skip to Main Content
9 de abril de 2020 | 07:32 am

TJ-BA DEPOSITA SALÁRIO DE SERVIDORES; ASSOCIAÇÕES CRITICAM GESTÃO DO JUDICIÁRIO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Fachada do tribunal baiano.

Fachada do tribunal baiano.

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) depositou ontem (30) o salário líquido dos servidores do Poder Judiciário, após encaminhar ofício ao governo baiano solicitando verba suplementar. O governo pagou R$ 95 milhões além do orçamento fixo.

“Esse montante já estava disponível, mas o Tribunal precisava fazer ao Estado um pedido formal de liberação, o que ocorreu na tarde de hoje”, informou o governo baiano em nota.

Já a presidência do TJ-BA, emitiu comunicado informando que aguarda “suplementação da parcela referente ao pagamento dos encargos e demais obrigações  relativos à folha de pessoal” de dezembro. O valor adicional pretendido pela presidência da corte baiana ultrapassa R$ 151 milhões.

Ontem, entidades de defesa dos servidores do judiciário emitiram uma dura nota contra o presidente do TJ-Ba, Eserval Rocha. A nota assinada pela associação dos servidores (Assetba), sindicatos dos servidores e de serviços auxiliares do Judiciário (Sinpojud e Sintaj, respectivamente) e Federação dos Trabalhadores Públicos do Estado da Bahia.

A gestão caótica que se implantou no último biênio, encerra melancolicamente o seu mandato, deixando o legado nunca antes visto do desequilíbrio orçamentário e financeiro, penalizando os servidores com o atraso no pagamento dos seus vencimentos – informa a nota.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top