skip to Main Content
20 de outubro de 2020 | 11:10 am

RIO 2016: EXÉRCITO SIMULA ATAQUE QUÍMICO EM ESTÁDIO DE BRASÍLIA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Simulação de ataque químico para os Jogos Olímpicos no estádio Mané Garrincha (Foto Agência Brasil).

Simulação de ataque químico para os Jogos Olímpicos no estádio Mané Garrincha (Foto Agência Brasil).

As forças de segurança envolvidas nos Jogos Olímpicos do Rio 2016 realizaram na manhã de hoje (28) uma simulação de ataque químico e radiotativo no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília. Ao todo, 100 soldados do Exército participaram da simulação como vítimas da detonação de um explosivo com substâncias químicas nas arquibancadas. Alguns atuaram como feridos na explosão, outros como contaminados pelo material químico.

O estádio vai sediar jogos de futebol da Rio 2016, a partir do dia 4 de agosto. Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Salvador e Manaus também terão disputas da modalidade. Brasília receberá dez partidas: sete do torneio masculino e três do feminino

Uma partida das quartas de final também será no Estádio Nacional

Os jornalistas não tiveram permissão para acompanhar o exercício na área interna do estádio. Na parte externa, foram montadas tendas de atendimento médico e de descontaminação. Participaram da simulação equipes de Exército, Polícia Militar, Bombeiros, Samu e Defesa Civil.

De acordo com o Comando Militar do Planalto, não há uma preocupação especialmente maior com ataques químicos do que com outros tipos de ameaça, e serão realizadas também nesta quinta-feira (28) outros tipos de treinamentos em Brasília. Da Agência Brasil.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top