skip to Main Content
29 de março de 2020 | 04:58 am

A FILA ANDA

Tempo de leitura: 3 minutos

marco wense1Marco Wense

 

Os planos A e B, com Lula e Jaques Wagner, podem ser sucumbidos pela Operação Lava Jato. Nos bastidores, já se conversa sobre o plano C. O que faz lembrar o ABC do Cabloco Alencar.

 

O ministro-chefe da Casa Civil Jaques Wagner é o segundo nome do PT para disputar à sucessão presidencial de 2018. O primeiro da fila é Luiz Inácio Lula da Silva.

O ex-governador da Bahia tem feito de tudo para agradar a militância do Partido dos Trabalhadores. Anda criticando a gestão do ex-ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e dizendo que o impeachment do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), é só uma questão de tempo.

E por falar em Cunha, não tem como não concordar com o deputado federal Jarbas Vasconcelos, um dos fundadores do PMDB: “Cunha é doente, cínico e psicopata”.

Sobre Levy, Wagner morde e assopra. Fala do processo de desgaste na relação com o Congresso e diz que “a dose aplicada na economia no lugar de ser remédio, virou veneno”. Assopra dizendo que Levy “é uma pessoa de boa fé”.

Cheguei a dizer, por mais de uma vez, assim que escolheram o titular da Fazenda, que sua permanência não seria duradoura, que a ala gastadora do PT, acostumada com o derrame de dinheiro público, fritaria Levy.

Pois é. Não deu outra. O esperado aconteceu. Bastou o ano eleitoral de 2016 aproximar, para que o “Fora Levy” viesse à tona. A gastança do PT não seria compatível com um ministro conhecido como “Joaquim da Tesoura”.

Não sou nenhum economista. Mas o óbvio ululante, seja no setor público como no privado, é que não deve gastar mais do que se arrecada. Ou se faz o ajuste fiscal, dando um chega-prá-lá na banda irresponsável do PT, ou, então, a descida para o abismo. O caos. O fim do PT e do petismo.

O problema é que quanto mais se fala na opção Wagner para a sucessão de 2018, fica a impressão de que o comando nacional do PT jogou a toalha em relação ao ex-presidente Lula.

O plano B é a prova inconteste de que os petistas passaram a acreditar que a Operação Lava Jato pode incriminar sua liderança-mor, tornando-a eleitoralmente inviável na busca do terceiro mandato.

Mas nem tudo são flores para o carioca-baiano. A cúpula do petismo e algumas de suas principais lideranças ficaram danados da vida com a declaração de Wagner de que o PT “se lambuzou” no poder.

Tarso Genro, ex-ministro da Justiça, disse que a confissão de Wagner foi “profundamente infeliz e desrespeitosa”, que faz “coro com o antipetismo raivoso que anda em moda na direita e na extrema direita do país”.

Clique no link e confira o artigo na íntegra

Como não bastasse todo o imbróglio da lambuzada, há fortes indícios de que o chefe da Casa Civil teria usado sua influência política para ajudar à empreiteira OAS.

Os planos A e B, com Lula e Jaques Wagner, podem ser sucumbidos pela Operação Lava Jato. Nos bastidores, já se conversa sobre o plano C. O que faz lembrar o ABC do Cabloco Alencar.

O ex-governador do Estado da Bahia pode até ter feito uma declaração desnecessária e inoportuna, acentuando o mal-estar entre governo e o PT, mas que falou a verdade, falou: “Quem nunca comeu melado, quando come, se lambuza”.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

Esta publicação possui 0 comentários
  1. Abomina ladrões e bandidos é de direita e de esquerda ou de extrema direita, quem foi que disse?

    Assaltante dos cofres público do Brasil, saqueadores do tesoura do Brasil ou prostituindo o Brasil, são abominado por homens e mulheres de bem deste país.

    Eis o legado do PT ao assumir o poder no Brasil, 13 anos pandemia em corrupção. Aqui pra nós, o que se tem de esquerda, direita ou estrema direita se opor a tudo isso ou abominar o PT?

    O Brasil abomina traficante de drogas, abomina estupradores de crianças e mulheres, abomina assaltantes de bancos, abomina todos os tipos de crime e
    estelionatos, aqui pra nós, isso é moda ou seja de direita ou esquerda ou de extrema direita?

    O que tal ideia do ex-governador do Rio Grande do Sul ou ex- Ministro da Justiça, se o mesmo fosse mudo seria mais útil ao Brasil. Aliás do PT não sai nado de bom para o país.

  2. Concordo quase que totalmente com sua matéria Wense, só achei que o digníssimo articulista deveria pelo menos ir até a letra “Z”, ou seja, ao invés de plano ABC seria plano “de A a Z”.

  3. PODE-SE ENGANAR A TODOS POR ALGUM TEMPO;
    PODE-SE ENGANAR ALGUNS POR TODO TEMPO;
    MAS NÃO SE PODE ENGANAR A TODOS TODO O TEMPO.

    (Abraham Lincoln-1809/1865)

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top