skip to Main Content
31 de maio de 2020 | 05:14 am

PETROBRAS BATE RECORDE DE PRODUÇÃO DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL

Tempo de leitura: 2 minutos
Companhia brasileira bate recorde de produção em junho (Foto Divulgação).

Companhia brasileira bate recorde de produção em junho (Foto Divulgação).

A Petrobras fechou o mês de junho com uma produção média de 2,9 milhões de barris de óleo equivalente por dia (petróleo e gás natural), novo recorde médio mensal. O recorde anterior havia sido alcançado em agosto de 2015 quando a produção média diária de petróleo e gás natural foi de 2,88 milhões de óleo equivalente.

Segundo dados divulgados hoje (9) pela Petrobras, a produção de junho último supera em 2% os 2,83 milhões de óleo equivalente/dia relativos à produção de maio deste ano. Dos 2,83 milhões relativos à produção de junho, 2,7 milhões de óleo foram produzidos nos campos do país e outros 200 mil nos campos da estatal no exterior.

Os dados indicam que a produção total de 2,7 milhões de petróleo e gás natural nos campos do Brasil também representa um novo recorde mensal, ultrapassando o recorde anterior de 2,69 milhões de barris diários, ocorrido em agosto do ano passado.

Números

A produção média de petróleo em junho foi de 2,3 milhões de barris por dia, resultado 2% acima do volume produzido no mês anterior, de 2,24 milhões barris/dia. Desse total, 2,20 milhões barris/diários foram produzidos no Brasil e 100 mil no exterior. A Petrobras ressalta, ainda, o fato de que o volume de petróleo produzido em junho no Brasil é a terceira maior média mensal de produção já registrada pela companhia. Da Agência Brasil.

Esta publicação possui 3 comentários
  1. Pena que isso não se consolide em benefícios a população. Um monopólio que cobra um dos preços do produtos mais caros do mundo está endividada, mergulhada em escândalos de corrupção e ainda querem que a população acredite que é sabotagem estrangeira para tomar a riqueza do país. E ainda vivem do slogan do ‘petróleo é nosso” , deve ser de alguém mesmo,não do povo.

  2. Wallace..
    Já o Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) aponta que a carga tributária da gasolina é de 56,09%, sendo 4,23% relativo a PIS, 19,53% Cofins e 25% ICMS.

    De acordo com o mesmo gráfico.. 70% do valor da gasolina não tem a ver com a Petrobras..

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top