skip to Main Content
3 de julho de 2020 | 08:48 pm

HÁ 10 ANOS, COLO-COLO FATURAVA O BAIANÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto


Era um 28 de maio, mas não era mais um. Era o Dia D, o do título. Pela primeira vez na história, um time do sul da Bahia faturava o Baianão de Futebol.

Fora de casa, Gil, Ednei, Jânio, o paredão Marcelo & Cia premiaram o Vitória com um belo chocolate em pleno Barradão, a toca do rubro-negro: 4 a 2.

Era 28 de maio de 2006. O time caiu para a Segundona por duas vezes. A última delas ocorreu justamente neste ano, após campanha decepcionante. Porém, fica o sabor daquele título que fez Ilhéus parar.

Esta publicação possui 4 comentários
  1. Estava lá e foi uma tarde de gozo que explodiu de alegria presenciar um futebol magnífico jogado pelo colocolo da minha doce cidade mais lida do Brasil,Ilhéus,o
    ingresso guardo como um bem inatingível,um troféu que nenhum valor monetário não cobre o sentimento de recordação desta feliz tarde de domingo.

    Estava ali atrás do gol do colocolo no 1º tempo com radinho de pilha no ouvido, local reservado pra torcida visitante a mesma com extrema confiança no colo-colo e foi uma tarde memorável não por o colo-colo ganhar o troféu,mas por jogar magnificamente e convencer.

    O que refiro-me,a seleção do Brasil de 1982,encantou o mundo e não ganhou o troféu,o que significa foi o futebol magnifico isto basta pra aqueles que têm bom gosto de apreciar arte de jogar o magnifico futebol e isto que o colo-colo fez nesta feliz tarde e a seleção brasileira de todos os tempos foi a de 1982 que apresentou um futebol de outra via láctea.

    Parabéns colo-colo e extensão ao técnico Ferreira, traga de novo esta alegria do magnifico futebol.

    “Se jogador do meu time faz falta por trás ou entra pra quebrar o adversário, o Juiz nem precisa expulsar. Eu mesmo tiro do campo”

    O imortal. Telê Santana.

  2. primeira vez que vejo um comentário que preste desse filho de mutuns, e também vibrei com o colo colo e com a seleção de 82 e para mim o técnico que nunca mais veremos do seu nível: Telè Santana.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top