skip to Main Content
24 de setembro de 2020 | 07:25 pm

SEC-BA E UFSB BUSCAM ACELERAR AÇÕES PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA

Tempo de leitura: 2 minutos
Pinheiro explica parceria sob o olhar de Naomar e integrantes do governo e da UFSB.

Pinheiro fala da parceria sob o olhar de Naomar e integrantes do governo e da UFSB.

O secretário da Educação da Bahia, Walter Pinheiro, e o reitor da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Naomar de Almeida Filho, discutiram a ampliação da parceria entre as duas instituições, pela melhoria da Educação Básica na rede estadual. Dentre as ações para ampliá-la, estão os Colégios Universitários da UFSB, que funcionam em escolas estaduais, e dos Complexos Integrados de Educação da rede estadual, que funcionam com a cogestão da Universidade nos municípios de Itabuna, Porto Seguro e Itamaraju.

A parceria com a UFSB, que originou os Colégios Universitários, com oferta de cinco licenciaturas nas cidades de Itabuna, Ibicaraí, Ilhéus, Porto Seguro, Santa Cruz de Cabrália, Itamaraju e Coaraci, e os Complexos Integrados, na opinião de Pinheiro, pode ser adotada pelas outras nove universidades localizadas na Bahia, para que a Educação do Estado seja, cada vez mais, potencializada. “Vamos nos reunir com os reitores das universidades federais e estaduais para apresentar esse conceito que se mostra bem sucedido”, afirma.

Outro assunto debatido foi a utilização da UFSB como pólo para a disseminação da Ciência e da Tecnologia nas regiões sul e extremo-sul do Estado. Com três campi, funcionamento de oito Colégios Universitários e gestão compartilhada com a Secretaria dos três Complexos Integrados de Educação, a UFSB se destaca por atuar em quatro áreas do conhecimento: Ciências, Humanidades, Saúde e Artes, e, também, pela utilização de dispositivos e ambientes virtuais de aprendizagem.

Com o secretário Walter Pinheiro, disse Naomar, a UFSB retoma pauta “de continuar a implantar e consolidar os Complexos Integrados de Educação, que visam requalificar a rede pública de Educação Básica a partir da presença da universidade”. A forma de parceria dos Complexos é de cogestão, com a universidade federal sendo responsáveis pela formação de professores, da gestão acadêmica e das questões curriculares e pedagógicas, enquanto a SEC fica com a gestão administrativa, de pessoal e infraestrutura.

Este post tem um comentário

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top