skip to Main Content
3 de agosto de 2020 | 09:37 pm

DESRESPEITO NA CAIXA ECONÔMICA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Senha foi entregue às 13h02min, mas o cliente ainda não havia sido atendido às 14h22min.

Senha foi entregue às 13h02min, mas o cliente ainda não havia sido atendido às 14h22min.

Uma lei municipal em Itabuna limita a 30 minutos, no máximo, o tempo de espera de um cliente em agências bancárias. É o prazo para os dias nos quais ocorre maior procura, a exemplo do final ou início de mês ou pós-feriado. Fora disso, são 20 minutos. É a “Lei Luís Sena”, homenagem também ao seu autor, este um bancário. Clientes da Caixa Econômica, por exemplo, sempre se queixam da demora no atendimento.

Veja este exemplo: na terça (31), o publicitário e jornalista João Victor Andrade levou mais de 1h20min apenas para obter senha de cartão do banco. A senha obtida para o atendimento e o horário do relógio não deixam dúvidas quanto ao tempo de espera. A senha registra o horário de chegada à agência (13h02min). O relógio marcava 14h22min e nada de atendimento.

“Vou ter que acionar [a Caixa]. Falta de respeito desmedida”, disse.

Esta publicação possui 2 comentários
  1. Vamos ampliar a nossa visão sobre o acontecimento…As agências bancárias sofrem com o número reduzido de funcionários. Por outro lado, temos uma parcela significativa de clientes que não utilizam os canais alternativos. Os bancos caminham para uma revolução digital e no Brasil não será diferente. Vamos aprender a ler, usar a internet, o 0800 e fazer contas meu povo. Pratiquem o auto atendimento!! Resultado : agências livres para atender os seus clientes adequadamente…

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top