skip to Main Content
20 de setembro de 2020 | 01:34 pm

ANVISA PROÍBE VENDA DE LOTE DE EXTRATO DE TOMATE DA HEINZ

Tempo de leitura: < 1 minuto
Lote de extrato possuía concentração de pelo de roedor acima do tolerado.

Lote de extrato possuía concentração de pelo de roedor acima do tolerado.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou resolução em que proíbe a distribuição e a comercialização de um lote de extrato de tomate da marca Heinz, fabricado pela Heinz Brasil S.A. O lote possuía pelo de roedor acima do tolerado pela legislação brasileira.

A resolução está publicada na edição de hoje (18) do Diário Oficial da União, . O lote afetado é o L06, com validade até 1º de abril de 2017. A Anvisa determinou que a empresa promova o recolhimento de todo o estoque existente no mercado relativo ao lote do produto. A resolução entra em vigor hoje.

Por meio de nota, a Heinz Brasil informou que o caso foi registrado em julho do ano passado pela Gerência Colegiada da Superintendência de Vigilância Sanitária de Minas Gerais e que o lote em questão já foi recolhido. “Na ocasião, a empresa recolheu as embalagens disponíveis no comércio, não havendo qualquer contraindicação ao consumo dos lotes presentes nos mercados hoje”.

Ainda de acordo com o fabricante, em junho deste ano, o processo foi dado como encerrado pela Anvisa. “A empresa esclarece que a acidez do produto (pH) alinhada às altas temperaturas controladas no processo produtivo eliminam qualquer risco ou prejuízo à saúde, ou seja, mesmo o referido lote, não apresentaria riscos à saúde”. Redação com informações da ABrasil.

Este post tem um comentário
  1. Nooosssaaa! a gente compra acreditando ser de qualidade superior pela marca e registro e agora vemos que até pelo de rato tem tolerância na ANVISA, inadmissível. Melhor produzirmos em casa o velho e bom molho de tomate da vovó

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top