skip to Main Content
11 de maio de 2021 | 02:20 am

LAVA JATO: TEMER DEFINE SUBSTITUTO DE MINISTRO FLAGRADO EM GRAVAÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Temer escolhe novo ministro para a Transparência.

Após quedas de Jucá e Silveira, Temer escolhe novos ministros.

O presidente interino da República, Michel Temer, anunciou o nome do ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Torquato Jardim, para comandar o Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle.

Torquato substituirá Fabiano Silveira, que deixou o cargo após ser flagrado em gravações de um dos delatores do esquema de corrupção na Petrobras, Sérgio Machado, que é ex-presidente da Transpetro.

Fabiano Silveira pediu demissão na última segunda (30), após a divulgação de áudios em que ele orientava a defesa do senador Renan Calheiros, um dos investigados na Operação Lava Jato.

O ex-ministro resolveu pedir o boné depois de grande pressão de funcionários da antiga Controladoria-Geral da União (CGU), transformada em Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle no Governo Temer.

Michel Temer viu seu governo perder o segundo ministro em menos de 20 dias por causa de grampos feitos pelo ex-presidente da Transpetro. Além de Fabiano Silveira, também caiu o senador Romero Jucá (PMDB), flagrado em conversas nas quais falava de ações para barrar a Lava Jato.

Após o escândalo, Jucá deixou o ministério e reassumiu o mandato no Senado Federal. Opositores comparam a situação de Jucá à de Delcídio do Amaral, também flagrado em escutas em que orquestrava plano de fuga de um dos ex-dirigentes da Petrobras, o delator Nestor Cerveró. Por isso, pedem investigação contra Jucá e a cassação do seu mandato.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top