skip to Main Content
6 de abril de 2020 | 03:44 pm

PREFEITO DE CANAVIEIRAS NOTIFICA EMBASA POR CAUSA DA ÁGUA SALGADA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Almir notificou a Embasa.

Almir notificou a Embasa.

O prefeito Almir Melo notificou, nesta sexta-feira (15), a Embasa pela qualidade da água que está sendo distribuída pela empresa aos canavieirenses. Como poder concedente do serviço de distribuição de água tratada, a Prefeitura concedeu o prazo de 48 horas para a explicação sobre o problema.

De acordo com a direção da Unidade Operacional da Embasa em Itabuna, os dados que estão sendo coletados estão dentro da normalidade, em conformidade com os índices recomendados para o consumo humano. Numa nota enviada ao Pimenta, a Embasa diz que a amostra apontou 33 miligramas de cloreto na água, quando o máximo admitido é 250. A informação também foi apresentada na reunião dos técnicos em Canavieiras, porém os técnicos não souberam dizer em que momento houve a coleta.

Em razão do impasse, já que, comprovadamente, há cerca de uma semana a água apresenta níveis elevados de salinidade, ficou acertado que na próxima terça-feira (19) serão realizadas coletas para análise na captação, em dois momentos distintos: nas marés alta e baixa.

Enquanto isso, a população continua consumindo – quando encontra – água mineral a preços mais altos do que o vendido normalmente.

OS PREFEITURÁVEIS E AS PESQUISAS

Tempo de leitura: 2 minutos

marco wense1Marco Wense

 

Os outros postulantes, quando comparados com os integrantes do “trio incendiário”, como é chamado por alguns petistas, demistas e tucanos, são “mauricinhos”. O pega-pega fica mais eletrizante nos debates ao vivo.

 

São vários critérios para a definição do nome que vai encabeçar a chapa majoritária, entre eles o do pré-candidato que tem mais facilidade de atrair aliados, coligações e diferentes forças políticas.

Pesa também na escolha, quase sempre feita pelo comando estadual da legenda, de maneira unilateral e impositiva, o aspecto financeiro. Se o pretendente tem facilidade de arrumar o dinheiro da campanha.

Mas o critério, digamos, mais robusto, é o das pesquisas de intenções de voto. E quando a consulta é realizada por um instituto de credibilidade, a metodologia fica fortalecida.

Essa é a regra. As exceções ficam por conta das legendas que lançam seus candidatos para marcar posição, independente de avaliações. São favas contadas Pedro Eliodório (PCB), José Roberto (PSTU) e Zem Costa (PSOL).

Os outros postulantes, quando comparados com os integrantes do “trio incendiário”, como é chamado por alguns petistas, demistas e tucanos, são “mauricinhos”. O pega-pega fica mais eletrizante nos debates ao vivo.

Nos bastidores do processo sucessório, longe do povão de Deus e dos holofotes, o que se comenta é que o prefeiturável precisa passar dos 5% para continuar sonhando com a candidatura. O prazo limite é o final de abril.

Dos vinte e poucos pré-candidatos que juram que vão disputar o comando do cobiçado centro administrativo Firmino Alves, apenas seis, no máximo oito, serão candidatos de verdade, já incluindo aí a “tríade incendiária”.

Tudo caminha na direção de que governo e oposição tenham um só candidato, como deseja o governador Rui Costa (PT) e como quer o prefeito ACM Neto (DEM).

Davidson Magalhães (PCdoB), Geraldo Simões (PT) e Roberto José (PSD) disputam a indicação pelo situacionismo. Fernando Gomes, o capitão Azevedo, ambos do DEM, e o tucano Augusto Castro pelo oposicionismo.

Dos que sobressaem nas pesquisas, o pré-candidato pelo PDT, o médico Antônio Mangabeira, é o único que pode afirmar, de maneira incisiva, que vai levar sua candidatura até o dia 2 de outubro.

Mangabeira não tem nenhuma ligação com as velhas raposas da política de Itabuna. Tem a garantia do deputado federal Félix Júnior, presidente estadual do PDT, de que sua campanha vai até o fim.

Portanto, aposto em seis candidatos na sucessão do prefeito Claudevane Leite: Pedro Eliodório, Zem Costa, José Roberto, um da oposição, um da situação e o doutor Mangabeira.

O leitor atento perguntaria: Por que no máximo oito? É que deixo mais duas vagas para uma possível rebeldia por parte do Capitão Azevedo e de Roberto José. Os dois, sentido o forte cheiro da fritura, iriam atrás de outro abrigo partidário.

Muitos pré-candidatos – e de legendas expressivas – não chegarão a 5% nas pesquisas de intenções de voto. É bom lembrar que os senhores dirigentes partidários não gostam de balançar os “Mateus” da política.

NOITE COM MORTE E TENTATIVA DE CHACINA EM ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Leonardo Matos foi assassinado ontem à noite (Foto Reprodução Plantão Itabuna).

Leonardo Matos foi assassinado ontem à noite (Foto Reprodução Plantão Itabuna).

A noite de quinta-feira (14) foi violenta em Itabuna. A polícia registrou uma tentativa de chacina no Bairro Corbiniano Freire (Pau Caído), por volta das 20 horas, e um homicídio na Califórnia, às 21 horas.

Três pessoas de uma mesma família foram baleadas quando estavam na porta de casa, na Rua Senhor dos Passos, no Pau Caído. Uma mulher e um homem – de 34 e 37 anos, respectivamente – e um adolescente de 14 são as vítimas.

Os tiros contra a família foram disparados por dois homens em uma moto Honda XRE, cor preta, segundo o comando do 15º Batalhão da PM. A placa não foi anotada. O Samu 192 encaminhou as vítimas para o Hospital de Base.

EXECUÇÃO NA CALIFÓRNIA

O homicídio ocorreu próximo ao condomínio residencial Vida Nova, na Califórnia. Era 21 horas, segundo a polícia, quando Leonardo Lucas de Matos, o Léo, de 26 anos, foi baleado e morreu no Hospital de Base.

Léo estava em um Volkswagen Gol (JQC-5997), cor preta, quando três homens se aproximaram em um Crossfox (DLC-3264) e balearam o jovem, que tinha ligações com o crime.

Segundo o comandante do 15º Batalhão da PM, tenente-coronel Daniel Riccio, havia cinco pinos de cocaína no bolso da vítima. A perícia constatou que havia marcas de disparos de dentro para fora do veículo em que Léo estava.

MISSA DE SÉTIMO DIA DE NAILTON RAMOS

Tempo de leitura: < 1 minuto
Doutor Nailton faleceu na noite do último sábado (Foto Álbum da Família).

Doutor Nailton faleceu na noite do último sábado (Foto Álbum da Família).

A missa de Sétimo Dia de Nailton Ferreira Ramos será nesta sexta-feira (15), às 18h, na Catedral de São José, em Itabuna. Doutor Nailton, como era mais conhecido, faleceu no sábado (9) à noite, aos 83 anos, vítima de uma infecção generalizada.

Nailton foi médico veterinário e teve a vida ligada à defesa da cacauicultura. O gosto pela lavoura começou em casa. Os pais, Odete e Eugenio Simões Ramos, eram fazendeiros tradicionais do sul da Bahia.

Nailton Ramos foi servidor público estadual e trabalhou no Instituto Biológico da Bahia, Instituto de Cacau da Bahia e aposentou-se como servidor da Secretaria Estadual de Agricultura (Seagri).

Amigos lembram de Nailton como um homem preocupado com a cultura do cacau e o cooperativismo na região – fundou a Cooperativa Grapiúna de Agropecuaristas de Itabuna (Coograp), além de ser associado da Coofaba. O produtor também foi juiz classista na Justiça do Trabalho.

MENOR PRESTAÇÃO DO MINHA CASA, MINHA VIDA SOBE PARA R$ 80,00

Tempo de leitura: < 1 minuto
Reajuste valerá apenas para novos contratos.

Reajuste valerá apenas para novos contratos.

A prestação mínima do Minha Casa, Minha Vida vai subir de R$ 25 para R$ 80 e será cobrada para as novas moradias do programa habitacional, que começam a ser contratadas neste ano. Pertencente à terceira etapa do programa, a mudança se refere às famílias pertencentes à primeira faixa, com renda de até R$ 1,8 mil.

Para as pessoas que recebem salário mensal de no máximo R$ 800, a prestação será de R$ 80. De acordo com o Ministério das Cidades, para aqueles que têm renda mensal entre R$ 800 e R$ 1,2 mil, o valor corresponderá a 10% do salário. As famílias cujo salário médio varia entre R$ 1,2 mil e R$ 1,8 mil pagarão mensalmente o valor que corresponde a 15% do salário.

A prestação mínima paga anteriormente pelos beneficiários do programa era de R$ 25 por mês. Antes das mudanças, em toda a Faixa 1, cerca de 95% do imóvel era subsidiado pelo governo.

Segundo a presidenta da Caixa Econômica Federal, Miriam Belchior, a prestação para as famílias da faixa de renda mais baixa atendidas pelo Minha Casa, Minha Vida não tinha reajuste desde o lançamento do programa, em 2009, enquanto a renda dos beneficiários e o valor dos imóveis subiram no período. Informações da Agência Brasil.

Back To Top