipe do Grupo de Operações Táticas (Gate) foi deslocada para o local. A circulação de trens entre as estações Antônio Gianetti Neto e Tatuapé precisou ser interrompida às 6h10.

Outra suspeita de bomba também prejudica o atendimento aos usuários na Estação Itaquera, da Linha 3-Vermelha do Metrô. Segundo a PM, o possível artefato abandonado tem três tubos enrolados com fita crepe, contendo um visor. O Gate foi acionado, mas ainda não chegou ao local. Da Agência Brasil.

VIVALDO MENDONÇA É NOMEADO DIRETOR DA IMPRENSA NACIONAL

Tempo de leitura: < 1 minuto
José Vivaldo é o novo diretor-geral da Imprensa Nacional.

José Vivaldo é o novo diretor-geral da Imprensa Nacional.

O ex-diretor da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), José Vivaldo Mendonça, assumirá o cargo de diretor-geral da Imprensa Nacional (IN), ligado à Casa Civil da Presidência da República. A nomeação foi publicada hoje (11) no Diário Oficial da União. Ele substituirá Fernando Tolentino.

Vivaldo chega ao cargo após dirigir a CAR no período em que o ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, era governador da Bahia. Os dois têm ótimas relações e Vivaldo chega ao cargo reconhecido como um dos melhores dirigentes da história da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional. A Imprensa Nacional tem, entre suas funções, a coordenação e publicação do Diário Oficial da União.

Embora não tenha sido acordo com o partido, a nomeação também poderá sinalizar qual será a tendência de voto do PSB no prosseguimento – ou não – do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. Vivaldo é nome do deputado federal Bebeto Galvão e da senadora Lídice da Mata. A sua nomeação também o tira do páreo da sucessão municipal em Ilhéus em 2016.

Back To Top