skip to Main Content
31 de março de 2020 | 01:36 pm

ILHÉUS: NAZAL SERÁ O VICE DE MÁRIO ALEXANDRE

Tempo de leitura: < 1 minuto
Nazal é escolhido para ser o vice de Marão.

Nazal é escolhido para ser o vice de Marão.

José Nazal (Rede Sustentabilidade) será o candidato a vice-prefeito na chapa do médico Mário Alexandre (PSD). O martelo foi batido nesta tarde de segunda-feira (1º), momentos antes da convenção que homologará a chapa na corrida sucessória ilheense. A convenção do PSD e do Rede ocorre em instantes, no Boca du Mar, na Avenida Lomanto Júnior, no Pontal.

Há pouco, o PIMENTA conversou com o fotógrafo e memorialista José Nazal. Nome respeitado no sul da Bahia e dos mais profundos conhecedores de Ilhéus, ele disse que as conversas começaram no último sábado (30), sendo encerradas hoje com ele como vice na chapa do médico e ex-vice-prefeito ilheense.

– É uma decisão partidária. Eu considero Mário um quadro com chance real de ser prefeito e entendi que, pelo tempo que o conheço, já trabalhmos juntos, é possível fazer um governo que possa atender o anseio da população, apontando caminhos, fazendo as coisas que [Ilhéus] precisa – afirmou Nazal ao site.

Nazal também disse que estava disposto a ir para a disputa como candidato a prefeito, mas enxerga na composição uma candidatura forte. Ele também avalia que, como vice, tem chance de discutir os problemas e soluções da cidade.

 

 

 

INSCRIÇÕES NO MPE BRASIL SÃO PRORROGADAS

Tempo de leitura: 2 minutos

Foram prorrogadas até o dia 21 de agosto as inscrições para o MPE Brasil 2016 – Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas. Os interessados em participar podem se inscrever gratuitamente no site do prêmio.

Além do reconhecimento, o MPE Brasil incentiva que empresários adotem ferramentas gerenciais por meio de um diagnóstico gratuito do atual estágio da sua organização, com os pontos fortes e as necessárias melhorias nos seus processos de gestão.

Empresas de todo o país podem concorrer nas categorias agronegócio, comércio, serviços de educação, indústria, serviços de saúde, serviços de tecnologia da informação, serviços de turismo e serviços; e nos destaques de inovação e boas práticas de responsabilidade social.

As empresas são avaliadas com base nos critérios do Modelo de Excelência da Gestão (MEG), da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ), base do questionário de autoavaliação. Os pequenos negócios com melhor desempenho recebem visita de avaliadores voluntários capacitados e são submetidas a uma banca técnica. Para participar é necessário ter receita bruta anual de até R$ 3,6 milhões, ter completado pelo menos um ano fiscal de atividade, possuir domicílio no estado da respectiva inscrição e comprovar regularidade fiscal e estatutária.
“Ter excelência na gestão é uma das principais receitas para a competitividade em qualquer ambiente de negócios, e não é preciso uma grande empresa ou uma grande cidade para motivar o empreendedorismo”, explica Andrelina Mendes, gestora do prêmio no Sebrae Bahia.

Leia Mais

JUSTIÇA FEDERAL SOLTA MÔNICA MOURA

Tempo de leitura: 3 minutos
Santana e esposa foram presos em fevereiro (Reprodução TV Brasil).

Santana e esposa foram presos em fevereiro (Reprodução TV Brasil).

A Justiça Federal concedeu hoje (1º) liberdade provisória a Mônica Moura, mulher do publicitário João Santana. Ambos foram presos em fevereiro, durante a 23ª fase da Operação Lava Jato. A decisão da 13ª Vara Federal de Curitiba foi confirmada pelo advogado de defesa do casal, Fábio Tofic Simantob.

Segundo Simantob, a decisão pode ser estendida também a Santana, desde que a defesa entre com petição em nome dele. De acordo com o advogado, o pedido já foi feito.

“Depois que eles prestaram depoimento na semana passada, nós fizemos uma petição porque não fazia mais sentido mantê-los presos diante da postura deles perante a Justiça”, explicou Simantob. O advogado ressaltou, ainda, que o casal admitiu ter cometido alguns erros, mas não agiu em conivência com a corrupção em nenhum momento – o que teria sido confirmado no depoimento do engenheiro Swi Skornicki, representante no Brasil do estaleiro Keppel Fels.

No despacho, o juiz Sérgio Moro disse que “pretendendo João Cerqueira de Santana Filho a extensão do benefício, deverá peticionar nos mesmos termos e condições, observando, como fiança, os valores bloqueados em suas contas correntes. […] Se apresentada petição nesse sentido, faça a Secretaria os autos conclusos para deliberação.”

Com a decisão, Mônica deve ser solta nas próximas horas. A prisão foi substituída por medidas cautelares alternativas: proibição de deixar o país, proibição de manter contatos com outros envolvidos na Operação Lava Jato, comparecimento a todos os atos do processo e pagamento de fiança correspondente aos valores já bloqueados nas contas-correntes do casal. O publicitário e a esposa seguem réus do processo.

Moro estipulou os valores das fianças de Mônica Moura em R$ 28,7 milhões e João Santana, de R$ 2,7 milhões. Os valores já foram bloqueados pela Justiça.

Leia Mais

CESTA BÁSICA AUMENTA 7,73% EM ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Tomate tomou posto de feijão e registrou maior alta.

Tomate tomou posto de feijão e registrou maior alta.

O custo da cesta básica disparou em julho em Itabuna. Saltou de R$ 329,58 em junho para R$ 355,05 no mês passado, segundo levantamento do Departamento de Economia da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). Já em Ilhéus, a alta ficou em 5,84%. Saiu de R$ 355,15 para R$ 375,90 em igual período.

Feita em supermercados e feiras livres dos dois maiores municípios sul-baianos, a pesquisa constatou que o tomate foi o produto que mais forçou a alta da cesta básica, ficando 25,15% mais caro em Itabuna e 19,09% em Ilhéus.

O feijão ficou em segundo lugar entre os componentes da cesta básica com maior aumento em Itabuna (22,96%).

A alta do produto em Ilhéus foi bem menor, mas ainda considerável: 11,16%. Por lá, o arroz foi o vice em carestia em julho, alcançando alta de arroz 15,85%.

A pesquisa mensal feita pela Uesc detectou queda de 6,17% no litro do óleo, 2,93% no quilo de carne e 1,03% no quilo do açúcar, no comparativo entre junho e julho em Itabuna. Farinha (4,60%) e óleo (2,81%) foram as maiores quedas em itens da cesta básica em Ilhéus.

BAHIA TEM PIOR CAMPANHA DA SÉRIE B EM DEZ RODADAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

bahiaNas últimas dez rodadas da Série B do Brasileiro de Futebol, o Bahia somou sete pontos, o que significa a pior campanha entre todos os clubes que participam do certame nacional. Na frente do tricolor, estão Sampaio Corrêa (oito pontos), Joinville (oito pontos) e Luverdense (onze pontos).

O Bahia volta a jogar no próximo dia 16 de agosto, contra o Atlético Goianiense, na Arena Fonte Nova, pela última rodada do primeiro turno da competição. A equipe ocupa o décimo lugar, com 24 pontos, oito distante do G-4 e cinco próximo da zona de rebaixamento para a Série C. Do Bahia Notícias.

CÂMARA VOTA RENEGOCIAÇÃO DAS DÍVIDAS DOS ESTADOS

Tempo de leitura: 2 minutos
Plenário da Câmara dos Deputados (Marcelo Camargo/Agência Brasil).

Plenário da Câmara dos Deputados (Marcelo Camargo/Agência Brasil).

Depois de duas semanas sem atividades legislativas, em virtude do recesso branco, a Câmara dos Deputados retoma nesta segunda-feira (1º) suas atividades normais com votações em plenário e trabalhos em comissões. O primeiro projeto a ser apreciado pelos deputados neste segundo semestre de 2016 é o que trata da renegociação das dívidas dos estados e do Distrito Federal com a União (PLP 247/16). O projeto está tramitando em regime de urgência constitucional.

Para tratar da discussão e votação desse projeto e de outros assuntos que estão na ordem do dia, o presidente da Casa, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), marcou reunião com os líderes partidários para a tarde desta segunda-feira.

Na reunião, vão conversar sobre as votações em plenário e sobre o funcionamento da Casa nos próximos dias, até porque muitos deputados desejam participar das convenções municipais que vão definir os candidatos às eleições deste ano. As convenções podem ser feitas até o dia 5 de agosto. A intenção de Maia é fazer sessões de votações na segunda, terça e quarta-feira até o inicio da tarde para que os parlamentares possam viajar aos seus estados.

A expectativa é que os deputados votem na próxima semana o projeto da renegociação das dívidas dos estados e do DF com a União. Dentre outras coisas, o texto negociado com o Executivo e que deverá ser discutido e votado na Câmara nos próximos dias alonga por 20 anos as dívidas dos entes federados com a União e, em contrapartida, estabelece que os estados e o DF devem reduzir as despesas com pessoal e com incentivos fiscais. O projeto, que está com urgência constitucional vencida e, portanto, trancando a pauta de votações da Casa, está sendo relatado pelo deputado Esperidião Amin (PP-SC).

Leia Mais
Back To Top