skip to Main Content
31 de março de 2020 | 08:26 pm

EXAMES DETERMINARÃO CAUSA DA MORTE DE JOVEM COM SUSPEITA DE DENGUE

Tempo de leitura: < 1 minuto
Rafael faleceu ontem (Foto Reprodução).

Rafael faleceu ontem (Foto Reprodução).

Amostras de sangue de Rafael Monteiro Esteves foram encaminhadas para o Laboratório Central (Lacen), da Secretaria Estadual de Saúde), para exames sorológicos.

O paciente anos faleceu ontem (11), após ser internado em estado grave no Hospital São Lucas. O Departamento de Vigilância Epidemiológica de Itabuna aguardará o resultado dos exames.

Ontem, o secretário de Saúde de Itabuna, Paulo Bicalho, afirmou ao Pimenta que o paciente apresentava outro problema de saúde.

Em nota, a Vigilância Epidemiológica informou que Rafael apresentou quadro de anemia ao ser avaliado no São Lucas, na quarta-feira, quando apresentava estado febril. Ele foi liberado, porém retornou ontem (11) pela manhã, já em estado gravíssimo, falecendo momentos depois.

NOTA DE PESAR

Rafael faleceu aos 23 anos de idade. Ele cursava Administração na Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC Itabuna). A instituição de ensino superior emitiu nota de pesar em que lamentou “o falecimento prematuro do jovem acadêmico”. Rafael se preparava para iniciar o 3º semestre do curso.

Esta publicação possui 0 comentários
  1. Nao deviam perder o controle,negligencia, gerenciamento,atitude,responsabilidade,planejamento gestao,em todo brasil afalta de atençao da vigilancia epidemiologica deixou de apurar responsabilidades. Setor que nao funciona tem os culpados,mais as funçoes politicas o foguinho começa e ninguem procura apagar. Erros e mais erros aconteceram mais o municipio e responsavel pois passaram a nao entender que estao mexendo com vidas, vidas essas que estao indo por inresponsabilidades de gerenciamentos das atividades. Este municipio nao fez sua parte no controle da DENGUE deixaram brexas para essa terrivel infestaçao. Esconderam a realidade por varios anos, beneficiaram corregionarios politicos por varios anos,mantiveram pessoas que a dez anos nao deram resposta de estarem a frente dos trabalhos. o dia que essa vigilancia epidemiologica se preocuparem em saber a verdade sera quando estiver pessoas serias. comprometidas com a saude coletiva.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top