skip to Main Content
20 de fevereiro de 2020 | 05:16 am

SERVIDORES FAZEM PROTESTO CONTRA CONGELAMENTO DE SALÁRIO

Tempo de leitura: 2 minutos
Servidores estaduais durante caminhada no CAB, em Salvador (Foto Divulgação).

Servidores estaduais durante caminhada no CAB, em Salvador (Foto Divulgação).

Servidores do estado realizaram na manhã desta quinta (7) uma caminhada no Centro Administrativo da Bahia, contra o congelamento salarial. O movimento busca mobilizar o funcionalismo, que prepara um dia de luta, em 13 de abril, junto com servidores federais, com ato público na Assembleia Legislativa.

O movimento de hoje começou às 9h com uma concentração na Assembleia Legislativa. Logo depois, por volta das 10h30min, os mais de 3 mil servidores, segundo a organização, saíram em passeata pelo CAB. A primeira parada aconteceu na Secretaria da Fazenda (Sefaz).

A ida à Sefaz se deve ao fato de ali estar o secretário Manoel Vitório, que os servidores avaliam como sendo o capitão do arrocho salarial, o homem que comanda a tesoura do corte de direitos e dos salários.

Após a parada para o ato na Fazenda, os manifestantes se dirigiram à Governadoria. Lá, uma comissão foi recebida pelo secretário de Relações Institucionais, Josias Gomes. Os servidores reivindicaram a convocação da Mesa Central de Negociação para discussão sobre o reajuste salarial de 2016. A representação do funcionalismo deixou claro ao titular da Serin que não aceitarão congelamento salarial.

Para o auditor fiscal Cláudio Meirelles, diretor de Organização do Sindsefaz, o governo não respeitou a data-base do servidor, que foi em 1º de janeiro e tenta criar o fato consumado com sua proposta de reajuste zero. Para ele, é necessário abrir o processo de negociação imediatamente.

“É preciso que o governador reconheça que houve um erro de método ao ignorar as entidades sindicais e anunciar o congelamento salarial pela imprensa. Se não houver negociação, a alternativa dos sindicatos será ampliar a mobilização em todas as secretarias”, diz ele.

Segundo o Sindsefaz, as perdas salariais dos servidores são de 18,16%. O percentual inclui a inflação de 2015, medida pelo IPCA (10,67%) e os resíduos de 2013 a 2015, quando o governo iniciou sua política de parcelamento do índice de reajuste. Em 2013, a perda foi de 1,85%. No ano seguinte foi de 1,88% e agora em 2015 foi de 2,90%.

Esta publicação possui 7 comentários
  1. Imagine se fosse Dr.Paulo Souto,embora,uma porcaria de governador,tendo o mesmo,um
    péssimo governador em termos de aumento de salário ao servidor público da Bahia.

    Todavia,o mesmo nunca aplicou uma política de O% de salário do servidor público baiano,mas se fizesse esta política, o PT e os comunistas faziam o maior alarido,
    era passeata,manifestação e o impeachment do governador.

    O melhor governador em toda a história da Bahia pra os funcionários públicos da Bahia,foi o Dr.João Durval.

  2. PT: CONTRA O REAL; CONTRA O FATOR PREVIDENCIÁRIO; CONTRA O REDA; CONTRA O CONGELAMENTO DE SALÁRIOS; CONTRA A TERCEIRIZAÇÃO; CONTRA A CORRUPÇÃO; A FAVOR DA OBSTRUÇÃO DE VOTAÇÕES; A FAVOR DOS SERVIDORES PÚBLICOS QUE NÃO ERAM CHAMADOS PARA OS CONCURSOS.

    PT NO PODER: CORRUPTO; A FAVOR DO FATOR PREVIDENCIÁRIO; TERCEIRIZANDO PARA BENEFICIAR EMPRESÁRIOS E EMPREITEIRAS; CONGELAMENTO DE SALÁRIOS E DEMISSÃO DE SERVIDORES EFETIVOS (PL 257/2016); RUI COSTA E ZÉ NETO(PT) CRIANDO OS MAIORES EMPECILHOS PARA CONVOCAR OS POLICIAIS CIVIS DE 2013.

    OU SEJA, O PT É UMA FARSA! O PT É FAJUTO! O PT ACABOU COM O BRASIL!

    O PIOR DOS PIORES! TUDO QUE ELES CONDENAVAM E CONDENARAM FIZERAM E ESTÃO FAZENDO PIOR AINDA.

    SÃO PERSEGUIDORES, AUTORITÁRIOS, DITADORES, BURGUESES RECALCADOS.

    E TENHO DITO! PT FORA, FORA PT, PT FORA, FORA PT, PT FORA, FORA PT.

  3. Filho de Mutuns,

    Esse Paulo Preso(souto) É DOUTOR DE QUE MESMO?

    Ele não só não deu aumento como botava a Policia para baixar o cassetete nos servidores.

    Deixa de ser bobo rapaz.

  4. Paulo Souto nem concedia aumento. Torrou o patrimônio do IAPSEB e nunca deu conta de nada. Nem tinha seca tão pesada quanto essa que iniciou no sertão e agora está vitimando milhares de pessoas no Sul da Bahia.

    Nem todos são esquecidos. Quem vê diz que Souto foi grande governo.

  5. Precisamos tirar esse partido e seus integrantes do puder na Bahia precisamos lutar e pedir aos pessoas do bem para salvar a Bahia das garras do MAL

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top