skip to Main Content
16 de abril de 2021 | 12:22 pm

POR ENQUANTO, BEBETO É O NOME

Tempo de leitura: < 1 minuto
Bebeto é o principal nome do PSB para a disputa.

Bebeto é o principal nome do PSB para a disputa.

Embora namore o vereador Alisson Mendonça (ainda no PT), o PSB trabalha com a perspectiva de que o deputado federal Bebeto Galvão seja o candidato a prefeito de Ilhéus.

Tudo dependerá das conversas do parlamentar com o primeiro suplente dele, Capitão Tadeu. E aí entrariam os compromissos firmados por Bebeto com prefeitos e lideranças em toda a Bahia. As pesquisas animam o PSB a insuflar o parlamentar a tentar a prefeitura.

Hoje, Bebeto é o primeiro nome do PSB para disputa. “Hoje, as chances dele disputar são de 80%”, diz um aliado de primeira hora do parlamentar. Chegante, Alisson seria o terceiro nome da legenda.

O segundo é o ex-vereador Jailson Nascimento, dependente da justiça para poder entrar na peleja municipal. Jailson foi o coordenador regional da campanha de Bebeto em 2014. O passado dele na Câmara de Vereadores pode detoná-lo, retirando-o da disputa. Para isso, aí está a Lei Ficha Limpa.

O PSB busca atrair Alisson para se fortalecer. Daí a ser candidato, diz uma fonte do partido, dependerá das ruas. O vereador terá até abril para se viabilizar, além de Bebeto e Jailson pela frente. Mas não só isso. Do outro lado da contenda – no sonho de sentar na cadeira de prefeito – está o prefeito Jabes Ribeiro, ex-aliado e hoje inimigo político. Talvez resida aí o principal combustível para correr atrás do projeto.

Esta publicação possui 0 comentários
  1. Jabes, ex- aliado politico, e hoje inimigo político. PP é um grande partido aliado do PT que também é um excelente aliado do PSB, entendam esta salada. Estão todos na mesma família.

  2. É o único que apresenta as condições para derrotar o grupo do atual prefeito.

    Ocorrendo sua vitória, a grande incógnita será o seu desempenho como gestor. Toda sua experiência está relacionada com atividades sindicais, bem diferente do desafio que deverá enfrentar.

    A experiência de ex sindicalistas e sindicalistas como gestores, não tem sido muito positiva.

  3. Fique por lá por Brasília mesmo deputado Bebeto, você é ligado ao esquema que infelicita a região, veja sé é possível fazer alguma coisa em defesa dela, para isso a região lhe elegeu esperando resultados. Não a abandone, uso o seu poder de membro do Congresso Nacional para esbravejar contra a triste situação da nossa região e dos crimes que praticaram e que continuam praticando contra a nossa outrora pujante economia, economia que nos tempos áureos fez de tudo pela região, substituindo inclusive o Estado e a União através do ICB (Instituto de Cacau da Bahia) e da CEPLAC que era um Estado dentro do Estado da Bahia. Tudo na nossa região tem a participação direta do produtor de cacau através do ICB e da CEPLAC,instituições mantidas pelos produtores através de taxas extras e ainda pagando todos os impostos, taxas e tributos incidentes sobre a agricultura de um modo geral. Um fato único e isolado na história da agricultura nacional e mundial. A nossa UNIVERSIDADE custou muito o suor dos produtores,todo o patrimônio da antigo ICB hoje lhe pertence. Não se ver uma só palavra de apoio aos produtores vindo da Universidade, muito ao contrário ainda traz professores encomendados de fora, para ficar querendo mudar a nossa história e impor suas estórias sem nexo. Tá vendo deputado Bebeto como a região precisa de você, mas infelizmente não se ouve nada do deputado para denunciar a situação verdadeira exposta aqui, É bem verdade que a respeito desses assuntos, ninguém quer mais ouvir falar. Quase todos viram as costas, pois já tiraram tudo do produtor de cacau, a nossa economia enfraqueceu, daí o desprezo a que a região foi relegada. E na hora que se tem um deputado federal esse quer cair fora e ser prefeito. Não dá para entender! A tristeza maior é ver que a região tá ficando entregue a quem a destruiu e isso tá roubando até o amor próprio de uma parte importante da sua população. REAGIR É PRECISO!

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top